PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Qui 11 Maio 2017 - 14:00

22/03/2015
A descida do espírito à matéria é uma atividade de certa forma penosa. Sabe ser essa a melhor forma de evoluir. Sente um impulso que o chama, e esse impulso é o resultado da imantação no DNA de seu espírito, pois o DNA que as ciências humanas conhecem é apenas o DNA do corpo físico. O DNA do espírito, é o que o identifica perante a eternidade. Conforme o espírito evolui, recebe chaves de luz, que irão abrindo os segredos que são guardados nele. A abertura desses segredos vai conduzindo a consciência do espírito para inteirar-se dos segredos do universo. O espírito, sendo uma parcela da divindade, o seu Eu Superior, detém também o conhecimento Divino, mas será revelado ao eu que reencarna, de acordo com a sua evolução, e essa revelação é feita pela chave de luz que recebe, conforme for se desenvolvendo espiritualmente. Para a parcela espiritual que reencarna, torna-se penoso, não por sofrimento, mas pelo esquecimento de quem é, tendo que recomeçar a cada reencarnação na plena e total simplicidade e ignorância, onde busca o conhecimento e a vivência desse conhecimento, resultado do impulso de seu DNA.


Última edição por Miguel Arcangelo Faccio em Qui 1 Jun 2017 - 8:58, editado 4 vez(es)

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Sex 12 Maio 2017 - 8:30

23/03/2015
A nossa vida aqui na Terra está muito influenciada pelas coisas materiais. Especialmente as civilizações ocidentais, que, pelos mais diversos motivos, foram deixando-se dominar pelo ouro e pela prata. Os mais diversos países, com suas características próprias, mergulharam, mais ou menos, e deixaram-se dominar pelos bens materiais, preferido, dá para dizer, totalmente a matéria. Dessa forma, sufocaram o espírito a ponto de pô-lo a dormir. Passou, assim, a dedicar-se exclusivamente às coisas do corpo físico, e, às coisas do espírito, depois, dá-se um jeito. Coisa bem diversa acontece com a maioria das civilizações orientais, que não descuram as necessidades do espírito, procurando manter, desde a mais tenra idade, um tônus vibratório mais elevado, fazendo com que se torne um povo mais espiritualizado. Assim, conseguem evoluir espiritualmente mais rápido. As coisas materiais são importantes para a manutenção do corpo, mas não deixam de alimentar também o espírito. Esses se imbuíram do ensino do Buda Gautama, que dizia “Ser necessário andar no caminho do meio”.



Última edição por Miguel Arcangelo Faccio em Qua 31 Maio 2017 - 9:09, editado 1 vez(es)

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Sab 13 Maio 2017 - 9:24

24/03/2005
O ser humano precisa modificar o foco de suas escolhas. Está acostumado, porque foi educado para isso, a manter a sua atenção exclusivamente nas coisas materiais. Elas o atraem, porque a remuneração é imediata. Recebe a curto espaço de tempo a recompensa pela sua dedicação. Isso o envolve e o atrai constantemente ao passo que a escolha pelas coisas espirituais será recompensada somente após ter deixado o corpo físico. Isso não lhe rende incentivos. O ser humano é muito imediatista, precisa ver resultados imediatamente. Quer gozar já os frutos de sua dedicação. Nessa parte, a matéria leva vantagem, embora sejam prazeres momentâneos, lhe satisfazem o ego e o orgulho. Embora o ser humano já tenha passado enésimas vezes por corpos físicos, ainda não aprendeu que os bens da terra são necessários somente para a manutenção do corpo físico, não podem entrar no coração, têm que ficar somente nos bolsos. Precisa conscientizar-se de que está aqui para evoluir. O corpo físico é apenas um instrumento que o espírito utiliza para poder interagir na matéria densa.


Última edição por Miguel Arcangelo Faccio em Qua 31 Maio 2017 - 9:09, editado 1 vez(es)

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Dom 14 Maio 2017 - 8:55

25/03/2015
Todo princípio é difícil. Quanto mais quando ele inicia na total simplicidade e ignorância, em que tudo terá que ser buscado e tudo só se consegue através da experienciação. Até há um ditado que diz “é experimentando que se aprende”. Esse é o caso de cada espírito que busca a matéria para evoluir. Ao espírito humano, essa é a melhor forma de evoluir. Como a experienciação faz parte da condição de espírito humano, pois foi imantada por Deus no nosso DNA, torna-se uma situação, “sine qua non”, de nossa existência. Essa é a realidade, apesar de as religiões não levarem esse conhecimento a seus fiéis, isso não quer dizer que não seja uma realidade. Quando o ser humano descobrir e pautar-se nesse conhecimento em sua vida, estará plenamente inserido no caminho de sua mestria. Estará consciente, mesmo sem ver ou sentir que só poderá evoluir descendo à matéria, na total simplicidade e ignorância, mas intuitivamente sabendo que isso é indispensável para a sua evolução.


Última edição por Miguel Arcangelo Faccio em Qua 31 Maio 2017 - 9:09, editado 1 vez(es)

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Seg 15 Maio 2017 - 8:46

26/03/2015
As religiões afirmam que Deus mora no céu. Agora pergunto: onde fica o céu? Certamente responderão “lá em cima”. E o lá embaixo é o inferno? Jesus diz que “Tanto é em cima como embaixo”. Continuo perguntando qual o tempo que a luz do sol leva para chegar à Terra? Resposta, por volta de 8,19 minutos. A estrela mais próxima da Terra, sua luz leva 4,6 anos-luz para chegar aqui. Na Via Láctea, a luz leva 100 mil anos-luz, para ir de uma ponta a outra. Ela tem mais de 200 bilhões de estrelas. Somente contando essa parte do universo, pergunto novamente, onde está Deus? Deus só pode estar no coração de cada criatura. Deus só pode morar dentro de cada átomo. Como poderia o acaso manter a sua regularidade e o funcionamento, com um a cento e dezoito elétrons girando em torno de seu núcleo, e nem um interferir no outro, sendo que um átomo tem o tamanho de um bilionésimo de milímetro. Nesse espaço tão ínfimo, um não bater no outro, só pode haver uma força maior que o acaso para manter essa regularidade pela eternidade. Essa força só pode ser a presença de Deus. Afirmo que Deus mora no átomo, como na galáxia e em todos os seres que a habitam.



Última edição por Miguel Arcangelo Faccio em Qua 31 Maio 2017 - 9:09, editado 1 vez(es)

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Ter 16 Maio 2017 - 17:29

27/03/2015
A vida aqui na matéria está muito mal-entendida pela maioria dos humanos. Julgam que devem aproveitar e realmente se dedicam de todas as formas para esse mister. Fazem da passagem pelo corpo físico todas as formas de orgias. Estão interessados somente em levar vantagem, o resto é o resto. Também foram educados para as coisas materiais e é a esse “senhor” que obedecem. É o que lhe dá retribuição imediata. Não se preocupam em saber mais sobre o porquê estão aqui. Essa é uma opção que fazem questão de protelar para o mais longe possível. Quando chegar o momento, vamos ver. Bem dizia Jesus: “Ó raça incrédula, até quando vos ei de suportar”? Realmente, esses reencarnam enésimas vezes sem apresentar evolução alguma. Seus corpos perambulam pelo planeta, mas seus espíritos simplesmente estão dormindo. Há a necessidade imediata de uma tomada de consciência de sua situação de filhos de Deus que precisam evoluir. Vieram à matéria com esse objetivo e há urgência em cumpri-lo, pois, o tempo anda célere e está próximo o fechamento deste ciclo evolutivo para o planeta.


Última edição por Miguel Arcangelo Faccio em Qua 31 Maio 2017 - 9:10, editado 1 vez(es)

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Qua 17 Maio 2017 - 9:01

28/03/2015
A mestria é a coroa de todo o espírito. Para o ser humano, ela representa a complementação de toda a trajetória possível, tanto ao nível intelectual, como ao nível moral. Ela se conquista, através de uma quantidade grande de reencarnações, bem como um tempo muito longo. Somente Deus sabe o nosso início como individualidades conscientes. A nós somente cabe o esforço para chegar lá. O esforço, até, não é muito grande. Falta-nos a conscientização de que para alcançá-la, simplesmente não precisamos fazer nada. Não precisamos trabalhar de sol a sol, como se fôssemos mulas de carroça. Não precisamos nos preocupar com o dinheiro, com os bens materiais e em onde iremos aguardar a colheita de nossa lavoura. Jesus já nos dá o caminho, a solução, dizendo: “Busca em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, e tudo mais vos será dado de acréscimo”. Tem razão o Cristo, pois, ao nos afastarmos das coisas materiais, os seus problemas também se afastam. Não podemos prescindir dos bens materiais, só não devemos nos apegar a eles. Partindo daí, fica mais fácil chegar à mestria.


Última edição por Miguel Arcangelo Faccio em Qua 31 Maio 2017 - 9:10, editado 1 vez(es)

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Qui 18 Maio 2017 - 9:12

29/03/2015
A grande dificuldade do ser humano é conscientizar-se de que é um espírito saído de uma partícula de Deus, imerso em um corpo físico. Grande parte dos homens sabe, mas não consegue vivenciar. Mesmo as religiões cristãs dizem e ensinam a seus fiéis que são filhos de Deus. Isso não é suficiente, precisam vivenciar, praticar. Sem essa vivência é, digamos assim, nada. Será indiferente, quando tiver que retornar ao mundo espiritual. Não adianta nada saber que são filhos de Deus e continuar a pecar contra os dez mandamentos. O saber precisa concordância e vivência do ser, caso contrário, o pecado será ainda maior. Sabia e mesmo assim fez. Enquanto essa humanidade continuar com essa mentalidade, essa forma de pensar, essa forma de agir, continuará a ser presa fácil das sombras e das coisas materiais. O que essa humanidade precisa é de uma grande revolução cultural e moral, sem a qual não sairá de atoleiro em que se encontra.


Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Sex 19 Maio 2017 - 9:29

29/03/2015
A grande dificuldade do ser humano é conscientizar-se de que é um espírito saído de uma partícula de Deus, imerso em um corpo físico. Grande parte dos homens sabe, mas não consegue vivenciar. Mesmo as religiões cristãs dizem e ensinam a seus fiéis que são filhos de Deus. Isso não é suficiente, precisam vivenciar, praticar. Sem essa vivência é, digamos assim, nada. Será indiferente, quando tiver que retornar ao mundo espiritual. Não adianta nada saber que são filhos de Deus e continuar a pecar contra os dez mandamentos. O saber precisa concordância e vivência do ser, caso contrário, o pecado será ainda maior. Sabia e mesmo assim fez. Enquanto essa humanidade continuar com essa mentalidade, essa forma de pensar, essa forma de agir, continuará a ser presa fácil das sombras e das coisas materiais. O que essa humanidade precisa é de uma grande revolução cultural e moral, sem a qual não sairá de atoleiro em que se encontra.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Sab 20 Maio 2017 - 9:43

30/03/2015
A Noite do espírito dura até o momento em que ele elevar seu pensamento à fonte de todas as coisas. Enquanto isso, ele continua pensando a situação em que se encontra. Seu tormento lhe parece eterno, porque ele também vive o tempo de Deus, que é o simples agora. Não antevê seu passado ou futuro, porque são tempos somente intelectualizáveis pela dualidade, e a dualidade somente existe no pensamento do ser encarnado, para que possa intelectualizar os contrários, os extremos, pois sem ela não lhe seria possível entendê-los. A noite do espírito dura até acordar para sua realidade. O estado em que se encontra é resultado de suas criações quando encarnado. Se assim não fosse, Deus seria injusto. Também sabemos, muito bem, que cada ser, seja ele, como entendemos, animado ou inanimado, é uma parcela de Deus. Como tal, apenas está momentaneamente resgatando as infrações cometidas contra a grande Lei. No momento em que elevar seu pensamento e pedir ajuda, certamente a receberá. Nós é que fazemos o nosso céu ou o nosso inferno.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Dom 21 Maio 2017 - 9:43

31/03/2015
Saint Germain insiste que apliquemos o nosso conhecimento às coisas do espírito. Dizia: “Saber, Ousar, Fazer e Calar”. Para saber é necessário que apliquemos esforço na busca do conhecimento e sobre esse conhecimento buscar a confirmação e analisar a viabilidade. Ousar, quando se tem o conhecimento, é necessário, pois, como se diz, deve-se pôr a cara a tapa. Ser ousado, aguerrido, sem extrapolar o limite do aceitável. Fazer, esse é o mais importante. O conhecimento não pode ficar estacionado. Precisa ser dinâmico pôr-se na linha de frente. O conhecimento, sem a sua aplicação, torna-se estéril. Como diz Jesus, “A árvore que não dá fruto é cortada pela raiz”. Quanto mais aguerrido for, maior será o resultado do conhecimento. Quem já fez o conhecimento produzir, deve calar. Ninguém precisa tomar conhecimento das coisas que fez. Aquilo que fez é sua responsabilidade e, de acordo com a Lei de Causa e Efeito, terá bônus em evolução ou terá que a ressarcir, se tiver resultado em prejuízo, quer a si ou ao próximo.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Seg 22 Maio 2017 - 9:04

01/04/2005
O princípio que dá a vida é o amor. O princípio que mantém a vida também é o amor. Foi a partir do amor que Deus compartilhou o seu conhecimento, a sua existência e a sua vida. Pelo amor, estabeleceu uma morada em cada ser criado. No átomo, para manter a harmonia entre os elétrons, os nêutrons, o núcleo e os outros elementos que o compõem. Nos seres que a ciência humana considera vivos, também estabeleceu uma morada. Ali mantém todos os movimentos de que o ser precisa para que possa guardar a vida. Quando essa lhes escapa, surge a morte, que nada mais é do que o retorno dos elementos que o compõem à sua forma original. Embora nossa ciência tacanha ainda não aceite, todos os seres, dos átomos às galáxias e aos seres que consideramos vivos, também possuem inteligência. Cada um com sua forma de inteligência, mas a possuem. Assim, o amor de Deus se espalha por todos os reinos, do elemental ao Deva. Dessa forma, o poder criador da Divindade se perpetua “per secula seculorum”. Cada um com aquilo que pode suportar e pode executar. Não podemos nos esquecer das palavras de Saint Germain: “Eu sou Deus em ação”. Cada elemento, de cada reino, repete essas palavras. Assim, o amor se perpetua.


Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Ter 23 Maio 2017 - 9:28

02/04/2015
A vida é o princípio que dá condições de desenvolvimento e evolução às espécies. A vida não se resume à que conhecemos aqui na terceira dimensão. Ela se estabelece em todos os reinos e em todos os orbes existentes no universo. Os terráqueos precisam da dualidade para entender as coisas, quaisquer que sejam. Aqui, só conhecem a vida daqueles que se consegue mostrar e que seja perceptível aos olhos humanos. A vida é muito mais. A vida poderia ser sinônimo de existência. Aqui na terceira dimensão, os humanos não conhecem a vida que os antecedeu, a primeira e a segunda dimensões. Também, nem de longe pressupõe a vida nas outras vinte e três dimensões que estão à sua frente. Para uma simples ideia, a existência física pressupõe um índice de densidade e peso atômicos. Essa é a condição que estabelece os tipos de corpos celestes, como os corpos físicos, onde se estabelece a vida. Em corpos celestes, onde há a mesma densidade e peso atômicos, podem surgir corpos semelhantes. O ser humano precisa abrir os olhos e a mente para que sua percepção ultrapasse os limites da terceira dimensão, que o bitola como que dentro de uma caixa escura.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Qua 24 Maio 2017 - 9:14

03/04/2015
A vida é princípio Divino que mantém todos os seres. Podemos dividir a vida em cinco grandes correntes. Primeiro, a vida dos átomos e minerais que é aparentemente estática, mas que evolui através dos éons de tempo. Segundo, a vida dos vegetais que guardam a vida dentro da semente. Essa semente pode gerar outra planta perfeitamente idêntica à que lhe deu origem. Terceiro, a vida dos animais, que ainda não são uma individualidade espiritual, são uma individualidade monádica. Na morte do animal, sua alma volta à mônada que lhe deu origem. Quarto, a vida do ser humano, que difere totalmente das outras vidas. Ela é uma individualidade espiritual. Quando o corpo morre, ela vai onde o seu peso específico a coloca. Quem guarda a vida é o espírito. Quando reencarnar, irá continuar a sua evolução. Cada espírito tem a sua característica própria e ela sempre prevalece. Quinto, a vida dos seres essencialmente espirituais. A vida já está em si e colaborando com o Criador, na harmonia universal, também evoluem. Essas são as diversas formas como a vida se apresenta.


Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Qui 25 Maio 2017 - 9:12

04/04/2015
A vida, princípio Divino que mantém todos os seres. A raça humana apenas conhece parcela do que é a vida. As ciências humanas bitolaram-se pelo materialismo que é cego como uma mula de carroça. Não consegue ver para os lados. Ainda se julga como o Suprassumo do conhecimento, colocando-se como a única raça inteligente, não só no planeta como no universo. Insano que és! Nosso planeta é menos que um grão de areia no universo. Está apenas em quarto ou quinto lugar, em tamanho, em nosso sistema solar. Nosso sol é apenas de quinta grandeza. Há em nossa galáxia outro sol, que é, nada mais nada menos, do que mil e duzentas vezes maior que o nosso sol. Mesmo sabendo de tudo isso, o homem se considera o único no universo. Mesmo sabendo de tudo isso, o homem faz de tudo para destruir esse pequeno grão de areia. Quantas vezes precisará ser degradado para outros planetas para aprender que não é dono de nada, nem mesmo de seu próprio corpo, que é apenas um instrumento onde o espírito irá interagir na matéria densa? É preciso acordar antes que, em nosso grão de areia, seja exterminada a vida que conhecemos.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Sex 26 Maio 2017 - 8:52

05/04/2015
A presteza em buscar a evolução espiritual está ligada ao acordar do espírito para sua condição de parcela da Divindade e experienciador do conhecimento Divino. Enquanto o espírito continuar subordinado ao consciente exterior do corpo físico, sempre terá dificuldade na busca de sua mestria. Ao menos os povos ocidentais, estão muito mais fixados na matéria, por isso a dificuldade desses povos em se fixarem mais profundamente nas coisas do espírito. Essa dependência da matéria foi implantada no ser humano desde a mais tenra idade, condicionando-o a sempre buscar e dar primazia ao ouro e à prata. É muito rara a família que dedica parte do seu dia a fazer com que seus rebentos se libertem das coisas materiais, e deem asas a seu espírito para que busque o Divino dentro de si. Não é de se estranhar a belicosidade desses povos, especialmente quando está em questão as coisas que fenecem junto com o corpo. A busca da evolução espiritual, da mestria, é uma lei impressa por Deus em nosso DNA, e, cedo ou tarde, o ser humano terá que baixar a cabeça e subordinar-se a ela. Nesse momento, terminarão as contendas.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Sab 27 Maio 2017 - 9:08

06/04/2015
A subida do espírito humano rumo a sua evolução espiritual, mesmo se processando de forma lenta e progressiva, sempre é uma alegria indizível ao espírito, por sentir-se cada vez mais próximo da Fonte que lhe deu a sua individualidade. Fazendo uma pequena comparação, poder-se-ia dizer que é, talvez, maior que o atleta quando ganha uma medalha de ouro. Embora seja um tanto irrisória a comparação, precisamos da forma material para podermos entender a espiritual. Embora estejamos ainda envoltos pela dualidade a ponto de precisarmos dos opostos para podermos entendê-los. Sabemos que as aquisições ao nível espiritual não podemos sentir ao nível material, pois nosso consciente exterior não possui parâmetros de comparação, tornando-se, assim, quase impossível aquilatá-las. Temos, aqui na matéria, que fazer como no ditado popular: “Não creio nas bruxas, mas que elas existem, existem”. Nosso consciente exterior é como São Tomé, precisa ver para crer. Por isso lhe é tão difícil intelectualizar as coisas do espírito.


Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Dom 28 Maio 2017 - 9:07

07/04/2015
O florescer do desenvolvimento humano somente é possível quando ele conseguir conjugar os dois ramos evolutivos que sustentam o desenvolvimento. Sem sombra de dúvidas, são o desenvolvimento moral e o desenvolvimento intelectual. O primeiro se refere à primeira parte do agregado espírito/matéria, que determina a harmonia do ser, da sociedade e do planeta. Ele dá a sintonia harmônica a todo o sistema. O segundo se refere às aquisições do consciente exterior que independe do primeiro para evoluir. Sempre que este evolui mais que o primeiro, há a desarmonia. Toda desarmonia leva à dominância de alguns sobre a maioria. Há o escravagismo velado, que, muitas vezes, apenas para ludibriar, aparece com benfeitores da humanidade durante o dia e à noite suga-lhe o sangue e o suor. Ninguém pode caminhar quando as duas pernas do desenvolvimento estiverem desproporcionais. Para poder fazê-lo, terá que ter o apoio em alguém. Esse é ainda o grande mal de nossa civilização que só procura o ouro e a prata, e o espírito, a moral, deixa para lá, é para os carolas.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Seg 29 Maio 2017 - 8:39

08/04/2015
O ser humano, quando não evoluído espiritualmente, com muita facilidade torna-se o algoz de seus semelhantes. Especialmente quando está demasiadamente apegado às coisas materiais, e, ainda mais, quando exerce posição de destaque dentro da sociedade. Como diz o ditado Romano, “homo homini lúpus est”, embora a própria civilização romana fosse o “lobo” das civilizações vizinhas. Atacava, dizimava e os que sobravam tornavam-se seus escravos. Hoje, ainda, embora a civilização atual considere-se civilizada, veladamente continua a ser o “lobo” dos outros. Isso demonstra que essa civilização evoluiu muito intelectualmente nas ciências humanas, mas deixou para trás a ciência do espírito, aquela que o acompanha para a eternidade, ao passo que a outra termina no momento da morte do corpo. O ser humano precisa, ainda, andar muito até equilibrar a evolução do consciente exterior e a evolução moral do espírito. Insensato que és, ainda continuas a correr atrás daquele que no final de teus dias te passa a perna, largando-te como quando vieste a este mundo; nu, ignorante e simples.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Ter 30 Maio 2017 - 9:02

09/04/2015
Os planetas, assim como todos os seres criados, têm o seu período de amadurecimento e, depois, um período de estabilidade, para então ir retornado para a energia primeva. Muitos planetas já tiveram a manutenção da vida física, semelhante à da Terra, e hoje já não apresentam mais essa característica, por terem seus ecossistemas sido destruídos pelos seres que os habitavam. Hoje já não apresentam mais essa possibilidade. A vida não vegeta somente em condições iguais às da Terra. A vida não é somente aquela que conhecemos, suportada por seres humanos na terceira dimensão, como a nossa. Há vida em tudo. A vida não precisa somente de um corpo físico para existir. Essa é a que nossos olhos podem ver. Existem também vidas que não podem ser percebidas pelos nossos cinco sentidos, opacos e minguados, que possui essa raça humana. Dizia o filósofo: “Existem muito mais coisas entre o céu é a terra do que pensa nossa vã filosofia”. Isso é uma realidade, pois o consciente exterior do ser humano é bitolado pela sua ignorância.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Qua 31 Maio 2017 - 9:08

10/04/2015
A verdade, é do tamanho de Deus. Portanto, não temos o direito de atribuir que a nossa verdade é absoluta. Dizia o Dalai Lama: “A verdade é muito grande para caber em nossa cabeça, cada um possui parcelas da verdade”. Essa é uma grande realidade de que o ser humano atual precisa conscientizar-se. Cada religião se atribui ser a procuradora de Deus sobre a Terra. Isso espalha a cizânia, as contendas e os ódios, a ponto de impor a sua verdade pela força ou pelo fuzil. Eu diria mais, não desdenhes as verdades dos outros porque diante de Deus ela pode ser mais plena que a tua verdade. Precisamos estar sempre de mente aberta para perceber as novas verdades que o mundo espiritual continuamente está lançando para a humanidade. Aqui podemos fazer alusão à Parábola do Semeador, em que Jesus diz “que “as sementes caíram em terra fértil, outras sobre as pedras, e outras as aves dos céus as comeram”. Infelizmente, as verdades lançadas no século passado, muito pouco o foi em terra fértil. Isso se deve a que cada ser se considera como sendo possuidor da verdade e nenhuma verdade poderá ser superior à sua. Como dizia o Cristo: “Ó raça incrédula, até quando vos ei de suportar”?

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Qui 1 Jun 2017 - 8:57

11/04/2015
A verdade é do tamanho de Deus. Ela é revelada para a humanidade de acordo com a sua evolução intelectual. Em nossa civilização, a primeira revelação surgiu através de Moisés, que trouxe o conhecimento do “Deus Uno”, que se identificou como sendo: “EU SOU AQUELE QUE É”. “Diga ao povo, aquele que se chama EU SOU manda-me junto de voz”. Foram necessários cinco a seis séculos para que a humanidade estivesse pronta para nova revelação, que se efetuou através de Jesus, que nos trouxe o conhecimento do amor, o amor incondicional, dizendo “Ama a Deus de todo o teu coração e ao próximo como a ti mesmo”. Em bem menos tempo, um século e meio após, através de Kardec, o mundo espiritual revela a pré e a pós existência do espírito. Em menos de oitenta anos após, Saint Germain vem explicitar o uso do “EU SOU” (o nome de Deus), o seu entendimento e a importância em nossa vivência na matéria. Em menos de cinquenta anos após, Djwal Kuhl, um Mestre Oriental, traz o conhecimento dos Raios Divinos. Pode-se ver que a liberação parcial e contínua da Verdade está se acelerando. Isso prova a iminência de transformações em nossa civilização.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Sex 2 Jun 2017 - 9:06

12/04/2015
Já poderíamos ter alcançado a nossa evolução espiritual, se não fôssemos tão cabeças duras, tão apegados aos nossos conceitos, dogmas e conhecimentos adquiridos por antepassados distantes. Estamos remoendo ainda formas de pensar, conhecimentos milenares, que serviram muito bem a esses povos em seu desenvolvimento intelectual e sócio-religioso. Esquecemo-nos de evoluir também em nosso conhecimento ao nível do Todo, da Grande Energia, de Deus em última instância. Esquecemo-nos que a Divindade é dinâmica. Esquecemo-nos, de que não somos, simplesmente por falta de espaço em nossa inteligência, açambarcadores do conhecimento Divino. Precisamos andar muito para chegar lá. Mal conhecemos um palmo diante do nariz e queremos ser os donos da verdade. Essa incapacidade de ser é como diz o filósofo, “A única coisa que sei é que nada sei”. Nos falta a humildade de nos colocarmos ante o universo e reconhecer que ele é infinitamente superior à nossa cabeça. Não podemos pretender mudar nossa religião, mas precisamos mudar a nossa própria visão da Fonte do Todo, se quisermos evoluir até alcançar a nossa mestria.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Sab 3 Jun 2017 - 14:48

13/04/2015
Somos ainda seres inconscientes e inconsequentes. Inconscientes, pois andamos por este planeta como sonâmbulos, que não sentem nem pressentem que seus atos, palavras e pensamentos é que determinam a sua vida, muitas vezes a presente, mas sempre a futura. Inconsequentes, porque parece que nem estamos aí para os sinais que surgem em nossa vida demonstrando que precisamos mudar, mas como sempre, não estamos nem aí. Continuamos a tratar quem comanda a existência do corpo físico como se ele estivesse, e realmente está, dormindo. Aliás o que mais sabemos fazer é pôr o nosso espírito a dormir. Se não o alimentamos, é isso que fazemos. Se só nos preocupamos com as coisas materiais, é isso que fazemos. Querem saber como se sente seu espírito nessas situações? Pare de alimentar seu corpo por cinco, dez ou quinze dias para sentir o que seu espírito sente, quando o condenas ao esquecimento, pelo teu consciente exterior. Bem dizia o Buda Gautama que “Precisamos andar no caminho do meio” para haver harmonia.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Miguel Arcangelo Faccio em Dom 4 Jun 2017 - 9:44

14/04/2015
O espírito, a essência Divina, a parcela de Deus que reside em cada ser, em cada átomo e em cada galáxia, é que comanda seus movimentos. Embora nossos olhos não possam ver, as nossas máquinas conseguem mostrar que tudo no universo se movimenta. Nada permanece estático, porque a inexistência de movimento corresponde à morte. A morte nada mais é do que a porta que leva cada individualidade que compõe o ser às suas partes primevas, aos elementos que lhe deram origem. Os elementos que giram em torno de um núcleo formam a unidade do átomo. Os planetas que giram em torno do seu sol formam também uma unidade solar. Os sóis de uma galáxia, da mesma forma, formam a unidade galáxia. Podemos dizer que cada um desses conjuntos forma um organismo. Todos eles têm movimento em seu conjunto, ou em suas individualidades, a presença do espírito é da parcela de Deus que neles reside e comanda-os, em sua individualidade ou em seu conjunto, os seus movimentos. Por isso não pode haver acaso no universo. Por isso tudo é Deus em ação, tanto nas individualidades como em seu conjunto. Dessa forma, eu também sou Deus em ação.

Miguel Arcangelo Faccio

Mensagens : 1039
Data de inscrição : 03/01/2011
Idade : 73
Localização : Passo Fundo (RS)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum