PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 10 Out 2017 - 8:20

01/09/2015
A descida do espírito à matéria o leva a uma escola muito importante, embora fique por algum tempo preso em um escafandro que lhe tolhe toda liberdade e a consequente memória de quem realmente é. Está nesse tempo condicionado pelo Véu do Esquecimento, tornando-se um náufrago em uma ilha deserta. Tem vaga ideia, mas está bitolado àquilo que o consciente exterior captou do conhecimento que o ambiente lhe forneceu. Muito está em seu desejo de compreensão de sua situação. Quando esse desejo o impulsiona para a descoberta de quem é, facilmente reconhecerá e descobrirá a sua origem. Então, encontrará o caminho aberto para seu voo às alturas, porque o corpo não lhe é mais um empecido, torna-se seu auxiliar no desbravamento daquilo que estava escondido, mas que começa a tornar-se realidade. Tem a liberdade de perquirir o invisível e tem também a liberdade de penetrar todos os mistérios. Dentro do que fora o escafandro, agora pode usá-lo para, como diz Saint Germain, “Saber, ousar, fazer e calar”. Dessa forma, aquilo que os homens consideram mistérios, torna-se claro como a luz do meio-dia.



02/09/2015
A incredulidade humana em aceitar coisas novas, de um modo especial, conhecimentos que se relacionam com o espírito, está vinculada à sua dependência demasiada dos conhecimentos do passado. Até parece que o consciente exterior tem medo de perquirir, de testar, de buscar respostas sobre coisas que o mundo espiritual libera para a humanidade beneficiar-se em sua caminhada evolutiva. Talvez, a dependência demasiada aos milagres, às benesses, ao Deus dá, ao Deus tira e ao Deus castiga, imposto pela doutrina religiosa que trouxe o conhecimento do ensino do Cristo até os nossos dias. Mesmo que o ser humano tenha transitado por outras doutrinas, levou junto essa interdependência daquelas imposições. Isso leva o ser humano a percorrer os caminhos dos outros, e, no entanto, o caminho sempre é individual. Temos, como parcelas Divinas, a liberdade de fazer ou deixar de fazer, sempre com as devidas implicações. Temos o poder criador para criar o nosso mundo e o fazemos inconscientemente, e conscientemente buscamos a guarida no passado. Falta-nos a sabedoria de buscar aquilo que nos chega, pesquisando e perquirido os maiores do mundo espiritual sobre aquilo que nos vem.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 11 Out 2017 - 9:21

03/09/2015
Tudo no universo é plasmado pelo pensamento. Esse poder é inerente a toda criatura que possui uma individualidade consciente. O que precisamos é convencer nosso consciente exterior de que também o possuímos. Como somos inconscientes dessa realidade, criamos toda sorte de criaturas, que largamos no astral. O astral da Terra é uma região em torno do planeta onde se concentram todas as formas de energias negativas exaladas por seres inconscientes de seu poder criador, e que se juntam a outras de mesmo teor vibratório, retornando ao seu criador. Assim como o ser humano cria com o pensamento tantas coisas que pela sua vontade se materializam, da mesma forma seus sentimentos que são uma expressão de seus pensamentos, no astral também criam forma. Dependendo da constância e da intensidade, também se materializam no mundo físico e geralmente essas criações se materializam em forma de doenças de difícil cura. A solução para isso também está no pensamento. Saint Germain nos dá a solução: “Queimar essas energias com o poder do Fogo da Chama Violeta, emitido pelo pensamento”.



04/09/2015
A nossa inconsciência de nossa realidade espiritual leva o ser humano para caminhos muito tortuosos. Aqueles que deveriam educar o recém-chegado, a uma vida mais ligada ao espírito, preferiram educá-lo para as coisas materiais. Isso criou uma desproporção na formação do novo ser. Há muito tempo que a grande maioria dos pais ou responsáveis pela educação de seus rebentos somente se preocupa em preparar o novo ser para o mundo e se esquece de que estamos no mundo, mas não somos do mundo. Estamos aqui somente de passagem. Estamos aqui para aprender mais alguma lição e logo voltaremos para o nosso verdadeiro lar. Essa demasiada importância que é dada à matéria desliga o consciente exterior do pequeno ser, e isso continua pela vida, de sua real descida à matéria. O que veio fazer aqui? A sociedade atual está invertendo os valores. Aquilo que deveria ser o auxiliar, tornou-se o principal, e o principal foi relegado ao esquecimento. Assim, sem ser notado, sem ser alimentado, o espírito é condicionado a dormir e muitas vezes até a perder a encarnação por sua incúria e desleixo.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 12 Out 2017 - 8:30

05/09/2015
O ser humano é muito dependente dos conhecimentos pesquisados e intelectualizados por outros. Está certo, pois, de alguma forma, o embasamento de nosso consciente exterior precisa ser calcado em descobertas já fixadas no consciente coletivo, é isso que fará despertar dentro do novo ser a intelectualização do desenvolvimento social, material e religioso da atual humanidade. Mas, hoje, especialmente, em que a evolução científica está-se desenvolvendo de uma forma muito acelerada, e o desenvolvimento espiritual deve acompanhar. Precisa o ser humano abrir também a sua mente a todo esse desenvolvimento, que, unidos, levarão a civilização a mais uma Idade de Ouro. Essa união do espírito e da matéria, do conhecimento e da moral, precisam estar sempre juntos e crescer de forma harmoniosa. Onde não houver esse crescimento harmonioso, surge a dominância, e geralmente, impositiva de alguns sobre a comunidade, tanto regional, nacional ou internacional. Parece que está faltando à humanidade esse crescimento harmonioso, onde grupos tentam dominar e impor, a força, seus princípios, que geralmente são falsos ou falsificados na interpretação de conhecimentos antigos.



06/09/2015
No corpo físico, estamos imersos num caldeirão onde fervilham todas as criações humanas. Essa faixa energética, que envolve o planeta, é composta de todos os pensamentos e palavras expressas pelos seres humanos em todos os tempos. Essas energias, especialmente as menos qualificadas, precisam ser transmutados para que a atmosfera seja limpa da pior exsudação que o ser humano possa retirar de sua mente doente e impregnada dos piores vícios que essa humanidade possa ter, que é orgulho, a avareza e os apego aos bens materiais. Essas energias geradas em todos os tempos formam as pestilências onde os humanos devem permanecer. Essas criações desregradas penetram facilmente no consciente exterior, especialmente das crianças que estão começando a formar seu consciente, levando-as facilmente a absorverem esses desregramentos humanos, pela sua inexperiência em lidar com as energias que as rodeiam. Peço a Deus que suas energias retransmitidas pelos faróis da Rádio Luz possam auxiliar esses seres iniciantes em sua caminhada e conseguirem bloquear a entrada dessas criações em seu consciente. Também, que o Raio Violeta possa transmutar essas criações desqualificados que envolvem o planeta.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 13 Out 2017 - 7:54

07/09/2015
A busca do conhecimento é o caminho que nos leva à evolução. A limitação de nosso consciente exterior somente às coisas que transitaram pelos cinco sentidos, nos é um empecilho às novas descobertas, especialmente quando temos nos olhos as viseiras impostas pelas religiões que nos impossibilitavam a visão para os lados. Temos que nos conscientizar de que o conhecimento das coisas do espírito, se consegue da mesma forma como fazemos com as coisas materiais, o conhecimento humano. Para o conhecimento das ciências humanas, todos sabemos que temos que pôr a cara nos livros. Hoje, já se usa bastante a internet. Se não buscarmos esse conhecimento, jamais o conseguiremos. Muitos não o conseguem por pura preguiça mental, que impede a pesquisa. Da mesma forma, o conhecimento espiritual precisa ser buscado, pesquisado, perquirido, porque, nem Deus nos impõe nada, nem Deus interfere no Livre Arbítrio de quem quer que seja. Se não abrir a mente, se não tirar a viseira dos olhos e ir em busca desses conhecimentos, ninguém no-lo impingirá. Tudo depende de cada ser dispor-se a receber novas informações que o plano espiritual maior, constantemente, está distribuindo a quem queira receber.



08/09/2015
A busca do Divino deve ser uma opção constante em nossa vida, pois somos uma parcela da própria Divindade. Procuramos, mesmo inconscientemente, a nossa própria identidade. Todo aquele que dedica parte do seu dia para as coisas espirituais, sem saber, estará procurando a sua própria identidade. Esta, somente nos será patente quando alcançarmos a mestria. Pode-se saber de forma intelectual, e tem-se vaga ideia de forma empírica, mas nada que seja efetivo. Através da literatura sabe-se que cada ser existente no universo é uma partícula da Divindade, mas, não se tem como provar isso, portanto há de haver por parte do consciente exterior do ser humano a aceitação dessa verdade, por ser perfeitamente lógica e racional. As religiões dizem que Deus é onipresente, onisciente e onipotente, e, essa é a forma de Ele estar presente em todas as partes. Onisciente porque, morando em tudo, conhece o funcionamento de tudo, do átomo à galáxia.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 14 Out 2017 - 8:09

09/09/2015
Os homens modernos, em sua grande maioria, vivem para a matéria e aquilo que ela possa dar. Até parecem os vendilhões do templo. Vivem com o pensamento, a alma e o espírito ligados a ela. Vão, algumas horas por semana, aos templos e, com isso, se acham quites com Deus. É bem como diz o ditado popular: “Só lembram de Santa Bárbara quando troveja”. Jesus é bem claro quando diz que “Não podemos servir a dois senhores”. Estamos arraigados no dinheiro e mal lembramos de nosso espírito, que também precisa do alimento. Precisamos dar o devido valor a todas as coisas. As materiais, são necessárias somente para a manutenção do corpo, para nada mais servem. Sua única finalidade é dar, ao instrumento que o espírito utiliza para interagir na matéria, condições de saúde e bem-estar, para que seja um instrumento dócil ao espírito. Geralmente, o ser humano trabalha como um burro de carga, para juntar bens que o “ladrão rouba e a traça corrói”. Esquece das palavras de Jesus: “Busca em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, que tudo o mais vos será dado de acréscimo”. Quem se aplicar a isso, não precisa preocupar-se com as coisas materiais, pois o universo se encarrega de satisfazer suas necessidades.



10/09/2015
No decorrer de nossas reencarnações, aglomeramos sobre nosso princípio Divino muitas cascas de energia negativa, que foi se encrostando em nosso EU SOU, impedindo que recebesse a energia Divina. Muito já foi queimado através do carma, mas muito ainda se encontra acumulado e precisa ser limpado. Conforme as palavras de Ariom, “A Chama Violeta retira as cascas, fazendo com que o EU SOU ilumine-se”. Há a necessidade urgente e premente que limpemos nosso EU SOU, que é a parte de Deus que reside no coração dos homens, para que ele possa alçar voos às alturas, onde estão as oitavas superiores de evolução. O consciente exterior do ser humano precisa ser mais dócil ao comando do espírito, para que o espírito possa alcançar mais depressa a evolução espiritual, que o auxilia com facilidade a alcançar o ápice de seu desenvolvimento, que é a mestria. Nesse momento, o espírito estará limpo de todas as cascas de energia negativa que se acoplaram sobre ele em toda a sua trajetória de espírito em evolução.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 15 Out 2017 - 10:15

11/09/2015
Simplificando, após a passagem pela porta que leva à vida após a vida, as religiões cristãs dizem que você vai para o céu ou para o inferno. É muito simplista essa afirmativa. Pelo simples fato de que a morte do corpo físico não transformar ninguém em santo ou em demônio. A morte apenas separa o corpo do espírito, falando de uma forma simplificada. Cristo dizia: “voltará ao pó da terra” ou ao elemento primevo, isto é, de onde ele foi tirado para formar o novo corpo. O espírito, por sua vez, vai para onde o leva o seu peso específico. Isso antes de dois mil e dez, quando o espírito ficava no astral até convencer-se de que precisava pedir ajuda. Após essa data, após a morte, o espírito já vai para um Hospital no Astral. Isso não o isenta de seus resgates, apenas o torna consciente de sua nova situação, a de espírito liberto do corpo físico. A sua vida lhe passa inteira diante dos olhos e é nesse momento em que o juiz, sua própria consciência, lhe mostra o que fez. A partir daí, a menos que esteja totalmente apegado à matéria, irá buscar os meios de se melhorar e de evoluir espiritualmente. O que fez de errado, dói-lhe na alma, vindo sempre à sua mente, motivo de sua dor.



12/09/2015
O objetivo do espírito é evoluir espiritualmente, alcançar a mestria. Esse objetivo está impresso em seu DNA. Não do corpo, mas no DNA do espírito. O DNA do corpo traz as características da matéria. O DNA do espírito traz as características da Divindade donde foi gerado. É em cima desses impulsos energéticos, e progressivamente evoluíeis, que o DNA do espírito, após cada etapa, recebe impulsos, Chaves de Luz, que lhe abrem novos horizontes, lhe mostram novos caminhos, lhe dão a retribuição do seu esforço em evoluir espiritualmente. Uma simples comparação pode auxiliar o entendimento: na criação do espírito, ele está no sopé de uma montanha. A cada passo evoluído, é como se subisse um pouco. Quanto mais subir, mais vai evoluir. Em consequência, pegará mais sol, terá uma visão do entorno muito mais clara e profunda. Da mesma forma, a cada conquista, novas conexões do DNA serão abertas, mostradas, até o momento em que ele puder reconhecer-se como “Deus em ação”, assim como diz Jesus, “Vos sois Deuses”. O DNA da matéria abre-se para as coisas materiais: “O conhecimento humano e científico”. Este se torna prejudicial quando se sobressai ao DNA do espírito. Tinha razão O Buda Gautama quando dizia “ser preciso andar no caminho do meio”.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 16 Out 2017 - 8:41

13/09/2015
Deus e o Espírito humano. Geralmente separamos esses dois princípios. Colocamos Deus lá no céu, local que ninguém é capaz de declinar, o separamos bem longe do espírito humano. As igrejas o fazem juiz, carrasco, insensível aos nossos olhos. Algumas, também, o põem como cobrador de impostos. Todas nos dizem filhos de Deus, mas nos pecham de pecadores. Julgam a Deus capaz de condenar seus filhos ao fogo do inferno, por uma eternidade. Esses não conhecem Deus. O espírito humano, conforme dizem os Livros Sagrados, foi criado à imagem e semelhança de Deus. Talvez por julgar a Deus como insensível às dores humanas é que agimos com indiferença para com o próximo. Temos no próximo alguém que nos sirva de escada para podermos tirar vantagem em alguma coisa. Ainda pior, educamos nossos filhos para seguirem o mesmo caminho. Pobre ser humano, ainda terá que apanhar muito da vida até aprender que somos muito mais do que aquilo que nosso consciente exterior julga a nosso próprio respeito. Como diz o Cristo, nós somos o próprio Deus. Nós criamos as pedras e os espinhos que espalhamos em nosso caminho. As dificuldades encontradas são o resultado de nosso afastamento da Fonte de todas as coisas.



14/09/2015
Temos nas Escrituras Sagradas a descrição do Paraíso. Dizem que seus habitantes viviam em contato constante com Deus. O ser humano buscou muito mais a satisfação dos próprios prazeres, que o separou de seu contato com o criador. Essa inversão de valores levou-o cada vez mais longe da Fonte donde promanam todas as coisas. Em se afastando, começou a sentir prazer das coisas materiais, coisas que não sentia quando de sua permanência no Paraíso. Não teve mais o contato com seu criador, porque preencheu sua essência das mesmas energias daquelas que ora lhe davam prazer. Assim, foi encobrindo seu EU SOU, a parcela de Deus que está em seu coração, com as mesmas energias que lhe facultavam os prazeres. Cada vez mais se distanciou da Fonte, tornando assim mais difícil seu contato com o criador. A cada retorno à matéria, a um corpo físico, mais engrossava a crosta de energias negativas sobre o EU SOU, que, sufocado pelo esquecimento do comerciante exterior, era condenado a permanecer no corpo físico apenas para manter-lhe o funcionamento.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 17 Out 2017 - 9:25

15/09/2015
A busca do Divino precisa ser uma atividade constante em nosso dia a dia. Isso não implica na interrupção de nossa atividade laborativa. A atividade laborativa não é empecilho para a busca do Divino. São duas atividades totalmente diversas. Uma não exclui a outra. Se Deus quisesse a exclusividade da atividade espiritual, nos teria dado a cama e a mesa dentro dos templos. Pelo contrário, disse: “Crescei e multiplicai-vos”. “Comerás o pão com o suor do teu rosto”. Deus nos criou para nos tornarmos perfeitos, como diz Jesus: “Sede perfeitos como perfeito é nosso Pai que está nos céus”. Precisamos aprender a declinar os dois verbos, concomitantemente, orar e trabalhar. É na conjugação desses dois verbos que está a evolução espiritual. O trabalho é necessário para fortificar o corpo, ao passo que a contemplação é necessária para fortificar o espírito. Quanto mais harmônica for a conjugação desses dois verbos, maior será a nossa ligação com o divino, e, nesse momento, estaremos dentro das palavras de Jesus: “Buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça e tudo mais vos será dado de acréscimo”. Assim, poderemos viver do Divino, da opulência de Deus.



16/09/2015
O princípio vivendo em todos os seres é o mesmo, é a presença da Energia que chamamos de Deus. Nada e ninguém possui vida por si só. Tudo, do átomo à galáxia é mantido, funciona, vive através dessa Energia Divina. Dessa forma, dá para entender o ensino das religiões, que Deus é onipresente. Pena que não sabem como essa Presença age. A incompreensão dessa Energia que chamamos de Deus ainda demonstra a nossa inferioridade, a incapacidade de nosso consciente exterior em entender e absorver esse conhecimento. Isso acontece porque desleixamos o convívio com as coisas do espírito. Vivemos muito para a matéria e pouco para o espírito. Isso dá um desequilíbrio no crescimento de nossa dualidade, espírito/matéria. Precisamos desenvolver a matéria, mas não podemos descurar o espírito. O Cristo dizia, “Não sou eu quem faço, o Pai que está em mim é quem faz”. Ou também, “Vós sois Deuses”. Sai Baba, um mestre desencarnado há pouco dizia: “Eu sou Deus e você também é, eu sei e você precisa sabê-lo”. Quanto mais nosso consciente exterior entrar dentro desse conhecimento, os mistérios que ora julgamos, se tornarão claros como o sol do meio-dia.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 18 Out 2017 - 9:45

17/09/2015
O conhecimento adquirido precisa ser experienciado. Talvez seja por isso que até o século passado ele foi tão esparso. Talvez tenha sido pela pouca evolução intelectual da humanidade de então. Quando a evolução das ciências humanas começou a aflorar, estava na hora de os conhecimentos do espírito também saírem, progressivamente, debaixo do véu de secreto. Assim, concomitantemente, as descobertas de ambos os lados do conhecimento foram surgindo. Para a perfeita intelectualização dos conhecimentos do espírito, há a necessidade da evolução do intelecto, do consciente exterior, da humanidade. Embora o conhecimento relacionado ao espírito não seja muito aceito em meio a mentes muito apegadas com as coisas e os conhecimentos que se relaciona com a matéria. Talvez, pela incompreensão de que as duas pernas do conhecimento precisam crescer igualmente, para que haja a evolução integral do ser humano. A função da evolução do conhecimento humano é acelerar a evolução do espírito, embora, muitos prefiram ficar somente na evolução do conhecimento humano. Talvez seja esse um dos motivos de tanta desarmonia na sociedade terráquea.



18/09/2015
A vida no planeta Terra deveria ser outra. O Projeto Terra foi planejado nos mínimos detalhes. Inicialmente, sua execução se processou normalmente. As duas primeiras Raças-Raiz completaram satisfatoriamente o projeto. A partir da terceira Raça-Raiz, começaram a surgir problemas, em vista do descaminho que o ser humano trilhou, inicialmente, pelo mau uso do Livre Arbítrio e, depois, pela chegada de espíritos degredados de seus planetas de origem, que trouxeram junto de si, incrustada em seu EU SOU, a Essência Divina, a carga de energia negativa. Conforme reencarnavam, ia surgindo novamente em seu proceder, levando, assim, a desestabilizar energeticamente todo o planeta. Os carmas foram-se acentuando, e a degradação progressiva foi-se estabelecendo, levando a civilização atual ao estado de desarmonia a que se encontra hoje. O ser humano precisa aprender às suas próprias custas, pois nem mesmo Deus intervém no Livre Arbítrio de quem quer que seja. As transformações planetárias estão aí e, pelo jeito, parece que muitos espíritos terão que ser degredados novamente, pela sua dificuldade em aprender a lição.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 19 Out 2017 - 9:47

19/09/2015
A vida sempre se renova. Não somente a nível material, mas também a nível espiritual. Pode haver diferença na forma como cada estágio de renovação se processa dentro do binômio matéria/espírito. Especialmente na matéria, nada se desgasta, desaparece ou some. O nosso grande problema está em nossa visão, pois podemos analisar somente as coisas visíveis. Há uma lei da física que diz: “Na natureza nada se c ria, nada se perde, tudo se transforma”. Na sustentação de um organismo, há o aporte de miríades de vidas menores, muitas delas formadas, também, de miríades de outras vidas menores, que não desaparecem na morte do organismo, mas, simplesmente, retornam à fonte donde vieram. Se essas vidas menores também desaparecessem, haveria o desgaste da fonte, e chegaria um momento em que a fonte secaria. No entanto, a fonte permanece, porque os elementos que dela saem, a ela retornam após cumprir seu estágio. Assim, a sustentação da vida será sempre permanente. A nível do espírito, a vida sempre se acresce em forma de evolução. Sempre há espaço para uma vibração em um tom acima, que faz ascensionar o espírito.



20/09/2015
O corpo que temos nesta passagem pela matéria representa exatamente aquilo que precisamos ressarcir à Lei Divina, tanto com referência a nós como ao próximo. Com exceção às encarnações, cujos espíritos encarnam com missão predeterminada e com o objetivo de empurrar a humanidade para uma evolução mais rápida. Todos os outros estão na matéria para resgatar algo que ainda impede a sua elevação espiritual. Esses, parece, são a maioria, que não se contentam em espiar, pôr a limpo o seu passado, ainda acrescentam mais carma para suas próximas encarnações aqui na Terra, se não forem degredados antes disso. A Terra precisa ser limpa para que possa também elevar a sua vibração, tornando-se um planeta de regeneração, como diz Kardec. Estamos caminhando a passos largos para essa elevação energética do planeta e quem não a acompanhar, certamente será transportado para outros mundos, para lá reiniciar a sua caminhada evolutiva, do ponto zero, pois perdeu a oportunidade aqui, e sua energia não se coaduna mais com a energia do planeta.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 20 Out 2017 - 8:52

21/09/2015
A descida do espírito à matéria não acontece por acaso. Há uma preparação muito grande que envolve até os geneticistas e os engenheiros siderais, pois a presença do espírito encarnado na Terra, faz parte de todo um projeto muito bem elaborado. O objetivo principal é levar o espírito à sua evolução espiritual, isto é, alcançar a sua mestria. Assim como Adão que se deixou levar por outros atrativos que não a sua evolução, o espírito humano também se deixou levar por atrativos diversos que o levaram a acumular carmas para serem resgatados. Porque a mestria é correspondente às palavras de Jesus: “Sede perfeitos como perfeito é nosso Pai que está nos céus”. A maioria dos espíritos encarnados esqueceu-se desta máxima deixada pelo Cristo. Assim, enredando-se cada vez mais em suas próprias teias, está totalmente preso e subjugado pelas suas próprias criações, que a cada encarnação aumenta mais os seus débitos para com a grande Lei.



22/09/2015
A evolução espiritual é uma questão individual, assim como o Livre Arbítrio, cuja opção também é individual, mas que respinga sempre no próximo. As consequências não são somente no indivíduo, mas na coletividade. A ligação de todos os seres é tão efetiva que qualquer ação tem consequências no todo. Foi por isso, também, que Jesus insistia no amor incondicional, em amar até os inimigos: “Ama a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”. Eu inverteria um pouco os dizeres de Jesus. Eu diria: “Ama a ti mesmo de todo o teu coração e dá ao próximo o mesmo amor que dás a ti e assim encontrarás a Deus”. Pois Deus está em tudo e todos, e, se amamos tudo e todos, estamos amando a Deus. É por isso, também, que a evolução espiritual precisa absolutamente da opção pessoal, mas que todos se elevam juntos, porque, “somos todos um”. Assim também, se desprezarmos a evolução espiritual, estaremos freando a evolução de todos, exatamente porque “somos todos um”.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 21 Out 2017 - 10:00

23/09/2015
O sofrimento é o único freio que pode auxiliar o espírito humano a se libertar das catarses acumuladas durante suas pregressas existências. Mesmo com esse poderoso meio de frear os descaminhos do espírito encarnado, ainda continua a criar novas pedras para pôr em seu caminho. O desregramento de seus pensamentos acumula seu EU SOU, a Essência Divina em seu coração, de energias menos qualificadas, que conseguem até pôr o espírito a dormir. Aquele que deveria comandar torna-se impotente ante o desregramento do consciente exterior. Isso, em parte, deve-se à educação capenga recebida desde a infância, que foi direcionada exclusivamente para as coisas materiais, de tal forma que, desde muito cedo, só aprende a pensar em coisas materiais. Isso leva, paulatinamente, à degradação de tudo aquilo que se relaciona com o espírito. Assim, o ser humano perde a noção da dualidade, espírito/matéria, que deve crescer em harmonia e concomitantemente, para que possa se estabelecer o equilíbrio do agregado humano. Quando isso não se estabelece, há a desarmonia e o desequilíbrio dentro da sociedade humana.



24/09/2015
A evolução de cada espírito está sempre vinculada ao seu querer, à dedicação que empreende em alcançar seu objetivo. Todos temos impresso em nosso DNA o elã que nos empurra para a evolução espiritual. Essa evolução não tem um tempo determinado. Deus nos dá uma eternidade de prazo. Mas temos que estar conscientes, também, de que o nosso Livre Arbítrio nos faculta fazer ou deixar de fazer, com a devida responsabilização. Se no meu projeto de encarnação estava previsto que eu desse três passos, mas só dei um, preciso, em uma próxima existência física resgatar aquilo que não fiz. É aquilo que acontece ao aluno que não aprende o conteúdo da classe, terá que repetir o ano. Podemos dizer que a nível espiritual acontece a mesma coisa. O espírito vai descer à matéria até alcançar o objetivo proposto e que Jesus expressa assim: “Sede perfeitos como perfeito é nosso Pai que está nos céus”. Todos precisamos chegar lá. O nosso maior amigo, e inimigo também, é o consciente exterior, que se deixa dominar pelo orgulho e o ego, levando muitas vezes a agir como próprio inimigo, desviando o espírito do objetivo proposto.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 22 Out 2017 - 9:58

25/09/2015
A busca da evolução é uma condição impressa no DNA de cada espírito. O DNA da matéria apenas contribui para a formação do corpo físico, mas quem determina a individualidade é o DNA do espírito, que dá ao corpo as características necessárias para resgatar débitos pendentes que precisam ser exorcizados. A evolução significa exatamente isso, livrar-se das cargas que acumulamos sobre as costas em nossas vidas passadas. O grande empecilho à evolução está no consciente exterior, que somente sabe aquilo que lhe passou pelos cinco sentidos na atual vivência. Como a educação que recebemos desde a mais tenra idade, a evolução também se faz torta. Impossibilita ao espírito o bom uso do instrumento que usa para interagir na matéria, e isso lhe acarreta mais carmas, que precisa resgatar em próximas existências, fazendo da vida aqui na terceira dimensão um vale de lágrimas. Esse desleixo na formação do consciente exterior lhe acarreta mais tempo para vencer as etapas que conduzem o espírito à sua mestria, que é o coroamento de todas as etapas evolutivas do espírito.



26/09/2015
O dia do Senhor foi uma forma de imposição para que o povo, ao menos nesse dia, dedicasse um pouco de seus momentos ao culto e em benefício de seu espírito. Para início, a um povo idólatra e materialista, estava de bom tamanho. Como o tempo, a evolução e os novos conhecimentos, isso já não era mais suficiente. Havia a necessidade de dilatar o tempo e, às vezes, para a dedicação às coisas do espírito. Hoje, já sabemos que não é o tempo que dedicamos, mas a forma como precisamos dedicar àquilo que engrandece o espírito. A presença física nos templos não é tão importante quanto a concentração do pensamento e em qualquer lugar. De nada adianta o corpo presente se o pensamento está vagando, perdido nos meandros da baixa vibração. Muito mais importante é a concentração do pensamento, a constância e a persistência, pois eles são o alimento do espírito. Isso podemos fazer enquanto o corpo estiver executando as atividades da vida diária.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 23 Out 2017 - 8:49

27/09/2015
O futuro é o tempo da ilusão. Ele nos remete para um tempo, o qual é uma incógnita. A incerteza está ligada a ele. Quantas pessoas se fixaram nele, e ele não lhes deu respostas... O futuro é o tempo dos insensatos, dos que facilmente fogem da responsabilidade do agir e interagir. Dizia o Cristo: “Insensato, não sabes que esta noite a morte virá reclamar o teu corpo”? Do que adianta lançar a responsabilidade do fazer para quando não temos a certeza de que estaremos ainda usando o nosso corpo? Por isso, como diz Saint Germain: “Saber, Ousar, Fazer e Calar”. Temos que fazer agora aquilo que precisa ser feito. Se não for feito agora, poderá nunca ser feito. O agora é o tempo do agir. O agora é o tempo do fazer. O agora é o tempo do universo e é também o tempo de Deus. Por isso, o agora precisa também ser o nosso tempo, porque, se não for no agora, poderá não ser e o não ser é o tempo da irresponsabilidade, o tempo da preguiça e o tempo dos insensatos.



28/09/2015
O universo é um grande corpo que podemos chamar de Deus. Assim como um átomo é composto de vários elementos, como, por exemplo, elétron, próton nêutron e outros ainda desconhecidos, formam esse conjunto também detentor de vida e um tamanho ínfimo. Sua medida é feita em picômetros, que corresponde a 0,000 000 000 067 de um metro (pm), esse é o átomo de hidrogênio, o menor átomo, pois tem um só elétron girando em torno do núcleo. Podemos considerar cada sistema solar ou estrelar um grande átomo, pois tem um núcleo que é a estrela e ao seu redor, girando em torno, astros e muitos destes astros também possuem suas luas, ou poderíamos chamar “Bóson de Higgs”. Poderíamos também dizer que as galáxias seriam um macroátomo, pois possui, girando em torno de um centro, um número sem fim de sóis. E, certamente algo, por ora desconhecido, talvez o Trono de Deus, em torno do qual giram todas as galáxias. Assim, forma um grande macrocorpo, dentro do qual tudo existe, e entorno do qual tudo gira, mantendo, em cada unidade e microunidade, uma essência Divina que chamamos simplesmente de vida.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 24 Out 2017 - 8:05

29/09/2015
O ser humano precisa dar muitas cabeçadas, ainda, para aprender que é o seu próprio pensamento o criador de todos os empecilhos e pedras encontradas em seu caminho. É muito cabeça dura ainda. Foi-lhe dito, propriamente em cada encarnação, que Deus é bom e justo, e que não faz injustiça a ninguém. Já lhe foi dito também, embora erradamente, que Deus castiga, mas não se convenceu. Continua a criar para si problemas que deverão ser sanados e que ele, e somente ele, poderá exorcizá-los de sua vida. Quantas mais vezes terá que descer à matéria para convencer-se de que precisa mudar, de que precisa vigiar seus pensamentos, palavra e obras? Como diz o Cristo, “Não é o que entra pela boca que é impuro, mas o que sai dela”. Enquanto não tivermos a capacidade de controlar os pensamentos e as palavras, continuaremos a ter que remover as pedras e os empecilhos que nós mesmos colocamos em nosso caminho e que, além de atrapalharem a nossa evolução, ainda atrasam o desenvolvimento espiritual.



30/09/2015
O princípio que estabelece a vida é o amor. Foi a partir do amor que tudo foi criado no universo. O amor é tão importante que impera sobre todas as coisas. Onde há o amor, reinam a paz e a harmonia. A prova de sua importância se estabelece nas palavras de Jesus, que o iguala ao amor a Deus. Insiste no amor incondicional que é a sua sublimação. O ser humano precisa estabelecer o amor em primeiro lugar a si mesmo, aquele amor que subleva todas as coisas, é capaz de dar a sua vida para salvar a dos outros. O amor não pode ser mascarado pelo egoísmo ou pelo ego, que geralmente o conspurcam. Quando se consegue dar a si mesmo o mais puro amor, então poderemos dar ao próximo esse mesmo amor incondicional, e quando estivermos tão plenos a ponto de exercer esse amor ao próximo, então teremos encontrado a Deus. Porque Deus está em tudo e tudo é Deus. Nesse momento, estaremos cumprindo o principal mandamento, “Ama a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 25 Out 2017 - 9:09

01/10/2015
O espírito, parcela Divina, é posto na matéria para experienciar o conhecimento, e ao mesmo tempo, evoluir. A essência que está mergulhada na matéria o faz sempre em total simplicidade e ignorância. A menos quando o espírito já tiver alcançado a sua evolução espiritual, então, sua descida à matéria não é mais feita na busca da evolução espiritual, mas em missão especial de levar a humanidade a uma caminhada mais rápida em sua evolução. Esses espíritos, pode-se dizer, já vêm sem o Véu de Maya. O objetivo de sua descida à matéria difere dos outros seres humanos, que vêm para resgatar débitos de vidas passadas. Esses espíritos que já vêm sem o Véu do Esquecimento, têm todo o conhecimento. Quem encarna já é o Eu Superior, que difere dos espíritos que desceram à matéria e sua memória fica embotada pelo Véu de Maya. Esses precisam aprender tudo a cada descida à matéria, que diferem daqueles que podem lembrar-se de suas mais diversas encarnações.



02/10/2015
Os séculos passam e o ser humano ainda tem dificuldade de se fixar na única coisa indispensável para a vida. Erroneamente, desde todos os tempos desta civilização suas escolhas sempre tiveram a predominância das coisas materiais. Sabe que a vida no corpo físico dura aproximadamente um século. Poucos são os que chegam a ele e pouquíssimos são os que o ultrapassam. Parece que, até por saber disso, que se lançam ferozes sobre os bens materiais e nem se importam com a sua alma. Querem usufruir o máximo do ouro e da prata, e fazem vistas grossas às necessidades do espírito. Insensatos, se dessem mais atenção nas palavras de Jesus, poderiam usufruir muito mais, inclusive dos bens materiais. Jesus afirmou, “Busca em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, que tudo o mais vos será dado de acréscimo”. Essa humanidade prefere prender-se às coisas materiais, mesmo podendo ter tudo de “acréscimo”, se desse primazia às coisas do espírito. Enquanto não mudar a sua busca, continuará a perder tudo no momento em que a morte vier reclamar seu corpo, e ainda retorna para vida após a vida de bolsos vazios.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 26 Out 2017 - 16:23

03/10/2015
As aptidões individuais são o resultado da evolução do próprio espírito. Temos que estar conscientes de que o corpo físico, que serve de instrumento para o espírito interagir na matéria, acompanha a evolução do espírito. Que outra forma teríamos para entender o homem das cavernas, depois o “homo erectus” e atualmente o homem moderno? Embora ainda haja no entremeio deste, homens, com o desenvolvimento semelhante aos de dez a doze mil anos atrás. Ou são espíritos jovens ainda, ou espíritos que ficaram para trás, pelo seu desleixo em buscar a própria evolução. A desenvoltura e a agilidade mental do corpo estão baseadas na evolução do espírito. Isso porque o espírito precisa um instrumento capaz de suportá-lo, e tenha a capacidade de expressar e externar as necessidades do espírito. Caso contrário, o espírito se sentiria enclausurado, sem condições de expressar a sua capacidade e a sua evolução. Assim como diz o ditado popular que, “cada povo tem o governo que merece”, também podemos dizer que cada espírito tem um corpo que precisa.



04/10/2015
O futuro é aquilo que aglutinamos no presente sobre o nosso passado. Temos dificuldade de avaliar isso, pelo empecilho que nos impõe o Véu de Maya, sobre a lembrança de nosso passado. O esquecimento do passado nos impossibilita de percebermos que aquilo que criamos pelos pensamentos, palavras e obras se acopla ao que fomos no passado para formar a nossa próxima vida na matéria densa. O Cristo insistia: “Não passará nem um til nem um jota da Lei sem que tudo seja cumprido”. No entanto, as igrejas e a própria família nos introduzem dentro do conhecimento das coisas do espírito, menosprezando as palavras de Jesus. Ele dizia também: “Pedro, guarda a tua espada, porque quem com ferro fere com ferro será ferido”. Não deram atenção à ideia contida nesses dois axiomas deixados pelo Cristo. Não viram nas entrelinhas do texto que tudo o que fazemos tem implicação sobre a nossa próxima existência na matéria, e que terá que ser aqui que temos que resgatar os malfeitos, como também queimá-los com o Fogo da Chama Violeta, enquanto habitando um corpo físico.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 27 Out 2017 - 8:30

05/10/2015
A essência de tudo é a vida, ela se expressa em todas as coisas. Aos olhos dos homens, ela é muito restrita. A ciência humana a classifica como animada e inanimada. É inanimada somente diante de seu olhar tacanho e materialista, que tenta classificar tudo de acordo com as viseiras que se autoimpôs. Sua lógica não foi bastante clara ao perceber diante de seus microscópios potentes o movimento dos elétrons em torno do núcleo do átomo. Seu olhar sobre a vida é tão restrito que construiu máquinas de bilhões de dólares, dizem, para, desagregando o átomo, encontrar o Bóson de Higgs, que denominaram a Partícula de Deus. Mentes grandes para perceber a matéria, mas tão pequenas para perceber a essência da matéria, que, mesmo tão pequena, possui movimento e onde tem movimento tem vida, e onde tem vida tem uma morada de Deus. Podemos simplesmente chamar a vida de Deus. Porque a vida é sustentada por uma energia que a ciência dos homens ainda não descobriu. No entanto, é a mesma energia que mantém a estabilidade dos elétrons no átomo, como os planetas em torno de seu sistema estelar, como os sistemas em torno do sol central da galáxia. Essa energia é Deus em ação.



06/10/2015
O processo evolutivo se completa aos poucos. Precisa haver a descoberta lenta, mas progressiva do caminho que nos leva à plena evolução espiritual, à mestria. Até podemos dizer que, a cada passo dado, recebemos uma chave que abrirá uma nova porta que dá acesso ao novo conhecimento. A experienciação desse conhecimento é que faculta a progressão da evolução. Quanto mais se evoluir, mais chaves receberemos para abrir novas portas que nos darão acesso a novos conhecimentos. Precisamos estar conscientes de que nosso “EU SOU”, a parte de Deus que reside em cada ser, detém o conhecimento, mas ele não pode ser liberado para o consciente exterior do ser. Esse precisa ser conquistado passo a passo, e a cada passo conquistado, será aberta a porta de mais uma parcela do conhecimento. É por isso que, quanto mais se anda no sentido da evolução espiritual, mais depressa se alcança a mestria. É como diz o ditado popular: “devagar se vai ao longe”. Em síntese, essa é a nossa vida: experienciar, aos poucos, mas progressivamente chegar à mestria, que é o coroamento de toda a jornada de espírito, Deuses em evolução.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 28 Out 2017 - 9:44

07/10/2015
A vida na matéria está sempre condicionada pelas energias que envolvem a matéria. Essas energias normalmente são bastante relacionadas aos bens materiais. Essas evoluem o ser humano, desde o início de seu estágio no corpo físico. Partindo da educação que é totalmente voltada às coisas materiais e assim o consciente exterior se forma partindo de uma premissa falsa e que deveria estar em segundo plano. No entanto, a fazem de primeiríssima necessidade. Assim, o ser humano é preenchido das coisas e conhecimentos que o abandonam no momento em que a morte vier reclamar seu corpo. Então, partem para a vida após a vida com os bolsos vazios. Não amealharam bens que o “ladrão não rouba e que a traça não corrói”. Viveram uma vida de insensatos. Apenas acumularam pedras e espinhos para o caminho de sua próxima existência. Quando chegar lá, irá perguntar-se o porquê de tantas dores e sofrimentos, tantas pedras e espinhos em seu caminho. Como diz o Cristo, “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”.



08/10/2015
O retorno à matéria não é um acaso. Sempre é muito bem preparado. A cada ser que reencarna, há um projeto que é elaborado pelo Conselho Cármico e é exclusivo para os resgates e para a evolução daquele espírito. Ao menos de um modo geral, o espírito reencarnante toma conhecimento de sua ficha reencarnatória, e a ela dá o seu aval. Portanto, fica sabendo, antecipadamente, ao menos em linhas gerais, como será o seu novo estágio em um novo corpo. O espírito se prepara com bastante antecedência para essa importante etapa de sua evolução espiritual. Na realidade, desde que o espírito desencarna, o estudo que realiza tem como objetivo principal seu retorno à matéria. Ele mesmo sente essa necessidade. Isso é uma lei impressa por Deus em seu DNA. Por isso, ele não pode fugir desse empuxe feito pelo seu DNA, que impera sobre qualquer desejo seu. Sabe, também, que é no corpo físico que irá alcançar o objetivo de todo o espírito, que é a mestria, que lhe dá a chave para abrir e entender todos os mistérios. Embora haja espíritos que, à revelia da Lei da Evolução, retardam a seu reencarne, e nessa situação pode o Conselho Cármico impor uma encarnação compulsória.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 29 Out 2017 - 10:10

09/10/2015
Ó, Deus, nosso Pai, ó, Grande Energia! Prostro-me diante de vossa infinita bondade para vos adorar, vos louvar e vos bendizer. Sois a Fonte donde promanam todas as coisas. Sois o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. Vos peço, ó Pai, por toda essa humanidade que se encontra tão conturbada por mentes insanas que não são capazes de aceitar as diferenças entre os filhos de Deus. Insanos, querem emparelhar a todos dentro de seus acanhados entendimentos das coisas que se referem ao espírito, à alma. Querem emparelhar a todos dentro de suas teologias insanas, não admitindo que ninguém pense de forma diferente que a sua, julgando-se senhores do bem e do mal, com direito de vida e morte de quem julgam infiéis. Tende piedade deles, ó, Pai. Como diz o Cristo, “São cegos querendo dirigir outros cegos”. Suplicamos que vossos Raios retransmitidos pelos faróis da Rádio Luz consigam penetrar esses corações e mentes para abrandar e pacificar essas mentes desqualificadas e possam, assim, pacificar os seus espíritos tão conturbados pelo ódio que vertem contra os que não pensam como eles. Que a vossa paz os envolva e os apazigue.



10/10/2015
A vida na matéria é uma grande escola. O que vai garantir o efetivo aprendizado é aquilo que fazemos nesse período, com referência a nossos pensamentos, nossas palavras e nossas obras. Aqui está a chave que vai determinar a estadia na próxima encarnação, especialmente. Não podemos nos esquecer de dois fatores importantes. Primeiro, estamos na matéria para experienciar os conhecimentos. Isso se efetiva de forma consciente ou inconscientemente. De qualquer forma, experienciamos o conhecimento. O ideal é que se efetue de forma consciente, que seria muito mais meritório. Segundo, criar o universo particular. O poder criador nos foi dado por Deus ao nos individualizar de uma parcela Sua. O poder criador está sediado no pensamento, e o pensamento se expressa por palavras, que, por sua vez, se materializa pelas obras. Por isso que Jesus insistia nos “pecados por pensamentos, palavras de obras”, que muito bem poderia ter chamado de criações. Não o fez porque não o entenderiam. As criações de nossos pensamentos é que vão criar, dar condições, a nosso futuro. Desde o corpo que teremos, ao ambiente onde iremos viver.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 30 Out 2017 - 8:40

11/10/2015
O silêncio é o momento em que o espírito se emancipa. O silêncio externo é importante porque não distrai os sentidos do corpo físico. É importante que os sentidos, especialmente a audição e o pensamento tornem-se o mais possível ausentes nos momentos de recolhimento, quando quem tem que ter a liberdade de expandir-se é o espírito. O silêncio da mente dá asas ao espírito, que pode volitar para as mais altas regiões espirituais. No silêncio, a natureza se renova e possibilita o surgimento da vida. O universo executa o seu bailado harmônico no movimento de todos os astros. O sol surge no horizonte no mais profundo silêncio e entra pela janela apenas com a sua luz que consegue despertar o sentido da visão percebendo apenas a beleza de sua luz. Apenas o silêncio é o testemunho do crescimento dos seres que consideramos vivos. O silêncio tem a capacidade de remeter o nosso espírito ao encontro com a Divindade, e é então que ele consegue carregar-se das energias emanadas do coração de Deus, e retornar revigorado para continuar a sua trajetória em busca da evolução espiritual.



12/10/2015
Todo o poder emana da Fonte. Ela é a depositária de tudo o que existe. A nossa capacidade perante o céu e a terra está condicionada à nossa conexão com a Fonte. Esta, poderíamos chamar de Deus, Pai/Mãe, Universo ou qualquer outro nome que seja dado a essa energia que tem o poder de agregar tudo o que existe. Essa energia está aí, depende de cada um buscar aquilo que deseja. Esquecemo-nos de que fazemos parte dessa energia e ela nos dá a condição de criadores de tudo o que nos diz respeito, inclusive do corpo que teremos em próxima existência. Esta é uma capacidade que está a nosso dispor e, no entanto, a utilizamos tão mal que o que mais criamos para nós mesmos são cobras e lagartos, pedras e espinhos para o nosso futuro corpo. A nossa insensatez é tão grande que ainda não nos demos conta de que o nosso futuro é consequência de nossas criações. Somos o somatório de nossos pensamentos, palavras de obras. Nem mesmo Deus interfere em nosso poder criador, mas nos exige a colheita dos frutos das sementes que plantamos. Somente poderemos creditar a nós mesmos a colheita que temos que fazer.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 31 Out 2017 - 8:38

13/10/2015
Há a necessidade de o consciente exterior do ser humano creditar algum tempo para seu espírito. É indispensável que o espírito receba também o alimento que o fará crescer e se fortificar. Para que o consciente exterior faça isso, precisa ser direcionado desde a sua infância. E cabe aos pais essa responsabilidade de formar o hábito no pequeno ser. Quando isso acontece, grande parte do trabalho está feito, porque se fixou no consciente exterior essa necessidade, assim como a necessidade de se alimentar, de estudar e de trabalhar. É bem como diz aquele ditado popular: “é de pequenino que se torce o pepino”. Ou também: “pau que nasce torto, não endireita mais”. São verdades consistentes que estão contidas nesses dois provérbios populares. Crianças que crescem em famílias desleixadas e desorganizadas terão dificuldade de andar no caminho reto. Precisarão de muita força de vontade para poder vencer na vida. Não quer dizer que não consigam, mas se lhes torna um fardo bastante pesado.



14/10/2015
A centelha Divina que brilha em cada criatura é que mantém a vida. A nossa concepção de vida é muito restrita e tacanha. A vida não se extingue jamais. Engraçado, a ciência dos homens estabeleceu as leis, mas as aplicam de forma muito superficial e restrita. A ciência dos homens diz que “Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”. Essa realidade ainda é mal compreendida. Na morte de algum ser, a vida não se extingue, apenas as miríades de vidas menores que compunham aquele ser, desagregam-se em suas individualidades. Para apenas uma pequena comparação: se fizeres um belo castelo de areia, no momento em que bater nele uma onda do mar, ele se esfacelará nas miríades de grãos de areia que o formavam. O castelo somente subsiste enquanto os grãos de areia estavam unidos. No momento em que uma força externa os desagrega, deixou de existir. Da mesma forma, tudo no universo obedece àquela lei estabelecida pela ciência dos homens, mas que ainda não a entenderam perfeitamente. A vida é Deus em ação.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 1 Nov 2017 - 8:57

15/10/2015
O período em que estamos imersos na carne, que normalmente chamamos de vida, é formado de pequenos nadas. Pequenos nadas de forma simbólica. Esses momentos que são os agora, quando exercemos o nosso poder criador, são, na realidade, pequenos que agregados a muitos pequenos, se tornam grandes obras. O agora passa rápido, como também não termina nunca. Os pequenos nadas, aqueles que vão passando, deles depende a nossa ação e interação na matéria. É em vista disso que precisamos da nossa opção constante, especialmente nas coisas que se referem ao espírito. E é aqui que entram as palavras de Jesus: “Busca em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, que tudo o mais vos será dado de acréscimo”. Quem busca, o faz constantemente. O buscar não é feito por estocadas, onde dá um passo à frente e depois senta à sombra. Como diz o ditado popular, “Só quer sombra e água fresca”. Esses não vão muito longe, falta a constância e o empenho, fatores indispensáveis para o sucesso de qualquer atividade.



16/10/2015
O universo do espírito encarnado se restringe ao seu mundo particular, a aquele que criou em seu estágio anterior no corpo físico. Precisamos estar conscientes de que somos Deuses, como diz Jesus e que como tal temos o poder criador. Embora, para muitos, esse poder ainda seja inconsciente. É por isso que sua vida no atual corpo é um vale de lágrimas. Há dois milênios que o Cristo nos disse que somos Deuses e, no entanto, não acreditamos em suas palavras. O ser humano somente acredita naquilo que lhe convém, e por isso paga pesados tributos à sua descrença e o seu apego demasiado às filosofias que não expressam a real interpretação, especialmente dos Livros Sagrados. O universo do espírito liberto do corpo físico está vinculado, também, ao seu desenvolvimento espiritual. Este lhe dá asas que lhe possibilitam volitar por onde o leva o seu pensamento. Se o seu pensamento estiver fixado no ódio, na matéria e nas paixões da carne, continuará a se arrastar pelo astral da Terra. Ao passo que, se seu pensamento estiver ligado à sua essência, esta o levará também pelo universo de Deus.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 2 Nov 2017 - 9:11

17/10/2015
A dificuldade de entendimento de nossa situação no conjunto do universo é que nos torna tão irresponsáveis perante nós mesmos. A grande maioria das pessoas se julga como suprassumo da criação. Senhores do bem e do mal, possuidores de toda a verdade e a sua verdade é de supremacia à dos outros. Esse é o grande orgulho da raça humana. Isso é tão superficial como superficial é a ciência humana diante do conhecimento do universo. Só para uma comparação, há vinte e seis dimensões de evolução que se tem conhecimento e os terráqueos estão apenas na terceira dimensão. Só para ver, há ainda vinte e três dimensões de devolução à nossa frente. Evolução significa conhecimento e o conhecimento a localização dentro do espaço/universo. Se compararmos isso à escolarização dum ser humano, dá para dizer que evolutivamente estamos apenas no terceiro ano do primeiro grau. Temos ainda o segundo e o terceiro graus, mestrado e doutorado para nos considerarmos plenos evolutivamente falando.



18/10/2015
Toda subida exige esforço, em qualquer sentido que queiramos aplicar, tanto ao nível da matéria, como ao nível do espírito. Para tudo, há a necessidade do esforço, da persistência e da constância, fatores indispensáveis a qualquer atividade. Se quisermos evoluir em qualquer parâmetro, precisamos nos fixar nesses três suportes indispensáveis. O esforço é o fator momentâneo, que dá o empuxe a tudo aquilo que vamos fazer. É a arrancada inicial. Dele depende toda e qualquer atividade. A persistência e a constância, poderiam ser sinônimos, mas se fixarmos o pensamento sobre cada um deles, veremos que diferem, pode ser em pequenos sentidos. A persistência é, seguidamente, por atenção àquilo que queremos. A constância já se refere a não dar intervalo àquilo que queremos. Quanto mais constante for o nosso desejo, mais facilmente alcançaremos aquilo que pleiteamos. Não importa o que seja, tudo está vinculado a esses fatores que têm a capacidade de materializar os nossos pensamentos. Os nossos desejos primeiro surgem em nossos pensamentos e se tornam realidade quando impelidos pelo esforço, pela persistência e pela constância.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 13

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 3 Nov 2017 - 8:41

19/10/2015
Precisamos entender que a vida na matéria é consequência de nossas criações. Poucas vezes essas criações por pensamento, palavras e obras interferem na atual existência física. A maioria das consequências se sentem na próxima existência, ou nas próximas. É aqui que está a grande diferenciação da evolução nos diversos países de nosso planeta. Continente tido como berço da humanidade, vivendo quase como que os homens das cavernas. Países ou continentes descobertos há quinhentos anos ou menos, tendo uma evolução humana e social, comparável aos melhores países do mundo. Isso se deve ao que seus habitantes criaram no passado próximo ou longínquo, cujas sementes plantadas então gerando seus frutos, e quem plantou está colhendo. Veja a diferença das Américas. Descobertas dentro da mesma década, no entanto pode-se ver claramente suas diferenças. Quem colonizou seus países? Do lado de cima, famílias estruturadas, com princípios rígidos. Do lado de baixo, degredados e contratados para retirar toda a riqueza dos países. O resultado, está-se vendo, não precisa nem declinar, nosso país é o verdadeiro exemplo disso. A devastação total da flora e da fauna; a lei de Gerson; tirar vantagem em tudo. A Lei Natural impera sobre tudo, estamos colhendo as sementes que plantamos.



20/10/2015
O único segredo para evolução espiritual é que não há segredo. Precisa-se apenas de dedicação. Dedicar-se ao espírito, que é a parcela Divina que está residindo em cada ser. Ter consciência de sua existência, afeto para aquele que sobressai à morte do corpo, a parte de nosso ser que é nossa e ninguém pode tirá-la de nós. Assim como alimentamos o corpo, precisamos alimentar também o espírito. É ele que dá existência, funcionamento, inteligência e consciência de nossa existência como seres espirituais e racionais. A forma de alimentar o espírito é muito simples. Basta seguir as palavras de Jesus: “Busca em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, que tudo o mais vos será dado de acréscimo”. Precisamos somente disso. Os mestres do mundo espiritual se guiaram por estas palavras de Jesus para conseguir alcançar a mestria. Se eles conseguiram, nós também podemos conseguir. Foram homens como nós. Tiveram como nós o Véu de Maya a encobrir-lhes a consciência, mas buscaram o Reino de Deus e o conseguiram.

Faccio Miguel

Mensagens : 79
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum