PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Página 11 de 18 Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12 ... 14 ... 18  Seguinte

Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 18 Jan 2018 - 9:01

09/02/2016
A trajetória evolutiva do espírito já está impressa em seu de DNA. Tudo de que o espírito precisa para alcançar o seu apogeu evolutivo está impresso em seu DNA. Os circuitos que abrem as caixas onde estão guardados esses segredos só podem ser abertos sob duas condições: primeira, que o espírito tenha alcançado um grau mínimo evolutivo para poder entender o novo conhecimento que será aberto para auxiliá-lo em sua evolução; segundo, quando há essa pré-condição ao menos por uma parcela da humanidade, então, Chaves de Luz são enviadas do centro da galáxia, que liberarão novos conhecimentos. Esses conhecimentos já estão no DNA, mas encobertos pelo véu de secreto e esse véu só é retirado quando satisfeita a primeira premissa. Assim de degrau em degrau, o espírito consegue aglutinar os conhecimentos que o levarão a alcançar a sua mestria. Para a retirada do véu de secreto sobre um conhecimento, é necessário que ao menos uma parcela da humanidade apresente condições de intelectualização e de aplicação e aos poucos esse conhecimento vai sendo levado para o restante da humanidade encarnada.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:05, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 19 Jan 2018 - 9:15

10/02/2016
A vida no corpo físico é consequência de nossas vidas passadas. Os nossos pensamentos, as nossas palavras e as nossas obras de nossas vidas passadas guardam-se em nosso Corpo Astral, e esse foi o modelo de nosso atual corpo. Como também os pensamentos, as palavras e obras desta vida, no corpo físico se grudam em nosso Corpo Astral, que será o modelo para o corpo de nossa próxima vida no corpo físico. É por esse motivo que filhos de mesmos pais são todos diferentes. O que determinou a formação do corpo não foram os genes dos pais, mas o DNA do espírito que usou como modelo aquilo que estava gravado no Corpo Astral. Assim, pode-se facilmente entender o porquê de tanta diferença entre irmãos. Essa diferença não acontece nos animais, pois esses são guiados pelo DNA dos pais. Por isso que são, filhos de mesmos pais, totalmente semelhantes. Cada reino tem a sua forma própria de guardar e renascer a vida. A vida é a essência que subsiste a morte. A morte, em realidade, não existe, ela apenas desagrega as miríades de vidas menores que formaram o ser, e retornam ao informe, donde provieram para formar o novo ser físico.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:05, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 20 Jan 2018 - 8:59

11/02/2016
O princípio que estabelece a vida é Deus em ação. Assim como cada ser criado, ao exercer a sua vida, é Deus em ação. Esquecemo-nos com facilidade, de quem somos. Está certo que para a consciência plena de Deus em ação, precisamos evoluir muito, porque é a evolução do espírito que levará à consciência exterior o conhecimento de EU SOU Deus em ação. O Cristo já há dois mil anos nos disse: “Vós sois Deuses”. Mesmo após esse tempo, de ter lido, relido e ouvido por diversas vezes essas palavras, elas não se fixaram em nosso consciente exterior. Há pouco tempo, Sai Baba, outro grande mestre que desencarnou em 2011, dizia: “Eu sou Deus e você também é, eu sei e você precisa sabê-lo”. Um pouco dessa rebeldia em aceitar que somos Deuses em ação vem das religiões que nos pecham de pecadores, e Deus sentado em seu trono, nos julga, condena, castiga e nos manda para o fogo do inferno por uma eternidade. O consciente exterior, assim educado, tem dificuldade para aceitar que também é Deus em ação. Precisa de muito esforço, de muita lógica para tentar modificar essa forma de ver e entender a Deus e sua relação com toda a criação, da qual também fazemos parte.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:05, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 21 Jan 2018 - 9:56

12/02/2016
Em nossa vida de individualidades conscientes, cujo início está somente no conhecimento Divino, muito andando por esse universo infinito, paramos por algum tempo onde foi mais propício para a nossa evolução. Não podemos esquecer que fomos criados, embora sendo uma partícula Divina, na maior simplicidade e ignorância. Era necessário que assim fosse para que pudéssemos exercer nossa principal atividade que é experienciar o conhecimento Divino. Para tanto, não podíamos saber quem realmente somos, muito menos quem já fomos. Era imperiosa a necessidade do esquecimento total de nosso passado para que não interferisse em nosso presente. Essa é a função do Véu de Maya: separar a consciência do espírito da consciência do ser físico. Assim, a consciência do ser físico estaria vinculada somente às experiências com seus cinco sentidos. Com a evolução do próprio espírito, através de suas experienciações do conhecimento Divino, paulatinamente essa lembrança de quem eu sou iria surgir também no consciente exterior do corpo físico, tornando-o consciente de sua real atividade, ser Deus em ação na matéria densa.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:06, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 22 Jan 2018 - 8:55

13/02/2016
O nosso andar pela vida é resultado de nossas escolhas. Ao nos criar como individualidades conscientes, recebemos por herança o poder de criar e, como resultado desse poder, a responsabilidade pelas nossas criações. O Livre Arbítrio nos faculta fazer ou deixar de fazer qualquer coisa, mas nos impõe a responsabilidade pelos nossos atos. O poder criador, do qual somos detentores, nos faz experienciadores do conhecimento Divino. Isso, consciente ou inconscientemente, não importa, porque sempre que experienciamos o poder criador, estamos criando, e toda a criação nossa é de nossa responsabilidade. Ou nos dará impulso para evolução espiritual, ou teremos que ressarcir quando infracionamos a Lei estabelecida por Deus para reger todas as coisas e as individualidades. Tudo o que fazemos são escolhas, não importa se consciente ou inconscientemente. Os resultados dessas escolhas é que nortearão o caminhar de nossa próxima vida na matéria. Ainda não nos convencemos o bastante, das palavras de Jesus: “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”, como também “Não passará da Lei nem um til nem um jota sem que tudo seja cumprido”.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:06, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 23 Jan 2018 - 9:24

14/02/2016
A evolução espiritual exige que nada do que for negativo permaneça ligado ao espírito. Com a prerrogativa do livre-arbítrio, tudo o que o espírito fizer terá uma de duas consequências; ou o elevará na conquista de sua evolução espiritual ou o condicionará ao resgate. Tudo o que fizer terá a sua consequência. Saímos puros do pensamento de Deus e teremos que voltar a Ele puros também. Embora, para cumprir o objetivo de nossa criação, precisamos encarnar na maior simplicidade e ignorância, para assim podemos entender que tudo precisamos aprender pela experienciação, e, através delas, também evoluir. Digo também porque o principal objetivo da experienciação é experienciar o conhecimento Divino para que Deus possa conhecer-se. Como ele não pode experienciar, precisa de nosso concurso para poder conhecer-se como Deus. Parece isso um pouco ilógico, mas não deixa de expressar a realidade de nossa passagem pelo corpo físico.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:06, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 24 Jan 2018 - 9:32

15/02/2016
O corpo físico é o instrumento do espírito. Ele é formado pelo modelo que o espírito plasmou durante suas vidas passadas. Precisamos estar conscientes de que Deus não poderia criar um espírito imperfeito, como também não poderia criar a matéria de que é formado o corpo físico imperfeita. Se Deus não criou o espírito nem o corpo imperfeito, donde provêm tantas anomalias que se vê por aí? Só podem provir do próprio espírito, que chamamos de “corpo astral”, que é onde se agrega tudo o que acontece, nos pensamentos, nas palavras e nas obras feitas pelo corpo físico em encarnações anteriores. Como o corpo físico é apenas um instrumento, o responsável por esse instrumento é quem o dirige, isto é, o espírito, que terá que ressarcir tudo o que infracionou a Lei, mas em outro instrumento. É a única explicação lógica e plausível para essas deficiências que apresentam tantos humanos. É o que Jesus diz: “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”. Aí está a responsabilização de nossos atos pela lei do Livre Arbítrio.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:06, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 25 Jan 2018 - 8:25

16/02/2016
Todos os problemas da vida têm uma única causa: o nosso desligamento, o nosso afastamento e o nosso esquecimento da Fonte de todas as coisas, que é Deus. O homem moderno está muito mais ligado às coisas materiais do que à Fonte que contém todas as coisas. O ser que se afasta da Fonte perde a sua ligação com o “Somos Todos Um”. Assim, agindo sozinho considera-se senhor, e tudo terá que girar em torno do seu umbigo. Nada o satisfaz, sempre quer mais, e, nesse caso, o mais querer dizer menos. Quanto mais quiser as coisas materiais, menos terá, especialmente as coisas espirituais, que são as que preenchem as necessidades do espírito, ao passo que as coisas materiais preenchem somente o orgulho, o ego e a vaidade. O ser humano esquece com muita facilidade as palavras de Jesus: “Busca em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, que tudo o mais vos será dado de acréscimo”. Quem estiver ligado à Fonte, não precisa buscar outras coisas, pois terá tudo à sua disposição. Quanto maior for a nossa ligação como a Forte, menores serão as nossas necessidades.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:06, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 26 Jan 2018 - 9:35

17/02/2016
Um dos grandes problemas enfrentados pelo ser humano, especialmente com relação a sua vida espiritual é que lhe falta constância em suas decisões. Ora elabora um belo projeto e logo após esquece. Não imprimiu força e energia constante no seu objetivo. Agora quer tal coisa, logo após nem se lembra mais ou seu pensamento demonstra contrariedade ao seu pedido. Tanto para as coisas materiais como espirituais é necessário constância e persistência. Caso contrário, nada se conseguirá. Não adianta planejar uma viagem e logo após desistir dela. Isso é determinante, especialmente em se tratando das coisas do espírito. Pois as coisas do espírito nos acompanham para a eternidade, ao passo que as coisas materiais nos abandonam no momento em que a morte vier reclamar nosso corpo. As coisas materiais nos serão dadas por acréscimo quando a nossa dedicação é plena para o espírito, quando “buscamos em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça”.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:07, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 27 Jan 2018 - 8:42

18/02/2016
Ainda não nos conscientizamos o suficiente sobre os dois princípios que regem o nosso destino. Somos formados por uma dualidade, quando imersos no corpo físico. Encarnados, somos matéria/espírito. Quando libertos da matéria, somos espíritos. Em ambos os lados, somos possuidores do maior dos poderes, o pensamento, que é o poder criador. Aquilo que criamos durante o estágio na matéria se materializa, se cria também no astral. O astral é onde nossos pensamentos criam forma, e, dependendo da intensidade com que os formulamos, surgem também no mundo físico. Esses dois princípios se completam e se complementam. Em espírito projeta seu retorno à matéria, que sabe ser lá onde conseguirá evoluir mais depressa. É na matéria que porá em prática suas resoluções tomadas enquanto em espírito. Para isso, precisa encontrar pais que deem princípios e limites ao consciente exterior daquele novo ser que carrega dentro dele um espírito ávido de evolução, mas que esse é novo instrumento que usa é um cordel difícil de domar, porque esses novos seres que surgem, consideram-se possuidores da verdade e com isso pretendem impor suas vontades, desde a mais tenra idade.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:07, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 28 Jan 2018 - 14:59

19/02/2016
Um dos sinais de grandes transformações que estão se aproximando é a frequência com que novos conhecimentos são liberados para a humanidade. Do momento em que Deus se manifestou a Moisés, como Uno, passaram possivelmente seis séculos para a chegada de novo conhecimento através de Jesus, que nos traz o conhecimento do amor, o amor incondicional. Foram necessários 1850 anos para que fosse liberado novo conhecimento, a pré e a pós existência do espírito. Mais ou menos 80 anos após, Saint Germain nos traz o conhecimento, a elucidação do que significa “EU SOU”, sua importância e seu uso. Há menos de 60 anos, Djwal Kuhl libera o conhecimento dos Raios Divinos, também chamados de Chamas. Essas energias Divinas usadas conscientemente podem transformar o mundo que nos rodeia. Essa aceleração da retirada do véu de secretos sobre novos conhecimentos, para benefício da humanidade, é um sinal claro de que muito próximo está algo que irá transformar não só o ambiente, mas também o nosso cotidiano. Muitos dizem que essa transformação será a elevação da Terra a um patamar mais elevado evolutivamente. Está na hora mesmo de grandes mudanças, antes que a própria humanidade se destrua.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:07, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 29 Jan 2018 - 9:16

20/02/2016
Tudo no universo tem que ser justo e perfeito, caso contrário, Deus, que é o criador de tudo, não seria Deus. Quando dois buracos negros se chocam no universo, formando um só, não quer dizer que estão destruindo algo. Porque, para a ciência dos homens, assim como para Deus, “na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”. Mesmo a ação do próprio homem, que deliberadamente destrói átomos para formar suas armas mais poderosas, que são as bombas atômicas, não destrói os átomos, mas os fragmenta em suas unidades menores, que são os elétrons, os prótons e os nêutrons, que retornam a sua origem primeva, a energia que deu origem ao átomo. No caso do choque de dois buracos negros, pode ter ocorrido a fragmentação de átomos, mas, em compensação, deverá ter ocorrido o surgimento de outras espécies de átomos em consequência. Assim como ocorre com os raios e relâmpagos. Certamente, essa tremenda força do universo não é em vão, devendo desfragmentar alguns átomos e causará a criação de outros que também são necessários à harmonia da natureza.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:07, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 30 Jan 2018 - 9:05

21/02/2016
O consciente exterior do ser humano é muito bitolado. Completam-no somente as coisas que conseguiu captar através dos cinco sentidos. Pode estar habitando dentro do ser humano um espírito altamente evoluído, mas que somente poderá expressar-se através do conhecimento que está guardado dentro do consciente exterior do corpo que usa. Quando o consciente exterior for dócil às intuições recebidas, tanto de seu próprio espírito como de qualquer outra fonte, elas também se agregam a seu consciente exterior. Isso auxilia a desenvolver o consciente exterior, absorvendo conhecimentos que muitas vezes não constam na literatura das ciências humanas. A aceitação das intuições poderia ser considerada como que o sexto sentido, que depende muito mais do indivíduo do que dos cinco sentidos naturais, que não dependem da vontade do próprio ser humano; acontecem e ponto final, ao passo que a intuição depende da vontade e da aceitação do ser humano.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:08, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 31 Jan 2018 - 10:14

22/02/2016
O descanso do guerreiro... ele tem esse direito e essa necessidade. Quando no corpo físico, ele está no campo de batalha, sujeito a todas as intempéries desse tempo, que, para uns, é um tormento, mas, para outros, é como navegar em águas calmas. Antes mesmo de reencarnar, o espírito já sabe qual a sua situação nesse campo de batalha. Precisa atravessar a linha do sofrimento, onde resgata suas faltas de vidas anteriores para poder alcançar a linha da evolução, do aprendizado e da coroação de suas boas obras. O guerreiro precisa estar sempre pronto para enfrentar tudo o que lhe vier pela frente, porque seu espírito sabe, mas seu consciente exterior desconhece os meandros da alma humana. Não pode desistir, porque não há desistência. Não é como parar uma caminhada e sentar-se na sombra, aguardando o tempo passar. A luta precisa ser constante, independe da carga a ser carregada. Para o consciente exterior, há sempre um final, mas, para o espírito, há um período de descanso e de preparação para uma nova jornada, pois, para ele, o tempo é o simples agora. É no agora, enquanto descansa, que se prepara para nova batalha.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:08, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 1 Fev 2018 - 8:52

23/02/2016
Apesar de todos termos saído da mente de Deus, o Criador, somos uma individualidade consciente, com vontade, inteligência e desejos próprios. Saímos da mente do Criador com todos os Seus poderes, especialmente o poder de criar. Somos também criadores por excelência, embora, não nos damos conta disso. Criamos o tempo todo. Em princípio, nossas criações se materializam no mundo astral. Lá, permanecem até retornar ao seu criador para a devida colheita. Há dois mil anos, o Cristo dizia: “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”. Ninguém escapa dessa Lei. Tudo o que plantar, tudo o que criar, terá que ser colhido e ninguém o fará pelo outro. Não importa se hoje, amanhã ou daqui a mil anos, não importa, pois, esses tempos somente se referem ao mundo físico. O tempo do outro lado da vida é o agora, daqui há mil anos será o agora também. Para confirmar, o Cristo também disse: “Não passará nenhum til, nem um jota da Lei, sem que tudo seja cumprido”. É a Lei, e ninguém escapa dela.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:08, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 2 Fev 2018 - 8:54


24/02/2016
A maior dificuldade, de grande parte da humanidade, em evoluir espiritualmente, está na sua incapacidade ou em seu desleixo em ouvir as instruções do próprio Eu Superior e de seus mentores, que constantemente estão-lhe soprando ao ouvido conselhos que ele é incapaz de ouvir. Grande parte desse problema deve-se ao fato de que seus pais ou responsáveis não foram capazes de introduzir o seu consciente exterior dentro dos princípios espirituais que devem formar a base de toda a vida do espírito encarnado. Não lhe deram princípios nem limites, fatores que são indispensáveis ao bom desenvolvimento tanto físico e social como espiritual. Quanto maior a base dada ao ser iniciante, maior será a sua possibilidade de bem aproveitar a presente encarnação. Muitos espíritos perdem a reencarnação pela falta de princípios e de limites impostos no início de sua encarnação. Toda a base bem concretada é sustentáculo para uma boa edificação. Quando os alicerces são fracos, facilmente a edificação pode ruir.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:08, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 3 Fev 2018 - 9:40

25/02/2016
As comunicações entre os seres, especialmente o ser humano com os outros seres, quer sejam físicos ou espirituais, poderia ser muito mais simples, se o ser humano não tivesse esquecido a comunicação pelo pensamento. O ser humano priorizou a comunicação verbal. Com isso, o pensamento ficou bitolado ao que pode ser percebido pelo ouvido. Isso o segregou da comunicação universal, que é a comunicação pelo pensamento. Alguns seres humanos ainda usam a comunicação chamada telepática, que nada mais é do que a comunicação pelo pensamento. Isso restringe as distâncias, pois a velocidade do pensamento é infinita. No momento em que, por exemplo, se pensar no sol, lá se estará. Da mesma forma, a comunicação para nós chamada de telepática, se processa. É instantânea, como ser dois seres humanos estivessem conversando, lado a lado. No momento em que conseguirmos nos comunicar por pensamento, as distâncias não mais existirão. Nessa situação, a visão também acompanhará.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:08, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 4 Fev 2018 - 9:40

26/02/2016
A passagem pelo corpo físico sempre é um passo na caminhada da evolução, embora, muitas vezes, curta. Essa experienciação necessária ao espírito é o que lhe faculta a sua evolução espiritual. Na maioria das vezes, embora o espírito saiba, pois participou da preparação de seu reencarne, não consegue passar para o consciente exterior de seu corpo essas informações que auxiliariam, em muito, uma dedicação mais efetiva e zelo no trato de sua evolução espiritual. Sabemos que quase a totalidade dos habitantes deste planeta ainda não têm condições de conhecer e de aceitar esse fato inconteste. São dificuldades que se apresentam à maioria dos homens, muitas vezes causadas por uma educação torta, procurando muito mais seguidores do que fiéis na busca de sua evolução espiritual.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:09, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 5 Fev 2018 - 9:27

27/02/2016
Os conhecimentos que são liberados para os homens são para seu desenvolvimento tanto material quanto espiritual. Para que um conhecimento novo possa ser liberado, precisa que no mínimo uma parcela da humanidade esteja apta para entendê-lo e aplicar em sua vida. Como também é necessário que haja mentes abertas que se disponham a dedicar-se a um novo conhecimento. Não teria sentido nenhum liberar um conhecimento para que se perdesse pelo esquecimento, por não haver seres com vontade de utilizá-lo. Os conhecimentos não podem ser liberados indistintamente, porque seria como diz Jesus, “ dar pérolas aos porcos”. Ou, então, seria um contrassenso se fosse liberado o conhecimento do celular em 1900. Não haveria homens com tecnologias para entendê-lo e a formas de utilizá-lo. Por isso, é necessário que ao menos parte da humanidade possa entendê-lo e utilizá-lo


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:09, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 6 Fev 2018 - 8:53

28/02/2016
Assim como criamos o mundo que nos rodeia, criamos o corpo que usaremos em próxima encarnação. Esquecemos que, ao nos criar, Deus nos dotou do poder criador que é o pensamento. Criamos constantemente e não nos damos conta disso. Nosso consciente exterior bitolado por uma educação falha está constantemente criando cobras, lagartos e espinhos na estrada que iremos caminhar. Como se diz por aí, “Bate a cabeça na parede e reclama da dor, mas continua a bater cabeça na parede”. As religiões deveriam nos orientar com relação a que, como dizia Jesus, “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”. Não souberam encontrar o sentido dessas palavras de Jesus. Deram-lhe muito mais o sentido material do que ao espiritual. A semeadura nada mais é do que as nossas criações, aquilo que nossos pensamentos engendraram. Essas criações se aglutinam sobre nosso Corpo Astral e este servirá como modelo para a criação de nosso próximo corpo. Nós é que formamos agora esse modelo através de nossos pensamentos, nossas palavras e nossas obras. Como poderemos imputar a alguém aquilo que nós mesmos criamos?


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:09, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 7 Fev 2018 - 9:56

29/02/2016
A caminhada que cada um deverá percorrer já foi planejada antes de sua reencarnação. Foi planejada pelo Conselho Cármico e avalizada pelo próprio espírito. No planejamento da reencarnação precisam ser previstos, além dos resgates de infrações cometidas contra a Grande Lei, em vidas passadas, também um avanço na evolução espiritual. As infrações não podem passar em brancas nuvens, porque está previsto na Lei que precisam ser resgatados, conforme palavras de Jesus: “Não passará nem um til, nem um jota da Lei sem que tudo seja cumprido”. Portanto, ninguém ficará impune das infrações cometidas contra as Leis de Deus. O próprio espírito sente a necessidade de resgatá-los. O juiz não é Deus, sua própria consciência é que o acusa e o induz ao resgate. Assim, no planejamento para o resgate está tudo explicitado na ficha técnica de cada espírito reencarnado.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:10, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 8 Fev 2018 - 8:57

01/03/2016
Trecho do Livro Mistérios Desvelados, páginas 176 a 178
Ensinamentos do mestre Saint Germain
“Entramos na sala de jantar, que era magnífica, e não pude deixar de expressar minha admiração. Ela estava situada no ângulo sudeste do edifício, no andar principal, e era invadida pela luz do sol, de manhã e de tarde. As paredes eram de nogueira primorosamente entalhada, e o teto cintilante, marchetado entre raios com motivos de desenho hexagonal. Uma sólida peça de nogueira, tendo no mínimo cinco centímetros de espessura, apoiava-se num pedestal esculpido e servia de mesa, parecendo ter milênios de idade. Tomávamos lugar em redor dela quando entrou um jovem esguio. Meu filho apresentou-o dizendo”:
“Este é nosso irmão Fun Wey, que nosso Mestre trouxe da China quando era ainda criança, na ocasião em que sua vida ia ser arrebatada (tirada). Ele é de uma família chinesa muito antiga, e capaz de fazer muitas coisas maravilhosas. Sempre desejou servir-nos e somos privilegiados e felizes por chamá-lo ‘irmão’. É uma das naturezas mais joviais que tenho conhecido”.
Entre as iguarias do almoço havia saborosas morangos, tâmaras deliciosas e bolos de nozes. Passamos para a ampla sala de estar e o Mestre Eriel disse-me:
“Na ocasião em que vossa querida esposa, que é vosso Raio Gêmeo, devia ter expirado, vi uma oportunidade de dar-lhe certa assistência, que deveria habilitá-la a alcançar o estado Ascencionado e ter, assim, muito maior liberdade e mais ampla capacidade para servir. Tive um grande privilégio e alegria de prestar-lhe essa assistência”.
“Abrir o esquife, restituí-lhe a ação consciente e tornei-a capaz de levantar o corpo. Este já tinha alcançado um ponto de alta rarefação, porque seu desejo de Luz era muito grande. Sua intensa devoção era um desejo veemente de Luz, o que tornou possível a sua Ascensão. Expliquei isso a ela no dia em que pensastes ter ela morrido”.
continua


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:10, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 9 Fev 2018 - 9:27

02/03/2016
continuação
“Vós três fostes meus filhos em outra encarnação, há muito tempo. Então, um grande amor teve origem e perdurou através dos séculos. O profundo amor dela tornou possível a assistência e a elevação que se operou nessa ocasião”.
“Vosso filho, que fora raptado para obtenção de resgate, foi trazido para esse canyon. Os dois raptores começaram a discutir e um deles planejou tirar a vida da criança”.
“Surgi diante deles e arrebatei o menino. Eles ficaram paralisados pelo próprio terror e nunca mais ser recuperaram: ambos faleceram poucas semanas mais tarde. Se alguém deliberadamente tira a vida de um ser humano, ou resolve mentalmente tirá-la, lança uma causa em movimento que seguramente lhe arrebatará a própria vida”.
“Um sentimento ou desejo de morte de outrem fará a mesma coisa, porque ele se dirige para a pessoa visada e depois começa a viagem de retorno para quem o enviou. Muitas vezes pessoas emitem ressentimentos diante de uma injustiça praticada, num desejo intenso de livrar o mundo de um certo indivíduo. Isso é uma forma sutil de pensamento de morte, que deve voltar para quem o emitiu”.
“Inúmeras pessoas causam na sua própria destruição por essa sutilíssima atividade da personalidade humana, pois ninguém escapa jamais a essa Lei imutável. Há muitas fases de Sua reação, e é porque a humanidade tolera tais pensamentos e sentimentos que a raça, como um todo, vem experimentando a dissolução dos corpos, um após o outro”.
continua


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:10, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 11 Fev 2018 - 10:00

03/03/2016
continuação
“O número de seres humanos que perecem por violência física é infinitesimal quando comparado às mortes produzidas por essas sutis atividades do pensamento, do sentimento e da palavra falada. A raça humana vem se aniquilando há milênios por esse modo sutil, porque não quer aprender a Lei da Vida e obedecê-la”
“Há unicamente uma Lei de Vida, e essa é o Amor. O indivíduo pensante e autoconfiante que não quer obedecer e não obedece a esse decreto eterno e beneficente, não pode conservar o corpo físico, porque tudo aquilo que não é amor desintegra a forma, não obstante seja o agente de decomposição o pensamento, a palavra, o sentimento ou o ato - intencional ou não - pois a Lei age indiferentemente. Pensamentos, sentimentos, palavras e atos constituem, de per si, uma certa força animada e eternamente em movimento dentro de sua própria órbita”.
Se o homem soubesse que não cessa de criar por um momento sequer, perceberia que, através da Presença de Deus dentro de si, poderia purificar suas criações maléficas e ficar livre, assim, de suas próprias limitações. Ele tece um casulo de discórdia ao seu redor e passa a dormir dentro dele, esquecendo-se, no mínimo por algum tempo, de que, se pode construir esse casulo, também pode rompê-lo. Usando as asas de sua alma - adoração e determinação – ele pode transpor as trevas de sua própria criação. Passará, então, a viver uma vez mais no centro de seu ser, na Luz e na Liberdade de seu Deus Interno”.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:10, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 14

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 12 Fev 2018 - 9:16

04/03/2016
O processo depurativo do espírito é feito através de suas múltiplas encarnações. O espírito reencarna para resgatar erros de suas vidas anteriores e também evoluir. Essa é a sua atividade. Não importa seu grau de adiantamento, sempre que ferir a Grande Lei, terá que ressarcir, conforme diz Jesus: “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”. Disso ninguém escapa. É necessário que o princípio Divino que reside no coração de cada ser humano esteja limpo de qualquer casca de imperfeição, miasmas ou larvas astrais que eventualmente tenham-se alojado sobre seu EU SOU, que é a parte de Deus que reside no coração de todos os seres humanos. Isso também está demonstrado em outra passagem do Evangelho, onde Jesus afirma, categoricamente, a necessidade da limpeza total do espírito para poder participar dos gozos do céu, essa é a afinação: “Não passará nem um til nem um jota da Lei, sem que tudo seja cumprido”.


Última edição por Faccio Miguel em Sex 22 Jun 2018 - 10:11, editado 1 vez(es)

Faccio Miguel

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 11 de 18 Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12 ... 14 ... 18  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum