ASTROLOGIA DA ALMA

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Convidad em Dom 28 Nov 2010 - 22:43

Vidas dentro de Vidas


Todo ser é parte integrante de um ser maior, que por sua vez é parte integrante de um ser ainda maior. Um ser humano é parte da humanidade; a humanidade é parte do planeta Terra; a Terra, do Sistema Solar; e este, do Cosmo. Este é um dos fundamentos da Astrologia - um conceito bastante simples, mas com implicações tão amplas e profundas que a sua compreensão pode levar-nos a penetrar no próprio mistério da vida.

Infelizmente, aquilo que popularmente é conhecido como Astrologia acha-se muito desvirtuado e afastado do seu propósito original. No imaginário das pessoas, a Astrologia está associada a previsões deterministas sobre questões relativamente efêmeras. E mesmo os astrólogos mais sérios, geralmente, mantêm um enfoque nos indivíduos e nas suas histórias individuais. Contudo, a Astrologia deveria convidar o indivíduo a abrir-se para a totalidade da qual é parte, e não mantê-lo interessado exclusivamente em si mesmo. Por isso esta coluna se chama “Astrologia da Alma”, propondo um enfoque no autoconhecimento e na autotransformação, na expansão da consciência, no serviço altruísta e na integração do indivíduo dentro do todo maior. Esta abordagem também é chamada de Astrologia Esotérica, mas é preciso esclarecer o que é Esoterismo.

Esoterismo não tem nada a ver com qualquer tipo de superstição ou credulidade. Muito pelo contrário. O Esoterismo é uma ciência que estuda as energias sutis que se encontram por trás ou no interior de todas as formas tangíveis e visíveis. Tais energias sutis e internas são a causa oculta da existência das formas, e também o seu fator condicionante. A ciência convencional já nos revelou o fato de que tudo é energia, de um ou de outro modo. Este jornal é um agregado de energia, o corpo humano é um agregado de energias. A ciência esotérica postula a existência de energias muitíssimo mais sutis do que as reconhecidas pela ciência comum - energias que podem ser classificadas como energias emocionais, energias mentais e energias espirituais. Assim, as emoções que sentimos e os pensamentos que formulamos são a maneira como experimentamos essas energias emocionais e mentais. E a alma humana é um núcleo ou centro de energia espiritual.

Na Astrologia Esotérica, os astros são considerados como corpos de energias - energias físicas, emocionais, mentais e espirituais. Assim, tal como por trás de um corpo humano, encontram-se aquelas energias emocionais, mentais e espirituais que fazem daquele indivíduo um ser consciente, também por trás do corpo tangível do nosso planeta, existem aquelas energias sutis que o caracterizam como uma grandiosa Consciência, Entidade ou Vida. No interior desta enorme Vida Consciente, todos existimos, como células no interior de um organismo. Mas disto não nos apercebemos normalmente, e permanecemos como formigas andando sobre um elefante, incapazes de distingui-lo de uma rocha inanimada.

Portanto, planetas, estrelas e constelações são grandes Entidades ou Vidas Conscientes. Estas Vidas interagem e influenciam-se mutuamente, e assim afetam as vidas menores existentes dentro delas. A Astrologia é a ciência das relações - relações entre essas excelsas Vidas, e relações das pequenas vidas humanas com estas Vidas maiores.

O tema fundamental da Astrologia é a integração consciente do ser humano na totalidade da qual ele é parte, é a sua participação inteligente como uma pequena vida no interior de Vidas maiores. (pelo servidor Ricardo Georgini)

E em cada prenilúnio uma abordagem de cada signo:

Áries - Pensar é criar

Touro - Desejo e vontade

Gêmeos - Um universo de relações

Câncer - Construir com luz

Leão - a chama da autoconsciência

Virgem - a humanidade está grávida!

Libra - escolher o bem

Escorpião - Triunfo inevitável

Sagitário - Viver de propósito

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Escorpião - Triunfo inevitável

Mensagem  Convidad em Dom 28 Nov 2010 - 22:49

Começando com Escorpião para dar sequência ao que foi postado no outro fórum:


Escorpião é o signo dos desafios e provas, dos conflitos e lutas, e acima de tudo, do triunfo. A energia de Escorpião assegura e promove a vitória do bem - dentro de cada ser humano. Tais energias estarão intensamente ativas de 23 de outubro a 21 de novembro deste ano, encorajando-nos a enfrentar as lutas e provas necessárias para o bem triunfar em nós e através de nós.

Um dos principais dons de Escorpião é a coragem. A palavra “coragem” deriva de “coração”, e coração significa centro. Geralmente, associamos coração com sentimentos, emoções, paixões, sonhos, aspirações; e realmente, o mais comum é centrarmos nossas vidas nisso tudo. Mas o verdadeiro e mais profundo centro do nosso ser é outro. Está além de todas as nossas experiências físicas, emocionais e mentais. Tem a ver com valores e princípios, ou seja, com o amor, a sabedoria, a verdade, a beleza, a justiça, a alegria, etc. Ter coragem é ser capaz de permanecer no próprio centro ao enfrentar os desafios e lutas da vida; é apoiar-se em valores e princípios.

Costumamos dar um sentido excessivamente pessoal aos confrontos da vida. Vemos apenas as personalidades, e não aquilo que elas representam. Pensamos em termos de conflito entre pessoas, entre grupos, classes sociais, nações. Mas poderíamos perceber que, por trás disso tudo, há simplesmente um confronto de ideias, de valores e princípios. Assim, poderíamos manter os conflitos livres de toda a carga dos nossos afetos e desafetos, nossas paixões, ambições, medos, raiva, que apenas distorcem a questão e desviam a nossa atenção do que realmente está em jogo.

Todo conflito é, na verdade, uma oportunidade de interação, aprendizado mútuo, transformação e busca do bem maior. Não se trata de competição, de uns vencerem e outros perderem. Trata-se de os valores e princípios mais amplos e profundos prevalecerem. Quando isto acontece, todos vencem, mesmo aqueles que representavam os valores e princípios menores.

A vitória do bem sempre está garantida, desde que a verdadeira batalha seja travada. Ela acontece dentro de cada ser humano. A questão é permanecermos em nosso próprio centro, identificados com o bem maior, e não com os efêmeros e ilusórios benefícios ou malefícios pessoais.

Escorpião nos convida a submeter à prova as nossas teorias, crenças e ideais. Incentiva-nos a confrontar tudo isso com a realidade e aprender com a experiência. Habitualmente, supomos que já sabemos o que é o bem maior, já conhecemos e vivemos de acordo com os valores e princípios mais elevados. Mas, certamente, ainda temos muito a aprender e ainda podemos ampliar muito a nossa visão. A experiência nos conduzirá a isto, mas será preciso muita coragem e humildade para abandonar aquilo que não se provar útil.

Toda a humanidade é atualmente um grande campo de experimentações. As ideologias estão sendo postas em prova, as crenças (religiosas e científicas) estão sendo postas em prova. Antigas tradições, novas descobertas, teorias, experiências, hábitos - tudo está interagindo e se transformando mutuamente. Só podemos esperar um resultado: um ser humano melhor e um mundo melhor. Ele virá inevitavelmente, mas pode ser logo ou num futuro distante, dependendo da medida da nossa coragem.

Toda confronto sempre conduz ao triunfo do bem. Se o bem não triunfou, então a batalha ainda não terminou. Coragem!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

A GRANDE INVOCAÇÃO

Mensagem  Convidad em Qua 15 Dez 2010 - 22:55

"A Grande Invocação é uma oração mundial; não um chamado pessoal nem uma urgência invocativa temporária; expressa a necessidade da humanidade e penetra através de todas as dificuldades, dúvidas e questionamentos – acedendo diretamente à Mente e ao Coração d´Aquele em Quem vivemos, nos movemos e temos o nosso ser – Aquele que permanecerá conosco até o mesmo fim dos tempos e até que “o último esgotado peregrino tenha encontrado seu caminho de regresso ao lar”.
Alice Bailey



A GRANDE INVOCAÇÃO

Do Ponto de Luz na Mente do Pai,
Flua Luz às Mentes dos Homens,
A Luz está na Terra.
Do Ponto de Amor no Coração do Pai,
Flua Amor aos Corações dos Homens,
Cristo está na Terra.
Do Centro onde a vontade do PAI NOSSO é conhecida,
Guie o propósito as pequenas vontades dos homens,
O propósito que os mestres conhecem e a que servem.
Do Centro a que chamamos Raça dos Homens,
Cumpra-se o Plano de AMOR e LUZ,
E mure-se a porta onde mora o mal.
A LUZ, o AMOR e o PODER restabeleçam o
PLANO DO PAI NA TERRA!
A LUZ, o AMOR e o PODER restabeleçam o
PLANO DO PAI NA TERRA!
A LUZ, o AMOR e o PODER restabeleçam o
PLANO DO PAI NA TERRA

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Sagitário: Viver de Propósito

Mensagem  Convidad em Qua 15 Dez 2010 - 22:57


Neste período, as energias espirituais estão especialmente acessíveis, e todos podemos aproveitar tal oportunidade para trazer luz e amor à humanidade, através da prática da meditação e do uso da Grande Invocação. O plenilúnio ocorre exatamente no dia 21, às 06:13 h do horário brasileiro de verão.


O signo de Sagitário confere senso de propósito e de direção na vida. Estimula o idealismo, o pensamento reflexivo profundo, a visão abrangente e a intuição. No mês de Sagitário (este ano entre 22 de novembro e 21 de dezembro), somos incentivados a refletir sobre qual é o propósito da vida, qual é o nosso propósito de vida e quanto estamos vivendo por este propósito.

A vida humana pode ter um sentido maior, e de certo modo, sempre tem, ainda que não percebamos. Mas muitas vezes, a vida do ser humano é como uma caminhada sem rumo. A pessoa vai vivendo sem saber aonde chegará, ou até sem se importar. Simplesmente segue vivendo, procurando garantir sua subsistência, respeitando as convenções sociais e buscando prazer, de uma ou de outra forma.
As circunstâncias e os acontecimentos acabam determinando para onde a pessoa irá e o que a sua vida se tornará. Outras vezes, até temos algum objetivo na vida e fazemos esforços em sua direção, mas permitimos nos distrair com outras coisas e deixamos o tempo passar, enquanto permanecemos inertes. A influência de Sagitário nos ajuda a manter a visão da nossa meta final, e ajuda a ver também qual é o passo imediato para um dia chegar lá, e ajuda ainda a dar este passo agora.

Isto é possível porque Sagitário estimula poderosamente a mente humana. Ela nos permite estabelecer prioridades, e distinguir o que é realmente necessário e o que é dispensável, e distinguir também o que podemos transformar e o que devemos simplesmente aceitar. Ela permite-nos elaborar planos e conduzir a sua realização com flexibilidade, fazendo as necessárias adaptações. Permite-nos organizar o nosso tempo, organizar o nosso dinheiro e todos os demais recursos à nossa disposição.

Comumente, a causa de nossos fracassos é a distração de nossa atenção e a dispersão de nossas forças. Sagitário promove a capacidade de foco. Quando conseguimos seguir adiante em nosso caminho sem nos deter pelas preocupações, incertezas e ansiedades; quando conseguimos nos liberar de tantas pequenas distrações e manter o nosso foco, sem desvios, na meta; quando conseguimos concentrar as nossas forças, habilidades e recursos e aplicá-los ao nosso objetivo — então, podemos realizar quase qualquer coisa e alcançar mesmo o que parecia impossível.

A mente humana pode dirigir o seu olhar para baixo ou para o alto. Ao voltar-se para baixo, a mente vê o corpo, com suas necessidades, instintos e apetites; vê as relações sociais e as circunstâncias do mundo.

Um objetivo de vida que surja apenas desta visão será, naturalmente, materialista e egoísta. Isto é ambição. Mas ao orientar-se para o alto, a mente pode vislumbrar as ideias eternas e universais. Um objetivo de vida baseado nesta visão será, naturalmente, espiritualista e altruísta. Isto é idealismo. Uma vida sem qualquer ambição é uma vida aparentemente sem sentido, mas uma vida movida apenas por ambição é ainda uma vida com sentido pobre e superficial. Já uma vida de idealismo inclui tudo aquilo que torna a vida humana rica e plena. Então, viver deixa de ser apenas subsistir e reproduzir as tradições herdadas; torna-se uma experiência criativa e cultural.

A energia de Sagitário estimula especialmente as faculdades superiores da mente, que possibilitam-nos buscar o bem, a verdade e a beleza; possibilitam-nos produzir cultura, filosofia, arte, religião, ciência; possibilitam-nos compreender o sentido maior da vida e viver para manifestar este propósito maior.



Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  estel em Sex 17 Dez 2010 - 12:43

Cadê Capricórnio?

Estel.

estel

Mensagens : 280
Data de inscrição : 08/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Convidad em Sex 17 Dez 2010 - 13:56

Oi, Estel!

Pois é, ainda não estamos em Capricórnio, a partir do dia 22/12 estaremos sob sua energia, espero que não dê bode Laughing
e mesmo não estando sob a influência da lua cheia referente ao signo, prometo que posto, talvez antes do Natal ok?
Mas vou dar olhada e postar as influencias do momento, que vc. acha?

Um bjo
Rose

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  estel em Sex 17 Dez 2010 - 17:18

Obrigada, irmãzinha!

Abraços,
Estel.

estel

Mensagens : 280
Data de inscrição : 08/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  fadinha em Qua 22 Dez 2010 - 23:05

Menina,

eu sou taurina e meu ascendente é peixes. Dois signos que não se entenderiam normalmente. Sinto essa divisão...mesmo na numerologia tenho o 7 como lição de vida e o 3 como destino...2 números opostos. O 7 é solitário, o 3 comunicativo..o 7 é profundo, seu campo é a mente, o 3 é superficial, seu campo são as relações humanas, a beleza, a comunicação, a comemoração ... sempre acompanhada. Difícil.
Vênus rege touro e Vênus é o amor! Vênus é a Deusa! Vênus é tudo!


fadinha


fadinha

Mensagens : 778
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Convidad em Qua 22 Dez 2010 - 23:52

Fadinha, então temos o planeta em comum, tenho alguns 7 no nome e dia de nascimento, Vênus rege Touro e Balança, tambem gosto demais dessa energia venusiana Like a Star @ heaven cheers


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capricórnio - A iniciação da humanidade

Mensagem  Convidad em Qua 22 Dez 2010 - 23:58


Capricórnio é um signo de realização. Sua energia estimula o triunfo do espírito humano sobre todas as condições limitantes e circunstâncias adversas. Promove o pleno desabrochar de todo o potencial humano, prevalecendo sobre tudo o que pudesse abafá-lo ou aprisioná-lo. De 21 de dezembro deste ano a 19 de janeiro de 2011, as energias capricornianas ficarão especialmente ativas, convidando-nos a renovar nossos esforços para manifestar as nossas mais elevadas possibilidades.

Este décimo signo do Zodíaco representa a apoteose do humano. Capricórnio demonstra a capacidade humana de abrir caminho, fazer o seu destino, aproveitar as oportunidades, superar as dificuldades, transformar-se, recriar-se e persistir na direção de seu objetivo. É um signo de extremos, e produz ou o pior ou o melhor tipo de ser humano. As qualidades capricornianas podem expressar-se como mentalidade estritamente materialista, egoísmo exacerbado e fervorosa ambição por sucesso mundano. Ou como sabedoria, abnegação e consagração à evolução espiritual.

A realização é possível em Capricórnio devido ao grande dom deste signo: a disciplina. É o que faz a diferença e propicia a conquista, material ou espiritual. Envolve senso de prioridades, emprego de método e técnica apropriados, empenho constante, economia de tempo e de recursos, renúncia e capacidade de sacrificar o menor em favor do maior. Tantas vezes, os nossos propósitos maiores se perdem, ofuscados por questões menores e trivialidades. A disciplina nos permite colocar cada coisa em seu devido lugar e proporção, de modo que o menor não compita com o maior, mas seja, verdadeiramente, um degrau em sua direção.

Quando a disciplina é aplicada ao desenvolvimento espiritual, conduz finalmente ao que é chamado de iniciação. Uma iniciação é uma grande expansão de consciência, que marca um passo significativo no Caminho Espiritual. Cada iniciação produz uma maior medida de integração interna, psicológica. Como consequência, ocorre uma maior integração externa, com a humanidade, e o indivíduo se coloca mais e mais a serviço da coletividade. Cada iniciação é a entrada em um novo ciclo de experiência, desenvolvimento e serviço.

O processo de iniciação envolve um período de crise. Acontece quando o indivíduo chega a um ponto, em seu desenvolvimento, em que consegue esgotar todos os seus recursos disponíveis, tendo tirado o máximo proveito deles. Só então ele precisa de mais; só então ele merece mais. Nesse ponto, o indivíduo se confronta conscientemente com problemas que, por ora, ele não tem como resolver; ele dá o seu melhor, faz tudo o que está ao seu alcance, e no entanto, não é suficiente. Tal condição de impasse e crise é justamente o solo propício para o poder latente no indivíduo germinar. A crise invoca o espírito humano e extrai dele novas capacidades, antes dormentes. Este despertar do poder interno é a iniciação.

Atualmente, toda a humanidade está passando por um processo global de iniciação. A generalizada crise mundial (social, política, econômica, religiosa e científica) indica que estamos prontos para um extraordinário passo adiante. Muitos dos problemas que confrontam a humanidade estão além da sua capacidade atual de solução, e por isto mesmo, estão fazendo despertar o seu potencial mais profundo. A iniciação da humanidade é iminente, e produzirá uma maior integração interna — entre seus diversos povos — e externa — com as outras formas de vida no planeta. Quando menos pensarmos, a humanidade nos surpreenderá com um desabrochar de sabedoria e amor que muitos de nós nem sequer imaginávamos.
cheers


Desejo a todos um Natal muito iluminado...muita Paz... muito Amor no coração... muita Saúde e consciência crística em 2011 Like a Star @ heaven I love you flower

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  buscador da paz em Sex 14 Jan 2011 - 17:11

---
GRIFO MEU : Srs., eu sou um "genio".

Em Novembro de 2009 eu já tinha "descoberto e documentado" o abaixo, conforme
pode ser visto no texto :

Vaticinia Michaelis Nostradami
http://midiaeprofecia.blogspot.com/2009/11/vaticinia-michaelis-nostradami-e.html

Brincadeirinha.
O editor da matéria é que conhece pouco a história.

Não existe NOVIDADE na materia abaixo, mas é tudo verdade.


"..
..

Ophiuchus está situado entre Escorpião e Sagitário no Zodíaco, também chamado de
Serpentário, é o décimo terceiro signo do zodíaco. A diferença entre uma
Constelação e uma Constelação do Zodiaco é que na segunda, o Sol "entra" em seu
caminho.


Sua representação é a de um homem segurando a Serpente, que fica dividida em
duas partes no céu, Serpens Caput e Serpens Cauda, sendo mesmo assim contadas
como uma única constelação.

O atual "signo oculto" é conhecido desde tempos antigos e está incluído na lista
das 48 constelações descritas por Ptolomeu. Fazia parte do zodíaco ancestral mas
foi descartado porque quando se formularam as regras da Astrologia, há 3 mil
anos, estava longe da plano da órbita da Terra ao redor do Sol.

Porém, com a precessão dos equinócios, a Constalação já se situa entre Sagitário
e Escorpião."

..
..

http://midiaeprofecia.blogspot.com/2009/11/vaticinia-michaelis-nostradami-e.html
---

Movimento da Terra mudou signos do Zodíaco, dizem astrônomos

--
Atração da Lua sobre a Terra teria mudado o alinhamento das estrelas.
Pesquisadores de Minnesota afirmam ainda que haveria um 13º signo.
--


Do G1, em São Paulo
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/01/movimento-da-terra-mudou-signos-do-zod\
iaco-dizem-astronomos.html

Astrônomos do Planetário de Minnesota, nos EUA, afirmam que, por causa da
atração gravitacional que a Lua exerce sobre a Terra, o alinhamento das estrelas
foi empurrado por cerca de um mês.

A questão opõe astrólogos, que se baseiam na posição dos astros para fazer o
horóscopo, e os astrônomos, preocupados com a posição atual de estrelas e
planetas.

"Quando [os astrólogos] dizem que o sol está em Peixes, não está realmente em
Peixes", disse Parke Kunkle, um dos integrantes do Minnesota Planetarium Society
à revista "Time". O signo astrológico é determinado pela posição do sol no dia
em que a pessoa nasceu, o que significa que, de acordo com os astrônomos, tudo o
que se sabia sobre horóscopo está errado.

Ainda de acordo com os o grupo de astrônomos, um 13º signo deveria fazer parte
da astrologia, que teria imprecisões desde o seu início. A explicação é que, na
Antiga Babilônia, apenas 12 das 13 constelações foram levadas em conta,
ignorando Serpentário, que tem como símbolo a cobra.

De acordo com os astrônomos de Minnesota, esta é o período correto que
identificaria cada signo:

Capricórnio: de 20 de janeiro a 16 de fevereiro
Aquário: de 16 de fevereiro a 11 de março
Peixes: de 11 de março a 18 de abril
Áries: de 18 de abril a 13 de maio
Touro: de 13 de maio a 21 de junho
Gêmeos: de 21 de junho a 20 de julho
Câncer: de 20 de julho a 10 de agosto
Leão: de 10 de agosto a 16 de setembro
Virgem: de 16 de setembro a 30 de outubro
Libra: de 30 de outubro a 23 de novembro
Escorpião: de 23 a 29 de novembro
Serpentário: de 29 de novembro a 17 de dezembro
Sagitário: de 17 de dezembro a 20 de janeiro

avatar
buscador da paz

Mensagens : 311
Data de inscrição : 03/11/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  fadinha em Dom 16 Jan 2011 - 13:24

OLÁ BUSCADOR.

É, MEU SIGNO MUDARIA PARA ÁRIES QUE NADA TEM A VER COMIGO, AO CONTRARIO, EIS UM SIGNO DIFÍCIL DE ENTENDER. SOU TAURINA COM OS DEFEITOS E QUALIDADES. MEU ASCENDENTE É PEIXES E MEU SIGNO CONTRARIO OPOSTO É ESCORPIÃO.
PORÉM COMO VOCÊ INICIALMENTE DISSE, É UM FATO JÁ CONHECIDO HÁ TEMPOS. UM BOM TEMPO. UM TEMPÃO....
OLHA SÓ QUE DEZ O TEXTO ABAIXO:

FADINHA

Ah, bom, preciso dizer que o rio São Francisco também corre de Sul para Norte, aqui, no sudeste e nordeste brasileiro, apesar de que sabemos que seu curso foi desviado quando houve o levantamento de toda a costa leste da América do Sul durante a formação dos Andes. Existe inclusive um caminho seco por onde passava o rio. Ocorre isso no Estado de São Paulo também...os rios corriam para o mar e viraram para o interior, deixando como testemunho seus leitos secos... coisas da geologia.

fadinha

O 13º Signo e o Calendário Wiccano - por Ellora Danan

Muita gente que está estudando wicca se pergunta
porque os pagãos têm um calendário de 13 meses com 28
dias cada. Qual seria o 13º mês? E porque 13? Porque
não 12 ou 14? O que tem de especial esse número?

Para entendermos a simbologia do nº 13, devemos voltar
no tempo e analisar os mistérios que envolvem esse
enigma.

Para os antigos praticantes de bruxaria (celtas,
druidas, vikings, etc) a divisão do calendário não era
como conhecemos agora. Eles se baseavam na estações do
ano e os soltícios e equinócios de cada época
correspondente.

Por exemplo, se analisarmos os nomes do dias da semana
em inglês, veremos que têm uma influência tipicamente
pagã:

Sunday: dia do Sol = Sol e day = dia.

Monday: dia da Lua = Mon (variação de Moon, Lua).

Tuesday: Toad's Day, dia do Sapo (o significado é
desconhecido, se crêe que as bruxas comprovavam a
gravidez de uma mulher colocando um sapo vivo à vista.
Se a jovem sentia náuseas a gravidez era confirmada ).

Wednesday: aqui tem um duplo sentido. Poderia ser
Wedding's Day (dia de casamento) ou Wooting's Day (Dia
de Odin, deus supremo dos vikings).

Thursday: Thor's Day, dia de Thor, o famoso deus
trovão, filho de Odin.

Friday: Frigg's Day. Frigg era esposa de Odin.

Saturday: Sabbath's Day, dia de sabá.

Nosso ano de 365 dias e 1/4 (que seria o ano bisexto
cada 4 anos) foi adaptado por um clérigo Italiano
chamado Gregorius, no séc 12. Ele teve que disfarçar
as festas pagãs de acordo com as festividades cristãs
e é por isso que algumas são muito "semelhates", com a
diferença de 2 ou 3 dias, cada uma. Por exemplo:
Ostara é a Páscoa, Yule é o Natal, etc. Porém, ele
tirou o 13 mês, já que, naquela época, as bruxas eram
consideradas portadoras do mal e da má sorte. É daí
que provém a superstição do azar do nº 13.

Entretanto, se voltamos no tempo ainda mais, nos
supreendemos ao ver que no Antigo Egito, esse número
não tinha nada a ver com má sorte ou o mal.

Como é sabido de todos, os egípcios foram praticamente
os criadores da base para a astrologia moderna. Seus
métodos de analisar o céu até hoje impressionam os
arqueólogos mais renomados.

Foi descoberto no teto do templo de Dendera um
calendário zodiacal com os 12 signos do Zodíaco
moderno (Áries, Câncer, Touro, etc) e um 13º signo
chamado Ofídius, simbolizado pela serpente. Para eles,
esse réptil era considerado símbolo da energia solar e
de poder. No Zodíaco de hoje, Ofídius foi retirado, já
que para muitos, a serpente é um animal maldito. Basta
lembrar que foi ela quem "tentou" Eva no Paraíso,
segundo as lendas judaico-cristãs.


Porém, para os egípcios, o calendário de 13 signos
significava a perfeição do céu. Era divido em 13 casas
com suas correspondências zodiacais, formando um
círculo perfeito de 360 graus, já que, este calendário
era de 360 dias, simbolizando a harmonia entre o céu e
a terra, a noite e o dia e os humanos com os deuses.

Entretanto, o mistério não pára aqui. Para essa
cultura milenar, seu país era um espelho do céu e o
Nilo equivalía à Via Láctea. De fato, como já foi
obsevado por muitos egiptólogos e investigadores, essa
idéia presidia na localização, disposição e orientação
dos edifícios sagrados.

A maioria das pessoas não sabem, mas, em um
determinado momento do ano, no verão, em uma
específica hora da noite, o Nilo, perto da Grande
Pirâmide, está perfeitamente alinhado com a Via Láctea
(e as três pirâmides com a Constelação de Órion), como
se fosse sua continuação. Quem presenciou esse
fenômeno, conta que ficou assombrado diante de tal
maravilha. Além do mais, o Nilo é o único rio do mundo
que corre de Sul à Norte (comprovado cientificamente).


Para os físicos e geólogos, isso é um total mistério,
já que todos os rios do planeta correm ao contrário,
ou seja, de Norte a Sul. Essa peculiaridade do Nilo só
poderia ter sido modificada artificialmente milênios
atrás, segundo os científicos. Por quem, por quê e
como, não se sabe. Os investigadores somente chegaram
à uma única conclusão: que se o Nilo não "funcionasse"
assim, a cultura egípicia não teria sobrevivido e
prosperado, já que dependiam de suas águas para
transporte e alimento.

Enfim, não seria possível atribuir ao "azar" o saber
que rege o calendário solar egípcio. Pouco a pouco
vamos detectando fragmentos desse legado secreto.
Porém, ainda falta completar o quebra-cabeças para
decifrar e desvelar o mistério que contêm. Uma
mensagem transmitida por uma misteriosa fonte que, por
alguma razão, sempre preferiu manter à sombra sua
atividade civilizadora ao serviço da evolução do
homem.


Bibliografia (vou colocar em original pq não sei se no
Brasil os livros já foram traduzidos):

The Secret Chamber, Robert Bauval, ed. Random House,
Inglaterra, 1999.

The Crystal Sun, Robert Temple, Inglaterra, 1999.

Brujería Wicca y sus Orígenes, Pedro Palau Pons, ed.
Obelisco, Barcelona, 1998.

copiei da Rosa Pentesiléia...


fadinha

Mensagens : 778
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Convidad em Ter 18 Jan 2011 - 20:47

Oi Fadinha, muito interessante sua postagem.



Vou deixar umas partes de e-mail que recebi do Nilton Schutz, ele faz parte da Eubiose, e é também astrólogo, já tive oportunidade de ir a algumas palestras dele de astrologia, e conheço as bases da Eubiose, uma ramificação da teosofia.
Depois vou trazer um texto de um site dentro do mesmo contexto do 13º signo que fala sobre Vênus e outros planetas envolvidos.



Mudança dos Signos e 13º signo....

No momento o questionamento está na Astrologia ... sobre o que o Astrônomo que falou de ''novos signos...um 13º que deve ser considerado etc''..... e com isto recebi centenas de e-mails perguntando minha opinião e procurarei expressar o que penso e acredito neste e-mail para todos ....

Primeiro Pergunto: '' Você acreditam realmente no que ?'' ..... vocês se firmam em alguma Filosofia real ou vão para os lados formando linhas tortas em seus caminhos constantemente guiados pela ''massa em geral'' ? ....

É o momento de cada um encontrar ''a sua verdade'' neste início da Era de Aquário ....mas esta verdade tem que ter raízes .....fundamentos.....ser forte e viva....pois senão.....dúvidas enfraquecerão esta verdade constantemente ... resumindo ...ela ''ainda não existe''..... e nunca ''a verdade coletiva'' será formada .....

Fica óbvio que a Astrologia ... não somente ela ... mas a Cabala o Tarot entre inúmeras outras vertentes do conhecimento devem ser repensadas e reformuladas .....''isto é mais do que certo'' .... mas baseada em ensinamentos que religam o ser humano ao seu potencial divino ... e não para adivinhações e auto ajudas que ''aliviam momentaneamente'' as pressões e desafios'' que a vida origina ... isto atua somente na aparência ...e não na essência .... meditem sobre isto ....

Esta matéria veio atuar em algo que realmente deve ser repensado ... tem o seu lado positivo para que o contexto desgastado seja ao menos revisto....mas os caminhos utilizados são errôneos e não se baseiam na Sabedoria das Idades...e sim na Ciência oficial humana sem a luz e espiritual .... ( meu caminho espiritual bem definido ...certo e com raízes....você nao precisa acreditar nele !!! ) abaixo atestam o que digo.....basta ler os fragmentos em azul ...

.......

Fragmento da aula dada pelo Prof. Ferreira na Sociedade Teosófica Brasileira ( Hoje Eubiose ) em 1943 :
...''Os astrônomos explicam a precessão pelo recuo aparente do ponto vernal através das constelações zodiacais. Os ocultistas, porém, afirmam que há, de fato, em torno da nossa Cadeia, a rotação de verdadeira esfera zodiacal, constituída pelas constelações do zodíaco, girando em volta do eixo polar de Norte- Sul.
Ao redor desta esfera zodiacal, move-se ainda uma terceira esfera. Daí falarem os livros ocultos, paradoxalmente, na rotação das estrelas fixas.
Da precessão dos equinócios resulta que as constelações zodiacais não coincidem com as casas do zodíaco. Realmente os sábios verificaram que o recuo do equinócio da primavera quando o Sol entra em zero grau de Áries, faz com que o ponto do céu já não coincida com a constelação do Carneiro. Como sabemos, o ponto vernal vai recuando cinquenta segundos por ano, de maneira a fazer uma revolução completa em 27.000 anos.


Ora, atualmente, o ponto vernal está no fim da constelação de Piscis, mas o equinócio da primavera é ainda marcado, tradicionalmente, por Áries. Tornamos a acentuar: as constelações nao coincidem com as casas do zodíaco.
Este fato tem servido de base a crítica impiedosa da Astrologia. Já em sua época Voltaire valeu-se disso para satirizar os astrólogos, que continuavam falando da influência de Áries, quando a constelação materialmente em causa era outra.
Aliás, os astrólogos vulgares, nunca souberam explicar essa aparente contradição. Ainda agora, pouco antes de rebentar a guerra, astrólogos de grande valor, porém nao iniciados, debateram o assunto sem nenhuma conclusão.
Os ocultistas porém, sabem que as constelações zodiacais visíveis são pontos de apoio, são polarizadoras das energias das Hierarquias criadoras, e que estas ademais, refletem os atributos das Hieraquias Arrúpicas...'' ( os grifos são meus ).

A princípio o narrado acima pelo magistral Prof Ferreira ( eminente Teósofo do século passado ) pode parecer complexo e de difícil compreensão.....mas tudo deve ser alcançado através de estudos para quem realmente quer entender o tema.....mas as frases sublinhadas não necessitam de muito conhecimento para ver o parecer do eminente Ocultista.....

Resumindo novamente> As constelações onde estão os planetas na atualidade não coincidem com o da Astrologia ''faz muito tempo'' ... a constelação material vista pelos astrônomos estará sempre 1 signo atrás da real Astrologia ... isto ocasionado através da precessão dos equinócios .... séculos e séculos existe este embate ... a precessão dos equinócios que formam as Eras atestam a realidade de não existe somente 1 zodíaco e sim 3 ..... fica o tema que o nosso céu na verdade é uma ''tremenda ilusão'' a vista de um iniciado ...e a Astrologia que está sendo questionada ainda é um pólo de conhecimento e eferência para que exista esta libertação de consciência .. mas junto da Iniciação real e verdadeira ... baseada na Sabedoria Iniciática das Idades... disse um Adepto: '' se alguém disse que viu o Sol ... ria dele'' .... rsrs

Escreveu meu Mestre em 1950 ...
...”Falou-se em círculos Zodiacais, um de quatorze, outro de doze, e outro de DEZ. Quando os 3 se acharem equilibrados, pois que aí figura o mistério das 3 gunas ... o valor é DEZ, como os apontados avataras, nas teogonias mais em voga. E que concorreram para HPB dizer que na Idade de Ouro, os doze signos passariam a Dez, isto é, SCORPIO ( que ela não apontou ) sumiria ao lado de VIRGO ( Marte e Mercúrio, ou Filho e Pai ). E isto, por ser a Idade dos Andróginos... ( os grifos são meus ).

Meus queridos e queridas... acredito não ser necessário explicar o texto acima ... alguém questiona HPB ? ( Helena Petrovna Blavatsky )...se sim...é melhor deletar este e-mail já e ir atrás de outro caminho .....................13º signo de forma ativa e material na atual evolução? ... fantasia para se vender algo para incautos ... o futuro reserva a realidade de 10 signos.....onde 3 formarão 1 só ... daí explicar a semelhança dos símbolos de Virgem e Escorpião ...e Libra ser considerado os signo do equilíbrio... quando a humanidade desenvolver e ampliar seu estado de consiência estará pronta para iniciar a exteriorização de seu anjo interno.... isto será a Idade de Ouro ou dos Andróginos.......


Mais adiante ele continua no mesmo escrito ...

...''A Terra não tem apenas os movimentos que a ciência oficial reconhece. Ela roda de acordo com o Céu das estrelas fixas ... E é por isso que passa pelas camadas, de quatro naturezas ... que deram nome as próprias Idades OURO, PRATA, BRONZE e FERRO, ou Idade negra de 432.000 anos, que é aquela que estamos passando. Donde, os fenômenos meteoriticos que atrapalham os mais conspícuos conhecedores de semelhante ciência''...

Vamos estudar mais a Sabedoria Iniciática das Idades fundamentada nos ensinamentos do Grandes Mestres da Humanidade ... e acreditar menos em Mestres Gurus Espíritos Salvadores ... tropas intergalácticas ... chamas curadoras etc etc etc que permeiam o meio eXOtérico adentrando no eSOtérico e deixando todos com dúvidas/ incertezas e devaneios .... estudem....estudem....e estudem...... menos BBB Fazendinha e outras futilidades......... acredite mais ''em você'' e no que existe principalmente ''dentro de você'' com os valores que adquiriu com suas experiências.......
;-)

fraternalmente
Nilton Schutz

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Um adendo a postagem acima:

Mensagem  Convidad em Ter 18 Jan 2011 - 22:47


Postei esse texto na intenção de entendermos melhor sobre o que está circulando na net sobre a divulgação do 13º signo.
Ele é eubiota nato, portanto cético nessa parte da Fraternidade Branca, talvez eu não deveria ter colocado o último parágrafo.
Em meu coração primeiro Jesus, que considero Mestre dos Mestres, que passou ou está passando o bastão pra St. Germain, o avatar da era aquariana, e me sinto uma trabalhadora da Luz.

Paz e Luz Violeta!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  fadinha em Ter 18 Jan 2011 - 23:20

Desculpe Rosiana,

Até apaguei meu "post" e não imaginei que alguém pudesse ter lido. Eu é que fui imprudente de chamar a pessoa de exotérico, caindo na mesma energia dele, que é a da crítica. Cada um está em seu patamar de evolução e todos se dirigem para o mesmo lugar, a ascensão.
Cada história de evolução é única porque ,cada um de nós, seres únicos no universo... e de certa forma somos todos um, mas só de certa forma, porque até nas linhas dos dedos da mão não existem dois iguais, duas pupilas iguais...e não existem duas evoluções iguais, nem das almas gêmeas.
E, sendo assim, as pessoas acreditam no que quizerem... mas falar das chamas, ou da luz, o outro nome das chamas... que não agem e portanto não curam... me deixou muito.... porque a pessoa está falando do que não conhece, não experimentou, caso contrario deixaria tal conceito.

Você me perdoa, agi no impulso e me arrependi em seguida, mas o que eu disse não tem nada a ver com você e sim com o que ele disse.

maria elisa

fadinha

Mensagens : 778
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Convidad em Qua 19 Jan 2011 - 0:48

Maria Eliza,

Se for pra pedir perdão, eu quem peço, quando fui responder a você inclusive me desculpei, mas no momento de postar vi que você tinha retirado, aí mudei um pouco a resposta; e voce está com toda razão, ele não tem a ótica espiritual que tratamos aqui, o lapso foi meu repito, deveria ter postado o que ele fala sobre o 13º planeta, e não o que ele pensa sobre as chamas etc.
E quero dizer também que me considero uma aprendiz e aluna com vocês, e que sou grata por isso. Acho importante essa troca idéias.

Com carinho, Rose.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  fadinha em Qua 19 Jan 2011 - 12:46

Rose,

posso dizer que conheço um pouco você e não precisa se desculpar, entendo perfeitamente.
Também não se preocupe com outras linhas de pensamento, gosto de ler sobre a Eubiose mas não concordo com algumas colocações deles e outras concordo muito, aprendo muito. Aliás com muitas outras linhas de pensamento e vou assim construindo o meu próprio caminho.
Acho que você pensa assim também e normalmente a gente se afiniza mais com uma do que com outra, depende de nossa história mas depende também dos dons que desenvolvemos ao longo das encarnações.
É bom a gente ser aberta para outros modos de pensar, ah, é muito bom, conhecimento que a gente não pode confrontar é perigoso, é fanático.
O que ocorre é que essa pessoa não é assim, ficou bitolado e por isso fala do que não conhece, do que ouviu falarem. Eu defendi as chamas e os Mestres Ascencionados porque foi por aí que tive meus melhores resultados.
Porém a Eubiose toma um espaço do conhecimento muito verdadeiro no que diz respeito à importância da Serra do Roncador e sua população intraterrena mas tem conceitos deles sobre os povos intraterrenos que não compartilho e... por aí vai...semelhanças e diferenças.
O que podemos fazer é isso, dar um alerta quando pegamos um pensamento equivocado e não deixar de postar.
Voce também pensa assim? acredito que sim.

beijo,

maria elisa

fadinha

Mensagens : 778
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Convidad em Qua 19 Jan 2011 - 21:59

Oi maria eliza,

Muito bom, penso exatamente assim, inclusive pelo alerta, obrigada.
Bjo, Rose

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Aquário: Servir a Humanidade

Mensagem  Convidad em Qui 17 Fev 2011 - 8:52

Bom dia!
O plenilúnio da lua cheia de Aquário ocorre exatamente no dia 18, às 06h36 do horário brasileiro de verão.


O signo de Aquário promove a expansão da consciência do individual para o coletivo. Suas notas-chave são serviço e universalismo. É o signo que regerá a nova era na qual estamos entrando, por isto é especialmente importante compreender as suas qualidades e influências.
Todos os seres são partes de um todo maior. Neste todo, cada ser desempenha um papel único e vital. Mas nós, seres humanos, prestamos atenção não ao todo maior, e sim a nós mesmos, como indivíduos. O signo oposto complementar a Aquário, Leão, representa este autocentramento e o desenvolvimento da autoconsciência. É uma base indispensável e o ponto de partida para toda a ampliação. À medida que o ponto de consciência individual é fortalecido e estabilizado, podemos prosseguir com a sua expansão para uma esfera de consciência cada vez maior: um grupo, uma nação, a humanidade, o planeta... Esta ampliação é estimulada pela energia de Aquário.

Quando um indivíduo compreende a maneira como a sua vida integra um todo maior, ele descobre qual é a sua função neste todo e pode passar a desempenhá-la conscientemente. A isto chamamos serviço. Muitas vezes, o ideal do serviço tem sido interpretado de modo superficial, como se fosse simplesmente ajudar os outros. É algo mais amplo e mais profundo do que isto. O serviço é uma expressão de consciência. Significa que o indivíduo alcançou a visão de um propósito maior — o propósito do todo, seja um grupo, uma nação ou a humanidade — e então se coloca a serviço deste propósito, procurando participar inteligentemente de sua realização.
]
Aquário não só incentiva ao serviço, mas incentiva a servir em grupo. Contudo, não se trata de meramente filiar-se a alguma organização. De novo, é uma questão de consciência. Sempre que um indivíduo se aproxima de sua própria essência, ele se aproxima também de seus semelhantes. E quando o indivíduo verdadeiramente encontra a si mesmo, ele também encontra o seu grupo — aqueles que pensam como ele, aspiram como ele e servem como ele. Os grupos aquarianos reúnem-se em torno de ideias e ideais comuns, e não por afinidades pessoais. Existem para servir um propósito maior e cumprir uma função dentro da humanidade.

Estamos vivendo um longo período de transição entre a antiga Era de Peixes e a nova Era de Aquário. E podemos esperar pelo surgimento cada vez maior de grupos com inclinação aquariana, provocando grandes transformações na cultura e na civilização humanas. Estes grupos estão trabalhando para promover a cooperação entre as nações, a aproximação e o reconhecimento mútuo entre as religiões, a circulação e a distribuição dos recursos econômicos e a integração entre os diferentes povos e culturas. A influência de Aquário gradualmente dissolverá o exclusivismo e o separatismo, e viremos a compreender que somos todos uma só família humana.

Anualmente, no mês de Aquário (este ano de 20 de janeiro a 18 de fevereiro), somos convidados a servir a humanidade, participando inteligentemente da construção da nova cultura e civilização aquarianas.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  fadinha em Sex 18 Mar 2011 - 13:58

Olá Rosiana.

Encontrei na Internet.
Sei que há muitos comentários contra essa teoria mas o que vale mesmo, nesse caso é a prática. Temos que nos lembrar que o magma é muito plástico e moldável como a água também é e o nascimento de crianças...será que teremos muitos nascimentos?...além da influência sobre as plantas.

fadinha

A maior Lua Cheia dos últimos 20 anos
por Hector Othon

Em 19 de março poderemos acompanhar a maior Lua Cheia dos últimos 20 anos. Lua Cheia a 28º de Virgem.

A lua cheia estará maior, porque se encontrará no ponto da orbita da Lua em torno da Terra, mais próximo a Terra (perigeu lunar). Este ponto em astrologia é conhecido como Priapo, assim como seu ponto oposto (apogeu lunar) como Lilith, se observar nas efemérides poderá constatar que Lilith esta em conjunção com o Sol.

A lua estará a uma distância de 221,567 milhas da sua órbita em torno da Terra.

A partir de hoje, comece a acompanhar o nascer da Lua, é o melhor momento para ver sua beleza. Se estiver num lugar que tenha visual do horizonte, tanto no leste como no oeste, amanhã e depois de amanha (dias 17 e 18), poderá acompanhar no céu o Sol se pondo e a Lua nascendo, compare os tamanhos e se delicie com o visual.

Nos dias 20 e 21 poderá acompanhar no amanhecer, o Sol nascendo e a Lua se ponto.

No próprio dia 19, sábado, vale a pena namorar o nascimento da Lua no inicio do anoitecer.

Astrologicamente esta Lua pode selar, para quem estiver ligado, uma oportunidade particular para a pessoa entrar em contato com suas verdades e inaugurar um novo ano astrológico a altura do momento histórico especial que vive o planeta e cada um de nos. No dia 20, o Sol entra entra em Áries as 20h22.

Desejo a todos um novo ano com saúde e coragem para viver com verdade e simplicidade, avançando a cada dia na arte de ser dono de si.

Carinho
Hector Othon

Por outro lado, a configuração dos planetas junto a aproximação maior da Lua podem continuar ativando os fenômenos climáticos e geológicos que estamos vivendo.

Tem se observado que ‘supermoons’ no passado foram acompanhadas por extremas manifestações do clima, e ativação de movimentos geológicos: terremotos, vulcões, tsunamis.

“A última vez que a lua passou tão próxima da Terra foi no dia 10 de janeiro de 2005, nos dias próximos dos terremotos na Indonésia que registrou 9.0 na escala Richter. O furacão Katrina em 2005 também foi associado com a lua cheia incomum.

Previsões de ‘supermoons’ aconteceram em 1955, 1974 e 1992 – cada um destes anos tivemos a experiência de fortes manifestações de fenômenos atmosféricos, climáticos e geológicos.”



2011 sera regido por Mercúrio
Em 20 de março às 20h22 o Sol entra em Áries, inaugurando o novo ano astrológico que será regido por Mercúrio. Nada melhor que o planeta da comunicação, expressão abençoando este ano desafiador.

A principal característica do ano será a mudança.

Todos seremos desafiados a com coragem assumir as verdades de nosso coração e nos dispor a mudar em busca de maior amplitude, amorosidade e capacidade de conviver com o diferente e o inesperado.


http://www.astrothon.com/Horoscopo/WebHome

fadinha

Mensagens : 778
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Convidad em Sab 19 Mar 2011 - 10:41



'Encontrei na Internet.
Sei que há muitos comentários contra essa teoria mas o que vale mesmo, nesse caso é a prática. Temos que nos lembrar que o magma é muito plástico e moldável como a água também é e o nascimento de crianças...será que teremos muitos nascimentos?...além da influência sobre as plantas.

fadinha'


Bom dia fadinha,

Estou com pouco tempo, mas gostaria de maneira bem simplista dar meu palpite nesta frase de entrelinhas como esta; eu responderia que não deveríamos ter muitos nascimentos não. E talvez as plantas não sejam tão influenciáveis como imaginamos....

rosiana.





A ÚLTIMA LUA CHEIA DO ANO ASTROLÓGICO - 19/03


Ao refletir sobre a Lua cheia deste sábado (19/03, às 15h10 no horário de Brasília), a primeira coisa que me chamou a atenção foi o fato deste evento acontecer bem no finalzinho de Peixes e Virgem. É um grande momento de finalizações. O Sol a se preparar para o ingresso em Áries e se unir a Urano, indo em direção ao novo, mas antes revendo todo um ciclo que passou. A Lua em Virgem, criteriosa, observando detalhes, reunindo dados para separar o joio do trigo.

Este é um período de colheita do que plantamos em todo o último ciclo solar. O Universo, em sua infinita sabedoria, nos presenteia com este momento para que possamos prestar contas a nós mesmos de tudo o que fizemos até agora e o que queremos levar para a grande viagem que terá início no domingo. Queremos levar uma bagagem pesada, de culpas, mágoas, preocupações, receios, inseguranças? Ou queremos seguir livres, leves, confiantes, seguros de nosso propósito de vida?

O eixo Virgem-Peixes é o eixo da missão. É o estar aqui-agora conscientes de nossa multidimensionalidade. É o estar inteiro, saudável, equilibrado, atento, porém com a visão ampliada para compreender a "big picture". É o viver em meditação. Mas Sol e Lua formam quadratura com os Nodos Lunares. Em meio a tantas reviravoltas e mudanças, temos um período complicado para quem ainda se encontra perdido, sem rumo. Há que se ter foco, que se estar centrado, que se identificar com soluções para seguir em frente.

Sol e Urano estão conjuntos à Lilith: é a força e o poder feminino em nome da liberdade. É o grito de independência, a quebra das correntes, o movimento feminista, o resgate da voz das mulheres que ainda se encontram subjulgadas no mundo Árabe, por exemplo. Recebemos com essa configuração um "choque elétrico" para fazer valer nossa vontade. Uma energia audaciosa que, se bem conduzida, poderá nos proporcionar conquistas importantes.

Mercúrio e Júpiter em Áries estão opostos a Saturno retrógrado em Libra. Já repararam como é fácil para as pessoas emitirem julgamentos e opiniões sem conhecerem realmente o tema em questão? É fácil falar demais, fazer promessas vãs, assumir compromissos que não temos certeza se vamos dar conta de cumprir. É mais fácil criticar o que está errado do que fazer a coisa certa. Pois agora é necessário buscar a verdade em nossos corações. Sentir qual é a verdade maior que ressoa dentro de cada um de nós, independentemente da avalanche de mensagens e notícias que recebemos por email, que lemos nos jornais ou assistimos na TV. Para que possamos ajudar o outro, temos que estar certos de que a vida em nós é abundante, honesta e íntegra.

Vênus, Netuno e Quíron estão na casa 7, a casa do outro, revelando que colaboração, empatia, solidariedade, gentileza, compaixão e diplomacia são temas em destaque e serão fundamentais para continuarmos a jornada. Marte, Sol, Júpiter e Urano estão na casa 8, a casa das transformações, indicando que as reviravoltas, mudanças súbitas e surpresas também continuam em pauta. São necessárias para que tenhamos algo maior e melhor no futuro.

Nunca vivemos tempos tão excitantes para quem está imbuído de mostrar ao mundo a que veio. Porém, tão tensos para quem está sem eira nem beira, a tatear no escuro.

O ingresso do Sol em Áries será no domingo, dia 20, às 20h20 (23h23 em Portugal). Algo em nossas vidas está clamando por uma estréia. Muitas coisas se vão, enquanto outras estarão apenas começando. Deixo uma sugestão: meditar neste horário para mentalizar e energizar intenções, tanto para nós mesmos quanto para o planeta.

Indico a leitura do post SOL E URANO EM ÁRIES - OS NOVOS TEMPOS BATEM À PORTA aqui no Dalla Blog e VIRGEM - LUA CHEIA 2011 de Madalena, do blog FIO DA VIDA. E desejo um feliz ano novo astrológico para todos, com muito AMOR acima de tudo!

http://marcelodalla.blogspot.com/




Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Peixes: Redenção Planetária

Mensagem  Convidad em Sab 19 Mar 2011 - 10:46

Caro amigo,
Você está convidado a celebrar o Festival de Peixes, no próximo sábado, 19 de março. Neste período, as energias espirituais estão especialmente acessíveis, e todos podemos aproveitar tal oportunidade para trazer luz e amor à humanidade, através da prática da meditação e do uso da Grande Invocação. O plenilúnio ocorre exatamente às 15h10.
Em Campinas, haverá uma palestra e meditação grupal no sábado pela manhã, às 10h, no Hotel Dan Inn Cambuí (Av. Júlio de Mesquita, 139).
Fraternalmente,
Ricardo Georgini



Peixes: Redenção Planetária

Peixes é o signo que completa a roda zodiacal. O seu grande tema é redenção. Simplificadamente, podemos dizer que redimir significa trazer algo de volta ao seu estado original de pureza, liberdade e beleza. Durante o mês de Peixes (este ano de 19 de fevereiro a 19 de março), somos convidados a nos desapegar e sacrificar quaisquer atitudes, crenças e hábitos que produzem limitação, separação e nos impedem de expressar as nossas possibilidades mais elevadas.
A primeira coisa que, talvez, precisemos redimir é a própria imagem que fazemos do humano. Todos os mestres espirituais ensinaram a beleza e a bondade essencial do ser humano, e todas as tradições religiosas afirmam que o homem é um filho de Deus. Apesar disso, nós temos enfatizado exageradamente o outro lado, com inflamados discursos sobre pecado, culpa e degradação. Mas a escuridão não é superada falando de escuridão ou combatendo a escuridão. É preciso discernir a luz, valorizar a luz, alimentar a luz. Assim, é fundamental que nós, humanidade, redescubramos o fato de que o humano é essencialmente sagrado, e que a verdadeira natureza humana é amor, bondade, beleza, verdade e justiça.
A energia de Peixes confere uma aguda sensibilidade, capaz de encontrar a luz em meio à escuridão, perceber a ordem no caos e ver o bem por trás do mal aparente. Esta sensibilidade permite que nos sintamos partes de um Todo Maior, células no corpo de Deus, e que nos sintamos em contato com a divindade e em comunhão com tudo e com todos. Ela permite que reconheçamos e nos sintonizemos com o que há de melhor em cada pessoa, a começar por nós mesmos.
O desenvolvimento da sensibilidade, estimulado por Peixes, deve ser acompanhado pelo desenvolvimento mental. É função da mente compreender e interpretar corretamente aquilo que o coração percebe com sua sensibilidade. Quando isto não é feito, falta ao indivíduo um ajustado senso de proporção, então ele pode ver uma pequena fração da verdade e achar que já conhece a verdade toda. Aí surge um sentimento de ser especial, e frequentemente ele julga que seu grupo, teoria ou doutrina detém o privilégio da salvação.
Sem o complemento de uma mente potente e esclarecida, a sensibilidade pode levar à vulnerabilidade e à passividade. Então, o indivíduo se abala demasiadamente com o aparente mal em si mesmo, nos outros e no mundo. E não consegue aplicar à sua vida prática todas as aspirações, sonhos e ideais do coração. Por isso, todos devemos almejar o equilíbrio e complementação entre cabeça e coração, razão e sensibilidade, firmeza e flexibilidade, planejamento e espontaneidade.
Há uma árvore latente em cada semente, que só precisa das condições adequadas (como nutrientes, água e luz) para germinar e crescer. Semelhantemente, faz parte da natureza humana aprender, amar, compartilhar, se doar... Só é preciso que não atrapalhemos o processo, com culpas, exigências descabidas, apegos, etc. A influência de Peixes nos convida a renunciar a crenças em favor de uma verdade mais ampla, e sacrificar a visão superficial em favor de uma percepção mais profunda, e nos abrir para o melhor em nós e nos outros, e cultivar uma refinada sensibilidade ao bem. Complementada pela correta atuação da mente, que a humanidade vem desenvolvendo consistentemente, o resultado será a redenção planetária.


Festivais Espirituais 2011/2012

A lua cheia é o período mais favorável para todo trabalho espiritual. O alinhamento mensal entre Sol, Terra e Lua permite que as energias espirituais irradiadas pelo Sol cheguem diretamente ao nosso planeta, livres da obstrução lunar. Este influxo de energias espirituais solares é qualificado pelo signo zodiacal em que o Sol se encontra naquele mês. Assim, as doze luas cheias anuais marcam doze Festivais Espirituais, cada um com uma qualidade energética específica, de acordo com o signo daquele mês.
Por todo o mundo, grupos se reúnem regularmente nas luas cheias para meditar e celebrar os Festivais Espirituais. Tais reuniões têm o propósito de servir a humanidade, captando as energias espirituais disponíveis, assimilando-as e irradiando-as para todas as mentes e corações humanos.

Datas e horários:
17/abr/2011 domingo 18h00 Festival de Áries
16/mai/2011 2ª-feira 19h30 Festival de Touro
14/jun/2011 3ª-feira 19h30 Festival de Gêmeos
14/jul/2011 5ª-feira 19h30 Festival de Câncer
12/ago/2011 6ª-feira 19h30 Festival de Leão
11/set/2011 domingo 18h00 Festival de Virgem
11/out/2011 3ª-feira 19h30 Festival de Libra
09/nov/2011 4ª-feira 19h30 Festival de Escorpião
09/dez/2011 6ª-feira 19h30 Festival de Sagitário
08/jan/2012 domingo 18h00 Festival de Capricórnio
06/fev/2012 2ª-feira 19h30 Festival de Aquário
07/mar/2012 4ª-feira 19h30 Festival de Peixes

Local: Hotel Dan Inn Cambuí (Av. Júlio de Mesquita, 139 – Campinas).

Entrada franca. Contribuições são bem-vindas.

Unidade de Serviço Para Cultura Espiritual
www.culturaespiritual.net.br - contato@culturaespiritual.net.br

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  fadinha em Seg 28 Mar 2011 - 10:43

Olá,

empirismo, claro.

fadinha

Uma mudança na fase da lua pode fazer uma criança nascer?


"Não existe nenhuma publicação científica na área da Medicina que comprove a influência da lua nos partos. Entretanto, muitos médicos admitem que há um número maior de nascimentos nos dias de virada ou durante a fase da lua cheia. Uma coincidência inexplicável e quase mística tratada com desdém pela comunidade científica por causa da falta de comprovação.

Mas algo realmente inegável acontece, “uma ligação desconhecida entre a Lua e o nascimento”, concordam os ginecologista e obstetras. Há relatos médicos que dizem que conforme a transição lunar, o número de nascimentos nos hospitais chega a triplicar, fazendo inclusive com que alguns médicos programem o seu trabalho conforme o calendário lunar.

Na tentativa de uma explicação para o fenômeno, alguns profissionais da saúde dizem que, por tradição, os ciclos menstruais da mulher são contados pelo sistema do mês lunar, com apenas 28 dias. A gestação também obedece o mesmo ciclo. Em média, são contados nove ciclos da lua — e não nove meses completos —, desde a fecundação até o momento previsto do parto.

Mesmo ainda sem comprovações sobre a influência da lua sobre o nascimento de bebês, é certo que o satélite é capaz de proporcionar mudanças em elementos da Terra. Os mais visíveis dizem respeito aos elementos fluidos, como a água das marés e os ventos atmosféricos."

Mauro Aparecido Lázaro nasceu e passou todos os seus 46 anos de vida na fazenda da Faculdade de Zootecnia da Universidade de São Paulo (USP), em Pirassununga.

Hoje, é o responsável pela administração de todas as atividades agrícolas da fazenda. É com essa autoridade que ele garante:

Madeira, para ser de boa qualidade, tem de ser cortada na Lua Minguante, porque nessa época ‘chupa’ menos água do solo. Nas outras luas, ela se encharca e o mourão logo apodrece.”

Nas mãos do agricultor, as plantações da fazenda da USP, que fornecem alimento aos rebanhos da escola, seguem um rígido cronograma lunar.
Arroz só deve ser plantado na Lua Nova de outubro. Alho, para durar mais tempo, tem de ser colhido na Minguante. “Se existe alguma prova científica disso, eu não sei”, admite Lázaro. “O que eu sei é que a gente segue essas regras desde o tempo do meu avô e nunca deu errado.”
Assim, mesmo não se comprometendo com a influência da Lua sobre as plantas, os agrônomos da USP de Pirassununga acabam respeitando a “administração lunar” de Mauro.

Não é só no interior do Brasil que a Lua é usada tradicionalmente como indicador agrícola. Há mais de quarenta anos, a técnica alemã Maria Thun desenvolveu um calendário de plantio e colheita que leva em conta as mudanças de posição entre a Terra, a Lua e os planetas.
Segundo o agrônomo René Piamonte, do Instituto Biodinâmico, em Botucatu, Estado de São Paulo, não se trata de astrologia. “Mas não tem como negar que a conjunção dos astros, em particular da Lua, influi no crescimento dos vegetais.” Provas científicas? Ninguém tem. Mesmo Piamonte se rende: jamais conseguiu concluir uma experiência que comprove a eficácia do sistema lunar.

Existe gente que precisa ver para crer. O agrônomo Salim Simão, professor aposentado da USP, é uma dessas pessoas. Intrigado com as histórias que ouvia na faculdade sobre a influência da Lua na lavoura, ele resolveu fazer desse assunto o tema de sua tese de doutorado, em 1946. Durante cinco anos, Simão semeou vários tipos de hortaliças, em todas as fases lunares.
“A acreditar no que os lavradores dizem, os vegetais de folhas, como alface, repolho e espinafre, deveriam se desenvolver melhor se fossem plantados na Lua Cheia”, conta ele.
“Os de raízes tuberosas, como cenoura e rabanete, na Lua Minguante.”

Mas não foi isso que Simão verificou. As hortaliças parecem só dar bola mesmo para o clima. “A cenoura e o rabanete vão muito melhor durante o verão, não importando a fase da Lua em que forem plantados.” Quanto à influência da força gravitacional da Lua na germinação das sementes, Simão também fez as contas e nada achou.
“O efeito da força de gravidade lunar — se é que existe — seria insignificante: não representaria mais do que 0,5 milímetro no crescimento de uma árvore de 20 metros de altura.”

Nem a maior ou menor absorção de água pelos vegetais resiste a uma análise mais detalhada. “A necessidade de água de uma planta depende do quanto ela transpira”, esclarece o botânico Gilberto Barbante Kerbauy, professor de Fisiologia Vegetal na USP. Ou seja, como qualquer organismo vivo, os vegetais buscam manter o equilíbrio. A quantidade de água absorvida do solo será tanto maior quanto maior for a perda de água pelas folhas. “E isso tem a ver com o clima, e não com a Lua”, conclui Kerbauy.

Mudando da terra para o mar:

Emídio Balbino dos Santos passou a maior parte de seus 84 anos junto ao mar. Pescador na praia de Toque-Toque Pequeno, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo, ele assegura: “Nos dois dias seguintes à Lua Cheia, que a gente chama de quebrante da Lua, a pesca rende mais.” Há idéias que, de um jeito ou de outro, funcionam. Segundo o engenheiro de pesca Moisés Almeida de Oliveira, professor da Universidade Federal do Ceará, o pescador tem razão.

Oliveira explica que nas marés mais fortes, provocadas pelas luas Nova e Cheia, as águas sobem e descem com muita violência. Para quem faz pesca de espera, como seu Emídio, isso é ruim porque nesse caso a rede precisa ficar parada, o que não é possível nas águas turbulentas. Por isso, o melhor para ele são os dois dias depois da Lua Cheia, quando as correntes começam a se acalmar.
“Para quem faz pesca de arrasto, por outro lado, puxando a rede de barco, as melhores marés são mesmo as mais fortes”, diz Oliveira. Isso porque as correntes mais intensas revolvem o fundo do mar e trazem para a tona microorganismos, como os plânctons, que atraem atrás de si todo um cortejo de peixes — presas fáceis das redes em movimento. Assim, pode-se dizer que, ainda que indiretamente, a Lua tem, sim, influência sobre a pesca. Porque ela mexe com as marés.

E, imagine: as marés podem decidir até guerras. A Segunda Guerra Mun-dial terminou como terminou por influência da Lua. O General Dwight Eisenhower só marcou a data de desembarque das forças aliadas na Normandia, na França, depois de consultar a Lua. Não se tratava de superstição, mas de simples questão de tática militar. A madrugada de 6 de junho de 1944 foi escolhida com base no estudo das marés no Canal da Mancha. Esta era uma das únicas noites claras, de maré baixa — condições fundamentais para a chegada das tropas americanas e francesas à praia dominada pelos alemães. Assim, era possível aos aliados enxergar perfeitamente as armadilhas e a posição dos inimigos.
“Na verdade, a data inicialmente escolhida era o dia 5, mas o desembarque acabou sendo adiado por causa de uma violenta tempestade”, comenta o astrônomo Ronaldo Rogério de Freitas Mourão, astrônomo do Museu de Astronomia, no Rio de Janeiro.

Desse ponto de vista, não há, portanto, nenhuma inverdade em afirmar que a Lua “define” os destinos da humanidade. “Mas é uma influência indireta, por meio das marés — estas, sim, o único efeito lunar cientificamente comprovado sobre o planeta”, completa Mourão.

Não são só os oceanos que sentem a atração gravitacional da Lua.
Ela provoca também movimentos de atração e retração na porção sólida e gasosa do planeta, as chamadas marés de crosta e de atmosfera, bem mais sutis que as oceânicas. “A crosta, por ser sólida, oferece uma resistência muito maior e qualquer movimento aqui é praticamente imperceptível”, explica o astrônomo. Os gases, que compõem a atmosfera, por outro lado, tendem a ocupar todo o espaço que lhes é oferecido. Assim, também aqui, o efeito que a maré produz na pressão atmosférica é mínimo.
Quando Janaína completou sete dias de vida, dona Joaquina, sua avó, deu o primeiro banho na criança e, assim que a Lua subiu, levou a menina para fora e estendeu-a para o alto, rezando: “Luar, luar, aqui está Janaína, me ajuda a criar”. Hoje, Janaína é uma saudável garota de 13 anos. O quanto a bênção lunar influiu na boa criação da filha, o pai de Janaína, o pesquisador de cultura popular Toninho Macedo, não sabe dizer. “Mas pedir a bênção à Lua é costume na minha família desde que eu era criança”, diz o folclorista fluminense, que hoje vive em São Paulo.
A história de Janaína demonstra bem o fascínio que o satélite natural da Terra sempre exerceu sobre o homem. Um fascínio que mexe, inclusive, com todo o organismo humano — da gestação ao parto, do crescimento do cabelo à loucura.

A Lua sempre foi fortemente associada à mulher. A começar pelo ciclo menstrual: o período regular, de 28 dias, é o mesmo tempo que o astro leva para cruzar o céu e passar pelas quatro fases. Daí, a crença de que ele controla toda a gestação e o próprio parto. E isso aparece até nas maternidades.

A Neomater, em São Bernardo do Campo, município da Grande São Paulo, é um exemplo disso. “Apesar de não termos nenhum relatório oficial, podemos notar que boa parte dos 400 partos que fazemos por mês está concentrada nos períodos de mudança de Lua”, comenta Walter Ramos, diretor clínico do hospital. A obstetra Neiva Ortiz de Camargo, que também é astróloga, diz que tudo depende do mapa astral de cada pessoa. “Mas, de maneira geral, na Lua Cheia há uma ocorrência maior de hemorragias e até abortos.”A explicação mais comum para esses nefastos efeitos lunares são as chamadas “marés biológicas”.
Criada pelo psiquiatra americano Arnold Lieber, a teoria supõe que, se a Lua mexe com os oceanos, provocando as marés, mexeria também com os líquidos que constituem cerca de 70% do organismo humano. Assim, se a Lua Cheia provoca marés mais violentas, deveria também provocar uma expansão no líquido amniótico, que envolve o embrião no útero, forçando a bolsa e precipitando o parto.
A teoria é até bem bolada. Mas não consegue convencer a todos. “Cerca de 60% dos abortos são provocados por anomalias genéticas da mãe, como má-formação uterina”, sustenta o ginecologista e obstetra Thomas Gollop, que diz desconhecer algum trabalho científico que comprove a influência — ou não influência — da Lua sobre o organismo humano. O que há são levantamentos estatísticos. E, aí, quase sempre acontece um empate.
De um lado, a obstetra Neiva de Camargo conta que tem registrados cerca de 400 casos de acidentes cirúrgicos de alguma forma relacionados com a Lua. De outro, o físico Luiz Renato Souza Júnior, diretor da empresa ADP Informática, em São Paulo, não resistiu à curiosidade e resolveu, no início de 1992, conferir o que havia de verdade em tudo isso.

Souza Júnior cruzou em computador as datas de nascimento de mais de 316 500 pessoas com os dias de mudança de Lua. O resultado foi surpreendente: 25% das pessoas haviam nascido na Lua Nova, 25% na Crescente, outros 25% na Cheia e os restantes 25% na Lua Minguante.

E mais: os nascimentos estão distribuídos igualmente pelos sete dias de duração de cada fase. Ou seja, somente um sétimo das pessoas nascem na mudança de fase. Ninguém poderia esperar normalidade maior. “Mas nada disso adiantou”, lamenta, inconformado, Souza Júnior. “As mulheres continuam acreditando que a Lua controla os nascimentos.”

O astrofísico fluminense Vítor D’Ávilla, do Observatório Nacional do Rio de Janeiro, tem uma resposta definitiva à teoria das marés: “Qualquer movimento trivial, como levantarse de uma cadeira, ou simplesmente caminhar pela rua, produz uma aceleração milhões de vezes maior do que a provocada pela gravidade da Lua”, diz ele. “Portanto, se ela, tão distante, fosse capaz de fazer tudo o que dizem por aí, não poderíamos nem mesmo sair da cama de manhã, sem sofrer uma hemorragia fatal.”

Passando do sistema reprodutivo para o digestivo, quem não se lembra da famosa dieta da Lua? Segundo se diz, basta ficar atento ao dia e à hora em que a Lua muda de fase e, a partir de então, passar 24 horas se alimentando só de líquidos. A promessa é de se perder até 4 quilos num mês. Não é difícil adivinhar a resposta de uma especialista em dietas sobre esse sistema de afinar a silhueta: “É claro que ficar um dia inteiro só à base de chás e água acaba emagrecendo”, critica a nutricionista clínica Mariângela Deláqua, de São Paulo. “E isso independe da Lua.”
Outra crendice: cortar o cabelo em Lua Crescente apressa o crescimento. Em Lua Cheia, aumenta o volume. Em Lua Nova, fortalece as raízes. Mas, em Minguante, os fios enfraquecem e caem. Novamente, os médicos têm outra interpretação: “O crescimento de pêlos é controlado pela testosterona, e não pela Lua”, rebate o endocrinologista Ricardo Peres, do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A testosterona é um hormônio masculino, também produzido pela mulher, em menor quantidade. A liberação de hormônios é regulada pelo hipotálamo — a região do cérebro que funciona como um relógio e impõe o ritmo biológico ao organismo. “Esse processo é regido pelos períodos de sono e vigília do indivíduo. Qualquer associação com a Lua é mera coincidência”, conclui Peres.

Outra antiga associação é com a loucura. Na Idade Média, acreditava-se que o satélite controlava a quantidade de um certo “fluido nervoso” nas pessoas. Era comum, então, atribuir à Lua Cheia a responsabilidade por surtos psicóticos e ataques de epilepsia. A palavra lunático ainda hoje é definida nos dicionários como sinônimo de maníaco, visionário, aluado: “Que é sujeito à influência da Lua”.
Como aqui também não se tem notícia de nenhum trabalho científico, SUPER fez uma verificação empírica. Perguntou à diretora do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico de Franco da Rocha, em São Paulo, Odete Maria Vieira Lanzotti, se havia registro de crises coletivas em datas específicas, particularmente ligadas à Lua. O hospital mantém 560 internos — pessoas com distúrbios mentais encaminhados para lá pela Justiça, por terem cometido crimes violentos. Segundo ela, nos quinze anos em que trabalha ali, nunca houve um único surto coletivo em noites de Lua Cheia. Há um outro calendário, muito pessoal, a reger a demência de cada um: “As crises individuais costumam acontecer quando está chegando a época do ano em que o paciente cometeu o crime”.

O psiquiatra Itiro Shirakawa também não acredita na influência da Lua sobre o ânimo das pessoas. “Os modernos recursos de exame e diagnóstico mostram que tudo está ligado a alterações metabólicas no cérebro — o que não tem nada a ver com a Lua”, afirma o médico, que é professor da Escola Paulista de Medicina.

Mas ela mantém seu domínio sobre a imaginação humana. Para a psicóloga Liliana Wahba, a explicacão está mesmo com as fases lunares, que funcionariam como um espelho do ciclo de vida e morte. “O homem projeta nesse espelho todas as suas experiências, ou seja, sua própria existência.”
Enfim, talvez o mais certo seja aquela marchinha que Armando Cavalcanti, Brasinha e Klecius Caldas lançaram no Carnaval de 1961. Num verso, ela encerra a polêmica:
“Todos eles estão errados, a Lua é dos namorados”.




fadinha

Mensagens : 778
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A FORÇA DA PRIMEIRA LUA NOVA DO ANO NOVO ASTROLÓGICO

Mensagem  Convidad em Dom 3 Abr 2011 - 0:35

.
Olá! Sob a primeira Lua Nova do Ano Novo astrológico....


A FORÇA DA LUA NOVA EM ÁRIES


No próximo domingo (03/04/2011), às 11h30, acontece a primeira Lua nova do ano astrológico. Pra quem ainda não sabe, o período da Lua nova é o mais fértil, quando sementes, idéias e intenções tem mais chance de germinar. Como é a primeira do ano, ela tem mais força. Portanto, este será um excelente momento para declararmos nossas intenções ao Universo através de cartas, rituais, decretos, orações, meditação, ou através da prática que preferir. O importante é estarmos conscientes de nossas intenções, pois como já dizia o filósofo Sêneca: "nenhum vento sopra a favor de quem não sabe pra onde ir."

Nesta lunação ariana, Marte estará em conjunção exata com Urano. Sol e Lua estarão conjuntos à Júpiter. Esta seria uma lunação por demais explosiva, eu diria, não fosse a oposição que Sol, Lua e Júpiter fazem a Saturno. Em momentos assim percebemos a orquestração perfeita do Universo. O papel de Saturno retrógrado em Libra é realmente de frear, segurar todo este impacto ariano. Ou seja, nossos projetos devem estar estruturados, bem embasados, formatados e planejados para vingar. Devem ser realistas e levar em consideração as necessidades do outro (Libra).

O Nodo Lunar Norte (Cabeça do Dragão) estará em conjunção com o descendente em Sagitário, acentuando a necessidade de ampliarmos a visão para além do nosso próprio umbigo e compreendermos as razões das pessoas à nossa volta. De exercitarmos nossas habilidades sociais e nossa capacidade de somar forças com parcerias, clientes e colaboradores.

Excesso de otimismo, imprudência, megalomanias, ações precipitadas e impulsivas encontrarão resistência. Quem achar que pode tudo vai cair do cavalo.

Em contrapartida, esta será uma excelente lunação para revisarmos diversos assuntos (é o que Mercúrio retrógrado nos pede). Será importante nos oranizarmos para que os projetos sigam da forma como manda o figurino. Cortes de gastos supérfluos, acerto de dívidas, regularização da situação burocrática e financeira, tanto individual quanto empresarial, estarão favorecidos. É preciso pensar a curto, médio e longo prazo.

Indico a análise http://fiodavida.blogspot.com/2011/04/aries-lua-nova-2011.html de Madalena, no blog FIO DA VIDA. E desejo um lindo fim de semana a todos. Sejamos sensatos e felizes!!!!

por Marcelo Dalla


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Luiz em Seg 20 Jun 2011 - 15:11

Rosiana e demais foristas deste tópico.

Eu nada entendo de Astrologia, absolutamente nada, mas respeito, aqui irei APENAS REPASSAR , assunto que recebi por E-Mail de uma amiga de Portugal que conheci quando frequentava o Site do Pedro Coelho, Luz de Gaia:

Tripla Cruz Cósmica de Junho-Julho de 2011 - "A Segunda Vinda do Cristo Cósmico?" - (......SERÁ?!)

Um momento crucial declarado no céu
Estes são os factos: 21 de junho o sol entra no signo zodiacal de Câncer e começa a definir-se: é a chamada "Grande Cruz Cósmica".

No zodíaco, os signos Áries, Câncer, Libra e Capricórnio serão ocupados por certos planetas formados por esta cruz no céu, e que são: Sol, Júpiter, Urano, Saturno e Plutão.


Tripla Cruz Cósmica de Junho-Julho de 2011
A Segunda Vinda do Cristo Cósmico? - ..... (SERÀ?!)



É o sinal do filho do homem?
Prelúdio do fim dos tempos?
O que significa?
Entre os dias 24 de junho e 14 de julho, haverá um
fenômeno raro no céu.

Uma cruz cósmica é um evento raro, que acontece num

espaço de 12 anos - esta de 2011, será a terceira.
Antes aconteceram em: Agosto de 1999 e Junho de 2006

Se a cruz de 1999, fez correr rios de tinta, especialmente por estar acompanhada por um eclipse do sol e a 5 meses do ano de 2000, espero que a de 2011 não fique atrás, pois esta, é mais impressionante.
E é impressionante por várias razões:

1 – Não é só uma cruz, mas três que vão acontecer.

A primeira começa no dia 23 de junho e atinge o seu mais alto grau de perfeição, dia 30/06/2011. Os planetas que a constituem são: Sol em Câncer, e em oposição a Plutão, em Capricórnio. Urano em Áries, em oposição a Saturno, em Libra.
Precisamente o dia 30 envolve a conjunção com o Sol, Venus e Lua.
Em 01/07/2011, a Lua faz uma segunda cruz com Plutão, Urano e Saturno, que

termina no dia 05/07/2011. Mas ainda a primeira cruz não foi desfeita, Vênus configura uma terceira cruz com Plutão, Urano e Saturno, que finaliza no dia 14/07.


2 – Vênus, o Sol e a Lua em conjunção no dia 30/06, lembra a imagem simbólica do Apocalipse em 12-1:

“Apareceu no céu um grande sinal: uma mulher revestida do sol, a luz debaixo de seus pés e sobre sua cabeça uma coroa de doze estrelas. ²Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias do parto”.


Gráfico da Cruz cósmica do dia 30-06-2011, com o Sol, Venus e a Lua em conjunção.

3 – O Sol e Plutão em oposição.
Sempre a partir do ponto de vista simbólico, o deus da luz e o da escuridão em oposição (O céu e o Hades simbólicos).


4 – Urano e Saturno em oposição – Saturno em Libra
Saturno ou Cronos, o deus do tempo, no mito grego, derrubou seu pai Urano, deus do universo, cortando seus testículos com uma foice - sem esquecer que o mito arremata a Cronos o governo da idade dourada ou a primeira idade do mundo. (portanto no outro braço da cruz, estão em oposição o primeiro deus e o tempo, seu filho).

Saturno em Libra: a Libra tradicionalmente, simboliza o julgamento (no tarôt é a balança); então, a partir do símbolo, isso diz-nos que:
"o tempo está em julgamento."


5 – Papus, no seu livro “O Tarot dos Boémios”, escrito em 1911, admite uma relação entre os 22 arcanos maiores do tarot e as 22 letras do alfabeto hebraico e suas correspondências astronômicas.

Ora na cruz cósmica que se paroxima e sempre seguindo as conclusões de Papus, as correspondências dos elementos que se tornam parte dela são:
Constelações - sinais astrológicos:

Áries: Letra Hebraica (HE) N° 5 - Carta Tarôt: O Sumo Sacerdote
Capricórnio: Letra (HAYIN) N° 16 - Carta Tarôt: A Torre
Libra: Letra (LAMED) N° 12 - Carta Tarôt: O Enforcado
Cancer: Letra (HET) N° 8 - Carta Tarôt: A Justiça


E os Astros são:
Urano: (ALEPH) -1= Carta Tarôt: O Mago *
Plutão: (SAMECH) –15 = O Diabo *
Saturno: Letra (RESCH) nº 20 = Carta: O Julgamento
Sol: Letra (THAU) nº 22 = Carta: O Mundo


Para Urano e Plutão, Papus não dá nenhuma correspondência, o que é lógico, dado que - pelo menos oficialmente - nenhum deles era conhecido na antiguidade; inclusive hoje, nós já sabemos que Plutão, não é sequer considerado um Planeta.
Com esta lacuna, e intuitivamente, achei que: as características mitológicas de Urano correspondem à Letra (ALEPH) n° 1; então a Carta do Tarôt é: O Mago.
O Plutão mitológico é equivalente ao "diabo"; então, a Letra (Samech ) n º 15, equivale á Carta do Tarôt que é precisamente: O Diabo
Se tomarmos agora os números relativamente ás letras hebraicas que lhes correspondem, e os somarmos dois a dois, a começar pelo sol em cancer, obteremos esta curiosa coincidência:


(Sol) 22 + (Câncer) 8 = 30
(Urano)1 + (Áries) 5 = 6
(Plutão) 15 + (Capricórnio) 16.
Aqui deveremos operar de maneira teosófica
15 = 10 + 5
16 = 10 + 6
20 +11 (2011)
(Saturno) 20 – (libra) 12 (2012)
Então temos 30 – 6 – 2011 – 2012

6 – Mais coincidências:

Usando as letras hebraicas, compomos palavras - seguindo a ordem a partir do 1 e escrevendo da direita para a esquerda - como acontece em hebraico:
Ora com as letras: Aleph, Samech, Resch, Thau, compõe-se a palavra "Prisioneira".
E com as letras: He, Hayin, Lamed, Heth, a palavra resultante significa, "Elevação ou Peregrinação" - para cima.
Sem esquecer que, segundo a tradição: "a alma é prisioneira do corpo".

Outra coincidência:

Temos utilizado o número de ordem das letras hebraicas, mas estas também têm seu próprio valor numérico. Da 1ª até a 10ª os seus valores são iguais.
A 11ª equivale a 20, e aumenta o seu valor de 10 em 10, até a 19ª que equivale a 100.
a 20ª equivale a 200,

a 21ª equivale a 300

e a 22ª (Thau) equivale a 400.

Os astros envolvidos são 6 no total.

Ou seja: Sol, Lua, Venus, Urano, Saturno e Plutão.

Ora se somarmos os seus valores numéricos:

Astro Letra ordem valor
Sol Thau 22 400
Lua Beth 2 2
Venus Ghimel 3 3
Urano Aleph 1 1
Saturno Resch 20 200
Plutão Samech 15 60
A soma destes valores é ..............666

O livro do Apocalipse contém 22 capítulos - um para cada letra hebraica. E é precisamente no capítulo 13, no versículo 18, onde se refere ao famoso número "666" onde se lê o seguinte::
"Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. E seu número é seiscentos e sessenta e seis”.

Muito poderia ser dito sobre o simbolismo deste parágrafo....
de notar apenas que a letra hebraica n°. 13 é MEM, que é representada no tarôt pela carta da: Morte - no sentido de renovação, onde o velho termina, para dar lugar ao novo.

E a letra n º 18 é TSADE - palavra hieroglífica que expressa a idéia de fim ou objectivo, com a correspondência astronômica: Aquário.


Nota:
No livro que acabo de publicar “El Crismón de Jacobus y el fin de los tiempos” falo da minha experiência, bem como esta informação chegou atá mim e ainda, das minhas próprias conclusões a esse respeito. O livro pode ser encontrado na página
www.caminodelsimbolo.com.

Se Graham Hancock, Robert Bauval y Antonhy West, entre outros, estão certos e a Esfinge de Gizé olha para a posição da era Leão - há mais de 12.500 anos, e a este momento os egípcios o chamavam Zep Tepi - o principio dos tempos e o ciclo equinocial é um pouco menos de 26.000 anos.

Isso significa que estamos justamente, na metade do ciclo, ou seja: a metade descendente de que falam as antigas tradições, do processo de materialização do espírito e que agora, começaria o caminho de retorno ou; de espiritualização da matéria.
Tudo isso coincide também com as previsões do Calendário Maya que aponta para esse momento no final de 2012 onde dizem que:

o ser humano deverá decidir em consciência entre a sua harmonização com a natureza e o cosmos ou.... a sua autodestruição.

O que refiro neste simples texto, pode e deve ser comprovado por quem me lê - se este assunto for de facto, do seu interesse. Para isso, basta colocar as datas indicadas acima, em qualquer programa de astrologia, para comprovar A CRUZ QUE AÍ SE VERIFICA.

Poderá ainda, tirar dúvidas com algum especialista em hebraico, sobre o significado das palavras e respectivos números, e finalmente com a sua correspondência astrológica/mitológica/ e tarôt.


Outra questão é se Papus tinha razão ou não nas suas conclusões sobre a relação entre as letras hebraicas e as estrelas, assim como eu estou, em relação a Urano e Plutão que não coincidem com o livro de Papus.
É incrível, como é possível que coincida a data em que terá lugar a cruz cósmica com a soma dos números de ordem, dado que o calendário gregoriano é de 1582, a descoberta oficial de Urano é de 1781 e Plutão em 1930. Também é incrível que o dia 29 de Junho, seja o dia dedicado a São Pedro (simbolicamente o portador de ambas as chaves).
Será esta cruz cósmica o “Sinal do Filho do Homem”, mencionada em Mateus 24-30? Na minha opinião, o simbolismo encaixa perfeitamente. Será apenas um mero acaso? Sem consequências?

Tudo me faz pensar que realmente existe um plano Divino, sobre os ciclos de evolução, conhecidos desde a aurora dos tempos e que nos deixaram pistas e chaves em diferentes épocas e culturas.
Penso também, que estamos no limiar daquilo que tem sido o chamado "fim dos tempos", mas não o interpreto como a maioria que diz sr o fim do mundo, com total destruição do planeta Terra, massim, vejo-o como "o despertar das consciências e o início de uma nova humanidade" !.

Terminam os tempos de declínio - de pensar e agir a partir do mais puro instinto de sobrevivencia - para o novo tempo a partir do amor e da consciência. E esse "juízo final", pode ser o momento em que o ser humano deixará de se julgar e aos outros e comece a acreditar e a fazer nascer um mundo sem desigualdades, sem o poder da força, sem imposições, sem que viva de aparência, mas....
comece por fim, a acreditare aceitar-se como ser humano "célula cósmica", feito pelo UNO e para o UNO - sabedor que: o que afeta um, afeta o corpo inteiro.

Um mundo de real liberdade, a partir do amor, uma nova onda de inspiração que está a chegar até nós já, neste tempo.

Mais duas coincidências a respeito da segunda vinda do Cristo:
Existe um documento do final do século I chamado “A Ascensão de Isaías”, no qual Earl Dohertty, faz eco no seu romance “O Quebra-Cabeça de Jesus”.

No capítulo 9 deste pode ler-se: “O Senhor descerá ao mundo nos últimos dias... E quando tiver sido retirado o anjo da morte, ressuscitará no terceiro dia e permanecerá no mundo por 545 dias. E então muitos dos justos subirão com ele”.
Se levarmos em conta, desde que começa a cruz cósmica em 24.06.2011, até 22.12.2012 (data do Calendário Maya), contam-se exactamente: 545 dias.
No Apocalipse 8-1 diz: “Quando se abriu o sétimo selo, houve silencio no céu cerca de meia hora”.

Considerando o ciclo equinocial de quase 26 mil anos como sendo o grande ano cósmico, com 12 meses (chamadas ERAS) de 30 graus (como eram chamados os DIAS) chega-se á conclusão: 26000/12 = 2166,67 / 30 = 72,22 / 24 (horas) = ​​3.01.
Portanto, 1 hora do ano cósmico, equivale a três anos terrestres, logo meia hora do ano cósmico equivale a:1 ano e meio! - ou sejam os tais: 545 dias.

Se o ciclo começa em Leão, e se interpretamos cada Era como um selo, o sétimo selo é então: Aquário.
O "silêncio do céu", interpreto como uma ausência de influências externas durante esse ano e meio, quer para o bem, quer para o mal, onde ficamos absolutamente a sós com o nosso verdadeiro estado de consciência.


Que cada qual tire suas próprias conclusões.

Adptação do original por: Silvana e revisão M.M.

Escrito por: Ana María Frallicciardi
(“Los pueblos y las naciones tendrán que hacer elecciones. Y cada uno de nosotros también. Al cabo de los próximos 3 meses no seremos más los mismos”).



Pinturas da artista: Inga Nielsen


No zodíaco, os signos Áries, Câncer, Libra e Capricórnio serão ocupados por certos planetas formados por esta cruz no céu, e que são: Sol, Júpiter, Urano, Saturno e Plutão



Tripla Cruz Cósmica de Junho-Julho de 2011
A Segunda Vinda do Cristo Cósmico? - ..... (SERÀ?!)



2 – Vênus, o Sol e a Lua em conjunção no dia 30/06, lembra a imagem simbólica do Apocalipse em 12-1:

“Apareceu no céu um grande sinal: uma mulher revestida do sol, a luz debaixo de seus pés e sobre sua cabeça uma coroa de doze estrelas. ²Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias do parto”.







avatar
Luiz

Mensagens : 2900
Data de inscrição : 30/10/2010
Idade : 59
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ASTROLOGIA DA ALMA

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum