LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Página 4 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  Luiz em Qua 8 Maio 2013 - 22:52

O TEXTO A SEGUIR NÃO ME PERTENCE, É DE AGINIMITRA ( UM JOVEM DO RIO GRANDE DO SUL QUE SE CHAMA SHILTON DIAS).

EM PALAVRAS SIMPLES, ELE PROCURA " DESVENDAR" TODAS AS CONTROVÉRSIAS QUE ENVOLVERAM O AUTRES DIMENSIONS ( AGORA FECHADO) E OS SITES A ELE ASSOCIADOS. ( MUITOS JÁ FECHADOS TAMBÉM)

AQUELES QUE CONSEGUIREM ASSIMILAR O TEXTO, BOA SORTE, É PROFUNDO É ALTAMENTE DESCONSTRUTIVO DE TUDO, COMO ERA O AUTRES, BEM........ BOA SORTE, BOA LEITURA, NÃO TENHO OPINIÃO FORMADA, A ÚNICA COISA QUE POSSO DIZER É QUE O TEXTO DESCONSTRÓI TUDO E É PROFUNDO:


Erks é o Amor da Fonte. Erks é o Fogo da Fonte. Erks é a Sinfonia do Universo. Erks é essa faixa da Consciência onde a Essência Solar se manifesta. Onde esse Fogo preenche o corpo, preenche a Alma e explode tudo isso. É uma absorção, uma dissolução, uma fusão, é um nada, é um tudo. Em Erks reside a Chave do encontro com a nossa Essência Solar.

Em Erks acontece um processo dos mais maravilhosos para a consciência dissociada. Em Erks acontece a dissolução do veículo efêmero. Eu não falo do veículo físico, eu falo da própria casca da consciência dissociada.

Imaginem que a Consciência, ao descer e ao se limitar, esse fio de Consciência que encarna, o percebedor que se manifesta como uma alma, que assume, por sua vez, um corpo físico, esse fio da Consciência se fragmenta ao longo das experiências, ao longo dessa atração pela experiência e da caminhada nessa dissociação, este fio da Consciência vai se perdendo, vai esquecendo-se de Si e acaba ficando prisioneiro daquilo que é externo. O Fogo de Erks é aquilo que vem integrar cada um desses pedaços e junta tudo de novo e liga isso ao Ser real. Erks guarda o segredo do Manto da Graça. Em Erks nós somos revestidos no Manto da Graça.

Essa vibração de Miguel, desse Arcanjo, é uma vibração-chave no processo de Ascensão Planetária, porque a vibração deste Arcanjo é uma vibração extremamente desconstrutiva e ao mesmo tempo é uma vibração de Plenitude. Porque esse Pai… Miguel é um Pai, um Pai-Criador, essa Face do Pai, Miguel, desata os nós, corta os laços, quebra o vaso velho. Mas ao mesmo tempo em que o Fogo Micaélico tem essa ação violenta, essa ação poderosa, este Fogo te envolve, te aquece, te suga, te atrai para o Desconhecido e te faz mergulhar nesse Desconhecido. Ao mesmo tempo em que este Som suplanta todos os sons, destrói todos os sons, este Som te preenche e te liga ao Som Universal. Esta é a parte poética, a parte filosófica, a parte bonita da coisa, falando em palavras.

Erks, para a humanidade de superfície, é a porta do Coração. Erks, para o próprio planeta, é o chakra do Coração do planeta. Então, contatar Erks é contatar o Coração de Gaia. Contatar Erks é reencontrar-se com o próprio Ser, é se fundir de novo em sua própria Origem.

O processo de contato em Erks é todo conduzido por essa vibração de Miguel, porque ninguém se aproxima do Coração sem passar por várias mortes. Você não chega ao Coração sem atravessar a Porta Estreita. E você não atravessa a Porta Estreita se você ainda está coberto de todas as roupas que você usou para experimentar a dissociação. À medida que você vai se aproximando da Porta Estreita é preciso tirar o casaco, a camisa de lã, e depois tirar a camisa, e tem que tirar a calça, as cuecas, as calcinhas e as meias também. Você fica completamente nu para atravessar esta Porta Estreita. Nu!

E o Fogo de Erks que já vem te encontrar um pouco antes de você realmente chegar à Porta Estreita – porque esse Fogo de Miguel vem bem antes, ele te encontra bem no meio do caminho – dissolve estas roupas, queima estas roupas, ele te deixa nu e te diz o seguinte:

“Tenha coragem! Venha!
Abraça-te em mim completamente nu!
Não precisas temer este Fogo.
Não precisas temer ser queimado.
Eu apenas queimarei em ti aquilo que não é Tu.

Então, olhe para o meu Coração, que é o teu Coração, e deixa tudo que não és ser queimado por mim”.
E aí você se abraça a Miguel. E aí você começa a sentir este Fogo queimando tudo. E aí você vai se sentindo cada vez mais nu. E a cada vez que você tem essa percepção de que está mais nu, vem o medo: o medo de ser frágil, o medo de ser fraco, o medo de não conseguir resistir a esse Fogo. E logo em seguida, Miguel, que é você mesmo, que é o próprio Fogo do teu Coração, te diz:

“Não te preocupes.
Abraça-te ainda mais forte em mim.
Segura ainda mais forte a minha mão.
Abre os braços e deixa que eu queime mais ainda”.

E aí você para e olha para o Coração e você tem uma bela surpresa: ‘Nossa, olha, esse Fogo está aqui dentro, esse Fogo queima aqui em mim’.

Então você começa a prestar atenção neste Fogo, este Fogo começa a ganhar espaço. Ele começa a pegar a tua vida humana, tua vida conhecida e começa a torcer tua vida. Aí vira a tua vida de cabeça pra baixo e vira para um lado, vira para outro e começa a tirar um monte de coisas de tua vida. E você já não sabe o que você é a esta altura do campeonato, porque esse Fogo já virou tudo de cabeça para baixo, ele já destruiu muita coisa, ele já colocou muita coisa nova no lugar, e você vai se aproximando deste Fogo e ele vai ser o teu melhor amigo de caminhada.

Então chega um ponto em que você olha para o Fogo e você não consegue mais ver o Fogo. Isto é a Porta Estreita. Aí você diz: ‘Mas esse Fogo estava aqui comigo… Cadê esse Fogo? Não estou mais sentindo o Fogo!’

Você começa a procurar o Fogo e: ‘Cadê o Fogo? E onde está Miguel? Miguel estava aqui no meu lado… Onde está Miguel agora? Estou sozinho!’

Então você vive a Noite Escura da Alma e você diz: “Pai, porque me abandonastes?”.
Então você pensa: ‘Eu não tenho mais nada a perder! Esse Fogo já me tomou tudo! E se eu perdi o Fogo também… Era a última coisa que eu precisava perder, não é? E agora?’

E agora você aceita o vazio do Fogo. Você aceita o silêncio do Fogo. E neste silêncio do Fogo você tem uma revelação estupenda. Você para e percebe que ao longo do caminho feito com esse Fogo, em que Miguel foi caminhando ao seu lado, este Fogo foi ficando cada vez mais próximo.

Primeiro você abraçava esse Fogo e daqui a pouco você já caminhava lado a lado com esse Fogo sempre de mãos dadas. Depois você só vê a metade desse Fogo porque metade desse Fogo já estava dentro de você.

E nesse silencio do Fogo você descobre que você se transformou em Fogo, que Miguel se fundiu no Cristo.
Então você já não mais diz: ‘Eu estou com o Fogo’. Sabe por que você não percebe mais o Fogo? Porque você se tornou o Fogo.

E esta é a revelação mais linda, quando você não consegue mais ver o Fogo, porque você se tornou o Fogo, porque tudo é Fogo. Quando você não percebe mais Miguel, porque você já se tornou Miguel. Este processo maravilhoso acontece dentro de Erks.

Miguel iniciou um processo de desconstrução há alguns anos atrás. Este processo não termina até que você aceda completamente ao Centro, ao Estado de Ser real. Essa desconstrução é contínua e, por incrível que pareça, é cada vez mais intensa. Parece que quanto menos coisa há para ser queimada, maior é esse Fogo, maior é a desconstrução. Porque ela vai chegando naquilo que é o núcleo. Ela vai chegando naquilo que realmente mantém a personalidade dentro desta matriz, que mantém a consciência presa a esta máscara, o cerne da questão: ‘eu’.

Em Erks e em Miguel, nesta vibração que é Miguel e que é Erks, você começa a perder o sentido de ‘eu’. Você se torna vazio. Você se esvazia desse pequeno ser. Mas ao mesmo tempo em que você percebe o vazio, você vai percebendo que tem outra coisa que está preenchendo este espaço vazio. Ao mesmo tempo em que você percebe que você foi ficando nu, mãos de anjos foram tecendo outra roupa por cima do seu corpo. É o Manto da Graça. E para que o Manto da Graça se estabeleça, realmente, e você vista este Manto da Graça, você precisa aceitar ficar nu, você precisa aceitar entrar na fornalha que é Miguel e que é Erks, completamente nu.

Só que não é você que vai tirar as roupas. Entenda bem. Isso não tem a ver com um fazer. Isso tem a ver com Abandono. Não é você que vai tirar as roupas. Você só precisa dizer ‘sim’ a este Fogo que vem queimar o que não é você. E a última coisa que esse Fogo vai queimar é o sentido de ‘eu’. Porque é este sentido de ‘eu’ separado que mantém a consciência presa à personalidade, presa à experiência dissociada. E em Erks não existe ‘eu’ separado. Erks é a plenitude da Comunhão e da Fusão. Cada fusão que acontece numa consciência acontece dentro dessa faixa vibratória que chamamos de Erks. Erks é o Lar da Fusão, porque Erks é o Coração do Planeta. Erks é o Coração do Universo. Erks existe em todo lugar porque o Coração é todo lugar.

O impulso do contato com Erks é a Fusão. É aceitar ficar nu. E depois é aceitar ficar até sem o corpo, se for preciso; chegar ao ponto da sede e da fome, sede e fome da Vida Eterna, sede e fome do Real. Porque primeiro esse Fogo queima e produz certa dor. Mas depois que as camadas mais grossas são dissolvidas, este Fogo vai despertando uma Alegria intensa. E essa á outra dádiva de Erks – a Alegria do Coração.
Você vai se viciando nessa Alegria. Você se vicia nessa Alegria do Coração. Você não quer saber de outra coisa a não ser de estar no Coração. Você não quer saber de outra coisa a não ser fusionar com Miguel. Você não quer saber de outra coisa a não ser queimar neste Fogo. Tudo o que ocupa sua consciência, seu pensamento, tudo o que você vive é para este Fogo.

E quando se instala esta tensão ao Abandono, esta sede e esta fome que são tão vorazes dentro de você, você não aceita nada menos do que a Água da Vida, você não aceita nada menos do que Fusão, você não aceita nada menos do que o Todo, a Completude. O brinquedinho, o trabalho, o amor humano, a família, nada mais disso satisfaz, porque esta sede e esta fome da Vida Eterna são tão impetuosas dentro de você que você se torna um vaso vazio, pronto para receber a Graça que vem descer. E essa Graça desce. Se você colocar seu vaso voltado para cima, constantemente, essa Graça desce.
Peça por essa Graça. Peça! Se aproxime do Coração e diga: ‘Esvazia-me, eu quero a Graça. Esvazia-me, Graça plena, me enche de Graça’.

Participante: E sobre a questão de que nós não devemos desejar nada aqui?

Agnimitra: Isto não é desejo, não é querer. Isto é Intenção. Deve-se pedir. Cristo falou: ‘Pedi e dar-se-vos-á, buscai e achareis, bateis e abrir-se-vos-á, pois todo aquele que pede, recebe; quem busca, encontra; e àquele que bate, a porta se abre’. O pedido tem que ser do Coração. Não é a partir da personalidade, porque a máscara jamais vai pedir aquilo que vai destruí-la, que vai dissolvê-la. Vocês têm que pedir com o Coração, com consciência. Isso é Atenção e Intenção. Esse pedido não é um desejo. É aquela pergunta: ‘o que vocês querem ser?’. É só vocês terem certeza do que vocês querem ser.
‘Ah, uma borboleta, eu tenho certeza de que eu quero ser uma borboleta. E por que eu quero ser uma borboleta? Por que eu quero transformar a lagarta, quero colocar as asinhas na lagarta ou por que a vida da lagarta não me satisfaz? A vida da lagarta não é para mim, eu não sou uma lagarta. Eu sei que por alguma razão qualquer eu estive como uma lagarta aqui, mas eu também sei de uma coisa: acabou o tempo da lagarta. Chegou a hora de voar. Chegou a hora de ser Borboleta.’
E se você tem certeza de que o seu destino é ser Borboleta, você pede para o Vazio, você pede para o Todo, para o Desconhecido: ‘Eu quero ser Borboleta, eu sei que sou uma Borboleta, eu estou aqui, faz de mim o que Tu quiseres’.

E aí depois da frase ‘Por que tu me abandonastes?’ você fala a frase ‘Pai, que seja feita a tua vontade’.
Estão vendo que isso não é desejo? O desejo é manipulador. Vocês dizem que querem comer um chocolate, mas vocês nunca querem comer um chocolate. Vocês querem comer um chocolate branco, um chocolate preto, uma marca tal, outra marca tal, vocês querem comer agora, daqui a pouco.

Se vocês dizem que querem ser borboleta, que querem o Espírito, querem SER, e isso é realmente Intenção e não um desejo, vocês não vão impor condições à manifestação do Espírito, não vão impor sua vontade pessoal diante disso, vocês estarão abertos e, se para viver isso amanhã vocês tiverem que morrer, vocês aceitam morrer, vocês abandonam tudo, vocês entregam tudo o que vocês são e o que vocês não são, vocês pegam tudo isto e vocês entregam e dizem: ‘Está aqui tudo isto, faz a Tua Vontade, isso não me serve mais, me dá um novo’.

A Eucaristia é isso. Isso é a verdadeira Eucaristia. É essa Comunhão e essa Fusão com Cristo. Eu quero beber do Teu sangue. Eu quero comer da Tua carne. Porque eu quero que meu sangue seja o Teu sangue e minha carne seja a Tua carne.

Vejam como isso não tem nada a ver com o que foi vivido na humanidade como apropriação, para perdoar os pecados, para tornar uma pessoa melhor, para poder ir para o Céu. Isso é muito mais. Isso é vastamente mais. Isso é inexplicável até. Porque como é que podemos explicar que esta ilusão toda vai ser desfeita e o Real vai aparecer por detrás das cortinas? Não podemos explicar isso, mas podemos aceitar isso como nossa única verdade. E podemos dar nossos passos todos em direção e guiados por essa verdade. Isso é Erks.
Erks e Miguel são esse Fogo que primeiro se apresenta fora e depois está dentro e ele vai dissipando todos os medos. É o grande propulsor da Ascensão, que é a Porta de saída e de entrada a Unidade. É o Coração. Erks é o Coração do Planeta. A mensagem de Erks, hoje, é uma frase muito simples: “Não temam, Eu estou convosco. Sigam”. É essa a frase desse Fogo.

Não parem diante dos medos, diante das dúvidas, diante das questões. Não parem diante das situações humanas. Sigam. Vão em frente. Se abram cada vez mais para esse Fogo. Bebam desse Fogo. Se tornem esse Fogo. E que esse Fogo do Coração, que é Cristo-Miguel, seja a única coisa diante dos seus olhos. Seja a única coisa para qual aponte sua Atenção e Intenção.

E não hesitem em pedir. Não. Peçam com o Coração. E se forem pedir, vocês devem aceitar que a Vontade do Pai seja feita. Para pedir, realmente, é preciso transcender os próprios medos, porque você vai pedir, mas você não sabe como nem quando você vai receber. Se isso for um desejo, vocês vão querer marcar hora para receber a encomenda, vocês vão querer escolher quem vai trazer o presente, como vai ser, onde e quando, que é para não atrapalhar a vida profissional, para não atrapalhar a vida familiar. Esse Fogo não se importa muito com as suas condições humanas, porque esse Fogo vem torrar tudo isso. Vocês são dispostos a serem torrados? Então é só isso. É simples.

Então, o impulso através de Erks e de Miguel é este: “Não temam. Eu estou convosco. Sigam”.
Amor e Paz.

- Agnimitra
[Texto baseado na transcrição da partilha de mesmo nome gravada em 22.02.12]
Transcrição: Silvana.
Revisão e Edição: Agnimitra.

http://agnimitra.com.br/textos/vida-multidimensional-iii-erksmiguel

SITE: TOQUE NA UNIDADE.

avatar
Luiz

Mensagens : 3133
Data de inscrição : 30/10/2010
Idade : 59
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  fadinha em Qui 9 Maio 2013 - 11:13

Olá Luiz.

Erks é um centro intraterreno. O Nominato esteve lá observando e viu discos voadores. É um centro de remanescentes cósmicos. Alguns de nós são ligados a esse centro e outros, como eu, sou ligada ao de Ibez que fica no Roncador, eles tem funções diferentes. O Centro de Erks é do raio azul do Arcanjo Miguel, o da Vontade Divina. O de Ibez está começando a ficar ativo.
Muito bom você ter gostado desse tema.
Esse texto parece com os textos do André Louro de Almeida, de Portugal....digo, no estilo de escrever e os temas são parecidos.
Um abraço,

fadinha

Ah, só um detalhe, tem gente que confunde Jesus com o Cristo então diz que Miguel foi Jesus. Não. O Cristo Jesus recebeu quando foi batizado e isso fica claro na Bíblia quandop daí por diante se refere a Jesus como o Cristo. Todos nós temos essa possibilidade de recebermos o Cristo que para mim é uma falange de seres com esse nome. Para outros, o Cristo é chamado de corpo cristico, portanto se refere a um corpo...na verdade é uma luz que parece o Ostensório católico que fica no coração.

fadinha

Mensagens : 796
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  Luiz em Qui 9 Maio 2013 - 15:37

Fadinha.

Fico feliz que você tenha gostado do texto de Shilton do Site Toque na Unidade.

Espero que outras pessoas também possam apreciar.

Obrigado pela explicação acerca de ERKS.

Forte Abraço.
avatar
Luiz

Mensagens : 3133
Data de inscrição : 30/10/2010
Idade : 59
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  estel em Qui 9 Maio 2013 - 16:21

Texto muito interessante, li com bastante calma e com a mente aberta.

Obrigada por partilhar.

Abraços,
Estel.



estel

Mensagens : 281
Data de inscrição : 08/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  Luiz em Sex 10 Maio 2013 - 0:04

CONTINUANDO....... SHILTON DIAS, É UM JOVEM DE APROXIMADAMENTE 22 ANOS, RESIDENTE NO RIO GRANDE DO SUL, ESTUDIOSO DE TUDO QUE FOI TRANSCRITO PELO EXTINTO E POLÊMICO AUTRES DIMENSIONS, ACRESCENTANDO A ESTES ESTUDOS OUTROS, COMO OS CHAMADOS CENTROS PLANETÁRIOS, PORÉM, TENDO COMO BASE, SEMPRE, TUDO QUE APREENDEU ( NÃO SE TRATA DE APRENDER E SIM APREENDER) NO AUTRES.

A DESCONSTRUÇÃO É IMENSA, VAI DESDE A VISÃO ( DELES) DE QUE A REENCARNAÇÃO É UMA INUTILIDADE, ATÉ A DISSOLUÇÃO DO QUE SE COSTUMOU CHAMAR DE ASTRAL.

COMO DISSE ANTES, NÃO TENHO OPINIÃO FORMADA, REPASSO MAIS UM TEXTO DE SHILTON DIAS, O QUAL É " SEQUENCIAL" AO TEXTO ANTERIOR.

PARA AQUELES QUE QUISEREM OU SE INTERESSAREM, BOA SORTE, BOA LEITURA:


O Centro Planetário sobre o qual nós vamos tratar e do qual nós recebemos alguns impulsos que vão ser partilhados através deste texto é o Centro Planetário Aimerã, que ancora a vibração do Arcanjo Jofiel.
Por que Aimerã? É um termo meio desconhecido.

Então, este Centro Planetário custodia a revelação à Alma.
Notem bem, é uma revelação à Alma e não uma revelação da Alma.
Mas essa vibração, assim como a vibração do Arcanjo Jofiel, que ocupa o lugar de Lúcifer, na Ronda dos Arcanjos, foi transvestida, foi desviada e foi transformada numa revelação da Alma.

Isso foi colocado no seu devido lugar, no seu lugar correto, através daquela passagem e daquela reversão feita no ponto AL (nota: A reversão da estrela Alfa, ou do triângulo do Fogo na coroa da cabeça, se refere ao processo de retificação do Fogo, em que o Fogo do Ego é revertido ou transformado em Fogo do Espírito, ou ainda o chamado Batismo de Fogo, Fogo do Amor).
Então, ao invés de uma revelação da Alma, o que acontece é uma revelação à Alma.

Quando esse Centro Planetário se revelou e foi contatado por alguns seres da superfície, o nome dado a ele foi Anu Tea. Devido ao próprio histórico desse Centro Planetário, ele teve muito pouca ação do lado da humanidade.
A última vez que esse Centro Planetário interferiu, ou vamos dizer assim, atuou junto à humanidade, foi quando aquele ser conhecido como Moisés, fez o seu serviço, fez o seu trabalho junto à humanidade.
Foi quando Moisés foi contatado por Metatron.
Aquele contato foi custodiado por Aimerã, que ficou conhecido como Anu Tea.
Mas se vocês forem perceber nessa palavra ‘Anu Tea’, a própria palavra trás em si uma falsificação e um desvio, uma reversão, uma vez que Anu se refere justamente aquele que é o Demiurgo, Yaldabaoth, o falsificador.

Então, essa vibração de Anu Tea foi colocada no seu devido lugar em contato com a humanidade e a Chave de Contato que eles nos passam é Aimerã.
No inicio eu falei que Aimerã custodia a revelação à Alma.
Como isso se dá no nosso processo de Ascensão, no nosso processo de Liberação?

A vibração do Arcanjo Jofiel, que é o Arcanjo da Revelação, é uma vibração que vem revelar o Mistério. É a vibração deste Arcanjo que põe a consciência em contato, a consciência que está prisioneira, que está dentro da Matriz, fechada. É a vibração desse Arcanjo que põe a consciência em contato com os Planos Multidimensionais.

Então, é nessa vibração de Aimerã, é nessa vibração de Jofiel, que a consciência pode viver sua Multidimensionalidade. É a vibração deste Arcanjo e a vibração deste Centro que põe a consciência em contato com a sua Multidimensionalidade.

No momento do fechamento da Alma na Matriz, foi este Centro Planetário que guardou, que recebeu os códigos e as memórias cósmicas de cada consciência fazendo a experiência da dissociação.
Então, vai ser exatamente nessa faixa vibratória que chamamos de Aimerã, nessa faixa vibratória que chamamos de Jofiel, é nessa coloração vibratória que a consciência se revela a si mesma, que a consciência tem acesso à sua verdadeira história, que a consciência tem acesso ao seu verdadeiro percurso no Cosmos.


É nessa vibração, é nessa coloração de vibração, que a consciência passa de seu estado pequeno, de seu estado limitado, passa da sua história ilusória, da sua história efêmera, passa da sua memória transformada, manipulada, a consciência passa disto ao Verdadeiro, a consciência passa disto ao Real.

A vibração do Arcanjo Jofiel é uma vibração da água, é uma vibração das Águas do Mistério, das Águas do Alto. Essas Águas são aquelas que são fecundadas pelo Fogo. Esse processo de contato com Aimerã, esse processo de ancoramento da vibração do Arcanjo Jofiel na nossa consciência é justamente a alquimia que acontece dentro de nós desse Fogo e dessa Água.
Em outras palavras, é a revelação do Mistério do Ser.
É o contato com o Mistério do Ser.
O impulso que este Centro nos envia, hoje, é um chamado ao contato com o Mistério do Ser.


Não é a revelação de informações, embora elas vão acontecer e elas têm acontecido, não é um saber das coisas, não é uma revelação nesse sentido, é uma revelação que se traduz na vivência, é uma revelação que se traduz no silêncio e essa revelação só pode ser vivida no silêncio, somente no silêncio.
Essa revelação só pode ser vivida no Sagrado, somente no Sagrado, somente no silencioso Sagrado e no Sagrado Silêncio.

Então, antes de tudo, a vibração deste Centro Planetário, deste Arcanjo, nos impulsiona a um silêncio e a colocar nossa consciência no Sagrado. Então, o contato se dá no silêncio imbuído do Sagrado.
Essa revelação consiste, essencialmente, nessa revelação do Mistério.

O que é o Mistério?
O Mistério é o desconhecido.
A Luz é o Mistério para a consciência humana.
O Ser é o Mistério para a consciência humana.
A Unidade é um desconhecido para a consciência humana.
Porque a consciência humana vibra na fragmentação e vibra na separação.

O contato com esse Mistério, o contato com esse desconhecido, é a própria essência deste Centro Planetário, e de novo, este Centro Planetário custodia a revelação à Alma. É o momento em que a Alma se volta ao Espírito e se permite transpassar pela Luz do Espírito.
Agora, as vibrações de todos esses Centros Planetários, hoje, derramam sobre a humanidade, derramam sobre as consciências despertas, especificamente, uma vibração que é toda feminina.
Eu vou lhes dizer algo: é impossível, é impossível contatar esses Centros Planetários se a consciência não integrou em si a verdadeira feminilidade, a verdadeira polaridade feminina.
Enquanto a consciência não colocou a polaridade feminina no seu devido lugar dentro de si, não há contato, não há contato com esse Mistério, não há contato com esse Ser.
Podem-se viver aproximações disso, à medida que essa polaridade feminina se aproxima, mas o estabelecimento nesse Mistério, o estabelecimento nesse Ser, só se dá quando essa polaridade feminina é completamente integrada na própria consciência.

Enquanto vocês rejeitam, em si, essa polaridade feminina, que é uma receptividade, que é uma doçura, é uma leveza, enquanto isso não é integrado, isso não é aceito, isso não é vivido, esse Ser não se instala.
Porque o contato do Ser com a consciência humana se dá através das Portas dessa polaridade, porque foi essa a polaridade falsificada, foi essa a polaridade roubada, cerceada, escondida da humanidade, tanto da forma masculina, como da forma feminina.


Unidade é integração, é fusão dos polos.
Unidade é relação, é reconciliação dos polos.
Unidade, para a humanidade aprisionada e separada, se traduz dessa forma.
Então, todos esses Centros Planetários, hoje, para a superfície, para a consciência humana, vibram intensamente essa polaridade feminina e a própria polaridade masculina está dentro dessa polaridade feminina no seu exato lugar, na sua devida medida.
A Chave de contato com esse Centro Planetário especificamente, com Aimerã, é a entrega. A entrega é o aspecto mais essencial do abandono. Porque para que o Ser se instale é preciso que a consciência aceite não ser mais nada aqui.
É preciso que a consciência não tenha mais reivindicação alguma aqui.
É preciso que a consciência, na personalidade, não reivindique mais a personalidade, não reivindique mais nenhum sentimento de posse e nem de ser – ser isso, ser aquilo.
É preciso que a consciência se baste em apenas Ser. Porque Ser, liberta.

Quando se É, realmente, sem adjetivos, você é livre para ser o que quer que seja.
Você não está limitado a papel nenhum.
Você não possui e você não se deixa possuir.
É a entrega que conduz o ser a esse Estado.
Mas é essa entrega completa, essa entrega absoluta.
É este estado em que você chega ao ponto de dizer aquela famosa frase: “Pai, seja feita a tua vontade”.
Esta frase guarda o destilado da entrega: “Pai, seja feita a tua vontade”.

Então, nós nos colocamos num estado de abandono, de deixar-se conduzir, de deixar-se levar.
Este estado se traduz na vida como uma obediência aos impulsos interiores, uma obediência que não questiona.
Não é uma obediência cega, porque o ser tocou este estado, o ser fez uma escolha consciente de ancorar no Ser e essa obediência a esses impulsos é uma manifestação natural do ancoramento da consciência no Estado de Ser.


Dentro da vibração de Aimerã, a entrega nos dá um presente maravilhoso, nos dá um código vibratório maravilhoso, e que é essencial para nossa vivência, hoje.
Esse código é a Fé.
No primeiro momento isso é esperança.
A vibração deste Centro Planetário, no primeiro momento, porque ele é uma revelação à Alma, ele nos imbui de uma esperança, ele faz o coração queimar com esperança.
Então, à medida que o ser vai mergulhando neste Estado de Ser, à medida que o Mistério vai sendo revelado ao ser, esta esperança se transforma numa Fé, numa Confiança Absoluta.


Então, vejam que aqui há, talvez, um paradoxo, mas não é um paradoxo, a princípio parece um paradoxo, porque você se entrega, você está ao sabor do vento, você é como uma folha carregada pela ventania.
Então, não se pode ter certeza de nada neste Estado, não é?
Você não pode ter certeza de nada porque você não sabe para onde o vento vai lhe levar. Mas essa vibração de Aimerã, ao mesmo tempo em que o ser se abre, em que o ser se entrega, Aimerã oferta à consciência um presente, que é a Certeza, que é a Fé.

Essa Certeza e essa Fé não são direcionadas a coisas exteriores, porque a consciência está num estado de entrega, está ao sabor do vento, mas é uma Confiança e uma Certeza de que, para onde quer que o vento a carregue, este lugar se chama Unidade, este lugar se chama Fogo do Amor, este lugar se chama Plenitude, este lugar se chama Paz, este lugar se chama Alegria.


Esta Fé é um código essencial para o momento que a gente vive, porque nada é certo, nada, jamais, foi certo, mas esta verdade da matriz se torna muito aparente, hoje: que nada é certo, porque cada dia que passa, parece que perdemos mais o controle, parece que as coisas estão mais descontroladas.
Perdemos o controle sobre nós mesmos.

Aquela ilusão de controle que tínhamos, que apesar de ser uma ilusão, mas ela enganava muito bem, está se desfazendo e isso produz um certo stress, um certo desespero, porque parece que as coisas estão correndo de nossas mãos e estão tomando um rumo que é muito louco e as coisas estão acontecendo num nível muito vertiginoso.

E no caso dos seres despertos, essas consciências que estão aí na frente do batalhão, a coisa está mais intensa, porque não é só a vida humana cujo controle está saindo das mãos, é o próprio contato, é a própria Multidimensionalidade, porque essa Multidimensionalidade reforça muito essa nossa ausência de controle, porque ela entra nas nossas vidas e ela destrói nossas vidas, ela bagunça.


Para o ego isso parece uma bagunça, isso parece uma destruição.
Mas ao olharmos com o Coração vemos que é uma nova ordem, que na verdade é o contrário, que tudo estava bagunçado e é agora que as coisas estão sendo ordenadas.
Mas é porque isso segue outro padrão que não é o mental.
O processo mental ordena cada coisa em seu lugar, uma sequência linear, tudo em ordem.
A ação da Luz é de uma Inteligência muito mais ampla, infinitamente mais ampla e ela não segue aquilo que nós conhecemos como sendo um processo de ordem.
Então, para o mental, a ação da Luz vai ser desordenada.


E aí entra a questão essencial da entrega, porque dentro de cada um de nós tem se revelado uma coisa misteriosa, uma capacidade de viver, mesmo aqui dentro, que é muito misteriosa, uma capacidade de expressar aspectos que nós nem imaginávamos que estavam aqui dentro.
Isso tem acontecido a cada dia.
Percebemos essa capacidade assombrosa de não reagir.
Percebemos essa capacidade assombrosa de ir além de certos limites.
Percebemos essa capacidade assombrosa de transcender certos medos e certos condicionamentos.
E isso abala diretamente nosso ‘castelinho’.
Porque queremos a nossa vida de uma maneira muito ordenada de acordo com os nossos padrões. Queremos decidir a experiência que vivemos.
E de repente a gente topa com esta vibração e esta vibração nos diz: ‘não é desse jeito, tu não tens controle nenhum de nada; era tudo um engano! Tu foste enganado todo esse tempo, te fizeram acreditar que tu decidias, mas aqui dentro tu não decides nada’.


E essa vibração começa a mexer em tudo.
E, simultaneamente, ao mesmo tempo que essa vibração mexe tudo na vida externa, essa vibração começa a rasgar a vida interna.
E o psicológico, o psicológico não é mais nada.
O psicológico é uma fantasia.
O que se revela é a real vida interna e essa vida interna começa, também, a ser mexida. Porque as consciências estão sendo preparadas para viver uma coisa totalmente nova do ponto de vista da humanidade.


Então, percebam que nesse processo todo, vertiginoso, a entrega é um código essencial. Porque se não há entrega, há resistência. E se há resistência, há sofrimento.
A entrega é a própria polaridade feminina.
É se lançar à Vida.
Se entregar à Vida.
Ser a própria Vida.

Uma coisa que ilustra muito bem, na vida humana, isso, é aquela famosa frase: ‘o que é que tu fazes da vida?’
Quando a gente conhece alguém geralmente as pessoas perguntam: ‘o que é que tu fazes da vida?’
Olhem como está tão incrustado o conceito de manipulação.
O que sou eu diante da Vida?
O que é que eu posso fazer da vida?
Eu não posso fazer nada da vida.
A vida é que faz o que ela quer de mim.

Então, vamos integrar este outro aspecto do abandono.
Este aspecto essencial do abandono que é a entrega e deixar que a vida faça o que ela queira de nós.
Esse é o caminho da Pobreza, o caminho da Infância.
A vibração desse Centro, hoje, nesse ponto crucial em que a gente vive, no limiar da dissolução, no limiar da passagem final da Terra, é o maior presente, que é esta Certeza, esta Fé, esta Fé absoluta na Inteligência da Luz.
Essa entrega vai conduzir a consciência a viver o Verdadeiro Amor.

No silêncio do nosso Ser, no silêncio do nosso alinhamento individual, vamos colocar diante de nós o que é essa entrega.
No silêncio vamos interiorizar esta entrega.
E na vida exterior, na vida que parece não ser tão silenciosa, vamos permitir que esta polaridade feminina se expresse, que é doação, que é receptividade e que é silêncio e interiorização.
Nesse silêncio, nessa entrega do pequeno eu, nessa entrega do que a gente sempre acreditou ser, nessa entrega se revela o Mistério do que nós realmente somos.
É somente nessa entrega que nós encontramos o que realmente somos.
Isso causa um bocado de espanto.
Isso causa um bocado de assombro em descobrir o que nós somos, porque nos acostumaram a viver o pequeno, nos acostumaram a viver o limitado, nos acostumaram a obedecer regras sociais, a obedecer condicionamentos de comportamento, de pensamento.
E a revelação desse Mistério, que é a revelação do que nós realmente somos, tem um impacto profundo de libertação.
Tem um impacto profundo de ir além de todo o conhecido.
Essa entrega produz uma verdadeira liberdade, porque ela dissolve a limitação da consciência. Você não precisa ser isso, nem aquilo. Você pode ser o Todo, se você aceitar não ser nada aqui, se você aceitar fazer a entrega total desse pequeno eu.

Esse é o impulso de Aimerã. Então, vamos nos aproximar de Aimerã nesse silêncio fazendo a entrega total de nosso ser. Vocês vão ter boas surpresas.
Porque é esse Centro que guarda as Memórias Cósmicas de cada um de nós.
Não é um lugar. É uma faixa vibratória da consciência. Quando a consciência se eleva e atinge esta faixa vibratória, neste não-espaço, essa revelação se dá.


Isso é maravilhoso, porque essa revelação é a própria conexão com a nossa Fonte, é a revelação da nossa origem. E a revelação desse Ser nos permite, aqui dentro, revelar muito mais do que só as aparências, revelar muito mais do que só o limitado. Essa revelação nos permite viver o Ilimitado aqui dentro, o não-condicionamento, a verdadeira liberdade.
É esse o impulso desse Centro Planetário para hoje.


Agnimitra





SITE TOQUE NA UNIDADE

SHILTON DIAS

http://agnimitra.com.br/textos/vida-multidmensional-ii-aimerajofiel
avatar
Luiz

Mensagens : 3133
Data de inscrição : 30/10/2010
Idade : 59
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Discípulo e o Tempo

Mensagem  Pesquisador em Sex 12 Jul 2013 - 16:10



O discípulo estava inquieto com suas tarefas pois eram tantas e a rapidez do tempo parecia não lhe permitir que as realizasse. Foi quando resolveu dirigir-se ao Mestre:

- Mestre, o que é o tempo?

- Tempo, amado discípulo é uma Energia Eterna que sabe esperar.

-  Mas se me apresso para cumprir minha missão e não der tempo, como pode esta energia me esperar?

- Toda missão alem de ser justa e nobre, deve se pautar no equilíbrio da Consciência de quem a dirige; cabe ao administrador desta missão dividir seus trabalhos em etapas. Com etapas definidas, poderá ser conquistado o tempo em sua sabedoria.


O discípulo coçou a cabeça, tentando entender o que o Mestre dizia.

Então perguntou-lhe:

- Mestre continuo com a pergunta e se mesmo organizando o tempo a missão não puder ser cumprida?

Então o Mestre olhou para o discípulo calmamente e disse:

- Então será porque permitiste uma energia estranha penetrar na tua missão

- E que energia estranha  seria esta Mestre?

- A tua distração. Amado discípulo tempo é foco naquilo que se pretende. Se queres inciar um trabalho com perfeição e tempo, adquira o hábito do foco.

O discípulo entendeu então que o tempo é somente mais uma energia que nos empurra para o foco que tanto trabalhamos para ter um Amor Incondicional, pois sem ele o nosso tempo corre com uma sensação de perda.
avatar
Pesquisador

Mensagens : 55
Data de inscrição : 02/11/2010
Idade : 56

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Sol Interno

Mensagem  Pesquisador em Qua 17 Jul 2013 - 15:16

Certa vez um discípulo perguntou ao seu Mestre:
- Mestre, em que ponto saberei que encontrarei a verdade?

O Mestre não respondeu; apenas espalmou a sua mão no coração do discípulo.
O discípulo que já conhecia o modo como se expressava o seu Mestre fez outra pergunta:

- Mestre, quando sentirei o verdadeiro calor do Amor?
O Mestre novamente nada respondeu, apenas apontou para o Sol.
O discípulo então fez sua ultima pergunta pois sabia que para cada questão se lhe era dada a oportunidade de fazer três perguntas sendo a ultima delas respondida em viva voz por seu Mestre.

- Mestre, estas duas palavras a Verdade e o Amor em que ponto elas se encontram?
O Mestre então apontando para o coração do discípulo com uma mão e apontando para o Sol com a outra disse:

- Minha criança, tendes no sol interno a Verdade e no Sol Cósmico todas as estrelas sendo alimentadas pelo Amor Pleno.
A verdade já se encontra no Amor Pleno....
O Sol de Amor alimenta com vida a Verdade...
Elas sempre se encontram; o coração aquece a sua vida e o sol acaricia a vida com seu calor.
avatar
Pesquisador

Mensagens : 55
Data de inscrição : 02/11/2010
Idade : 56

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprendizado

Mensagem  Pesquisador em Sex 19 Jul 2013 - 15:50

avatar
Pesquisador

Mensagens : 55
Data de inscrição : 02/11/2010
Idade : 56

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  Kalandre em Qua 5 Mar 2014 - 12:31

Vejo que as maiores transformações tenham sido no interior de cada um, desde o tempo do fórum Ascensão, até aqui, acredito eu.

Quantas formas de ver o mundo atual? Quantas bagagens deixadas para trás - desapego - para seguir em frente?

Entendo que haverá modificações mais radicais no plano terrestre, mas por enquanto, mudar internamente deve ser um imperativo, até para suportarmos as novas energias, os novos paradigmas.

Abraços.
avatar
Kalandre

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/10/2012
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  Martelo em Qui 6 Mar 2014 - 19:03

Olá Querido Amigo Kalandre,

Decerto, as transformações estão aí. Dentro de todos nós. E temos sentido a maneira como as energias vem trabalhando neste sentido.

Sim, pois não adianta cataclismarmos um orbe inteiro se aquilo que é o essencial, que são os entes que ali vivem, não tiverem esta oportunidade de mudança.

A essa altura do campeonato, é difícil querermos fazer prognósticos sobre o que ainda nos aguarda neste filme chamado Transição Planetária. Porém, creio que ainda conseguiremos enxergar com nossos olhos tridimensionais as mudanças tão alardeadas pelos profetas e também pelo Filho do Homem.

As ondas da Ascensão estão chegando, estão nos dando a oportunidade de nos renovarmos dentro das novas energias, nos fornecendo ferramentas para a depuração espiritual.

Os dias recentes não tem sido fáceis, mas é na dificuldade que o grande guerreiro mostra quem é e aquilo à que veio.

Sigamos em frente nesta Onda Energética, pois a recompensa virá para aqueles que não deixarem de crer na promessa do Pai.

Saudações de Seu Irmão,




Martelo

Mensagens : 65
Data de inscrição : 11/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  Kalandre em Sex 7 Mar 2014 - 16:15

Como eu mesmo falo, de forma jocosa, eu antes pensava com o muladhara (1º chakra - sobrevivência), e hoje eu penso como o anahata (4º chakra - amor).

Muitas modificações ocorreram, sensíveis, e as energias estão chegando, mais e mais.

Alguns, eu sei, somente deixarão as energias à modificarem no derradeiro momento, algo parecido com a esperança.

Sigamos em frente.
avatar
Kalandre

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/10/2012
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LUZ E TRANSFORMAÇÃO

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum